Três suspeitos de assaltar ônibus são detidos com pistola de pressão

Ação policial ocorreu em ônibus que seguia pela Avenida Caxangá, na Várzea.
PM deteve três homens, com 18, 20 e 22 anos, mas eles foram liberados.

Bandeira do estado de Pernambuco

Simulacro de arma apreendido pelo BPTran no Recife (Foto: BPTran/Divulgação)
Simulacro de arma apreendido pelo BPTran no Recife (Foto: BPTran/Divulgação)

A crescente onda de assaltos a ônibus vem assustando os usuários de transporte público na Região Metropolitana do Recife. Porém, na tarde desta sexta-feira (1º), os passageiros da linha Curado II/Caxangá (BR-232) escaparam de entrarem para a lista de vítimas dessa ação criminosa, após a Polícia Militar deter três suspeitos de assaltar coletivos utilizando uma pistola de pressão.

Por volta das 16h30, sete policiais que participam da Operação Trânsito Seguro pararam o ônibus na Avenida Caxangá, no bairro da Várzea, e detiveram três homens, com idades de 18, 20 e 22 anos. De acordo com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), com os suspeitos foi apreendido simulacro de arma semelhante a uma pistola de calibre 40.

“Até para nós que trabalhamos no ramo policial, nos surpreende a semelhança desse material com a arma real”, afirmou ao G1 o sargento Welligton Barbosa, do BPTran. De acordo com ele, o trio estava aguardando a chegada a um ponto do trajeto com pouca movimentação e iluminação para anunciar o assalto. “Provavelmente seria na BR-232 ou na BR-101, em um local mais esquisito. Mas conseguimos frustrar a tentativa”, relatou o oficial.

Os três suspeitos, um deles com passagem anterior pela polícia devido ao roubo de uma cinquentinha, foram encaminhados para a Central de Flagrantes, localizada em Campo Grande, na Zona Norte do Recife. “No local, foi realizado um inquérito de portaria e, como o crime não foi praticado e não houve vítimas, eles foram liberados”, explicou o sargento.

Ônibus sem dinheiro
Um projeto experimental para tentar reduzir o alto índice de assaltos aos coletivos será lançado na segunda-feira (11) pelo Grande Recife Consórcio e pelo sindicato das empresas de ônibus (Urbana–PE) . Pela primeira vez na Região Metropolitana, veículos de uma linha vão aceitar apenas vale-transporte. Também não haverá cobrador. A ideia é evitar o acúmulo de dinheiro e inibir a ação dos bandidos. A iniciativa vai começar na linha que leva passageiros do Terminal Integrado Abreu e Lima, no Grande Recife, para o TI Macaxeira, com oito veículos ao todo.

Insegurança nos coletivos
Dois assaltos a ônibus chamaram a atenção no Grande Recife na quarta-feira (29). Em um deles, dois passageiros foram baleados. O caso aconteceu no Curado I, perto do Residencial Guararapes, na Zona Oeste do Recife. Segundo testemunhas, após recolher objetos dos passageiros, o ladrão efetuou disparos. Uma mulher foi atingida de raspão na barriga. Recebeu os primeiros socorros e seguiu para o Hospital Pelópidas Silveira, mas foi liberada. Um homem, outro ferido, também seguiu para o mesmo hospital e foi transferido para o Hospital Getúlio Vargas. O bandido, de acordo com as testemunhas, conseguiu escapar.

Horas depois, a Polícia Militar prendeu quatro adolescentes e um jovem de 18 anos, nas proximidades do Largo da Paz, no bairro de Afogados, na Zona Sul do Recife. Eles eram suspeitos de assaltos a ônibus. Durante a abordagem, os policiais encontraram uma arma de fogo. Testemunhas relataram no local que os suspeitos chegaram a entrar no ônibus, mas que o motorista desconfiou do grupo e conseguiu avisar à polícia. Segundo a PM, o grupo estava planejando o crime quando foi preso. Os cinco foram encaminhados para a Delegacia de Polícia de Crimes Contra a Criança e o Adolescente, no bairro da Boa Vista, região central da capital.

Assaltos
Dados da Secretaria de Defesa Social (SDS) revelam o aumento no número de assaltos a Ônibus no Grande Recife, com 451 registros de janeiro a maio, um aumento de 42% em relação ao mesmo período do ano passado. O Recife é o líder no ranking de ações criminosas registradas, com 51% do total de notificações oficiais. Foram, ao todo, 213 ocorrências. Uma média de 43 casos por mês.

A SDS informou que houve aumento no número de abordagens, sobretudo, à noite, para coibir os assaltos. A secretaria também estuda a implantação de botão de pânico, sistema de rastreamento ligado ao Grande Recife Consórcio, além de  melhoria na qualidade das câmeras de segurança dos coletivos.

Como ações de combate aos assaltos em ônibus também foram reforçadas as abordagens aos coletivos, através da Operação Transporte Seguro da Polícia Militar. Segundo a SDS, de janeiro a maio, realizadas 11.912 abordagens, resultando na apreensão de seis armas de fogo, três armas brancas e 24 pessoas encaminhadas à delegacia.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.