No Acre, quilo do feijão chega a quase R$ 10 e inspira memes na web

Segundo Dieese, feijão carioquinha sofreu reajuste de 3,22%.
Consumidores falam em substituir alimento ou reduzir consumo.

Bandeira do Acre

Acreanos compartilharam memes sobre alta no preço do feijão (Foto: Reprodução/Facebook)

Acreanos compartilharam memes sobre alta no preço do feijão (Foto: Reprodução/Facebook)

O quilo do feijão está tão caro que o transporte do produto deve passar a ser feito por carros fortes. Essa é a ideia por trás de um dos memes compartilhados por acreanos nas redes sociais após o aumento no preço do alimento. No Acre, segundo estudo do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o feijão sofreu reajuste de 3,22% no mês de maio e pode chegar a quase R$ 10 em alguns supermercados.

A jornalista Ana Cristina Silveira conta que soube do aumento após receber os primeiros memes pelo WhatsApp. “Óbvio que [fiquei] espantada”.Com a situação, ela diz que pretende reduzir o consumo do produto.

Já a aposentada Cleuma Craveiro resolveu substituir o feijão tradicional pelo preto. “Estou pegando mais por causa disso do preço, procurando o que é mais em conta pra levar pra casa”, explica.

Em meme, internautas dizem que feijão deve ser transportado por carros-fortes após reajuste (Foto: Reprodução/Facebook)
Em meme, internautas dizem que feijão deve ser transportado por carros-fortes após reajuste
(Foto: Reprodução/Facebook)

Segundo o técnico do Dieese, Wesley de Brito, o aumento no preço do feijão é nacional. “Houve problemas de grandes chuvas na região Centro-Sul, que fez com que safras inteiras fossem perdidas, então o feijão que nos estamos consumindo, na verdade são os estoques que eles tinham, e dessa forma esses estoques vão de certa forma acabar, estão acabando então é de se esperar que o feijão vai ficar mais caro e o arroz também”, salienta.

Em um dos memes, os internautas criam um pôster falso anunciando feijão como o primeiro prêmio do título de capitalização AcreCap Legal. Em outro, o feijão passa a substituir a aliança de noivado.

Internauta do Acre propõe substituir aliança de noivado por um grão de feijão (Foto: Reprodução/Facebook)
Internauta do Acre propõe substituir aliança de noivado por um grão de feijão
(Foto: Reprodução/Facebook)

Cesta básica aumentou
Segundo o Dieese, o preço da cesta básica alimentícia aumentou 7,83% entre janeiro e maio deste ano em Rio Branco. Apesar disso, o órgão diz a capital acreana registrou uma redução de 2,49% em maio em relação a abril. O valor da cesta rio-branquense foi considerado o menor do país para o mês pesquisado.

Para adquirir os itens, o trabalhador local comprometeu em média 41,42% do salário mínimo líquido. Além do feijão outros itens sofreram reajuste, como a carne bovina de primeira (0,23%), o pão francês (1,69%) e o açúcar (0,77%).

Já entre o que que sofreram redução, o tomate e a banana são os destaques, com diminuição de 14,14% e 5,01%, respectivamente. Também ficaram mais baratos ao bolso do consumidor: leite integral (0,56%), arroz agulhinha (0,64%), farinha (0,32%), café (0,90%), óleo de soja (0,72%) e a manteiga (0,16%).

Colaborou Leandro Manhães, da Rede Amazônica Acre

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.