Lula loteou a Petrobras para comandar a roubalheira

DELCÍDIO CONFIRMA QUE LULA LOTEOU A PETROBRAS PARA A ROUBALHEIRA
Publicado: 02 de setembro de 2016 às 17:18 – Atualizado às 17:21

DELCÍDIO DETALHOU COMO LULA LOTEOU A PETROBRAS PARA A ROUBALHEIRA
O ex-líder do PT no Senado Delcídio do Amaral prestou novo depoimento aos investigadores da operação Lava Jato essa semana e confirmou que o ex-presidente Lula tratou, pessoalmente, do loteamento da Petrobras entre os aliados políticos, possibilitando o uso dos cargos para fechar contratos superfaturados entre empreiteiras e a estatal em troca de propina.De acordo com Delcídio, isso garantiu apoio político no Congresso durante os dois mandatos do ex-presidente, que cuidava de cada detalhe do esquema de corrupção desde a divisão dos postos até a escolha dos nomeados. Tratava-se de uma ação coordenada com o objetivo de enriquecimento e compra de votos.

No depoimento ao procurador Januário Paludo, Delcídio explicou que o sistema teve que ser reorganizado após o escândalo do mensalão como forma de garantir a fonte de propina para os aliados, evitando o risco de um impeachment. Foi quando PMDB e PP começaram a participar do esquema de forma integral.

Dilma e Cardozo

Segundo reportagem da revista Veja, Delcídio afirmou que a então presidente Dilma Rousseff participou ativamente de tratativas para sabotar a Lava Jato, incluindo o vazamento de informações sigilosas pelo então ministro da Justiça José Eduardo Cardozo a empreiteiras investigadas.

 

Site Diário do Poder

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.