Justiça suspende liminar que impedia aumento da conta de água na Bahia

Decisão, que saiu nesta segunda, foi da desembargadora Maria do Socorro.
Com isso, o aumento na conta de de 9,95% já passa a valer, diz Embasa.

Bandeira do estado da Bahia

Dona de casa diz que água é interrompida logo após abertura de torneira, em Macapá (Foto: Abinoan Santiago/G1)

Conta de água e esgoto tem aumento de 9,95% na
Bahia. (Foto: Abinoan Santiago/G1)

A Justiça suspendeu a liminar que impedia o reajuste de 9,95% na tarifa de água e esgoto, autorizado pela Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa), previsto para começar a vigorar a partir desta segunda-feira (6).

A decisão foi da desembargadora Maria do Socorro Barreto Santiago, presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), que atendeu a interposição de recurso feita pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Com isso, o aumento na conta já passa a valer, segundo a empresa.

A liminar que suspendia o reajuste foi concedida pelo juiz Ruy Eduardo Almeida Britto, da 6ª Vara da Fazenda Pública, no dia 31 de maio. O juiz atendeu a uma ação civil pública que considera o reajuste abusivo pelo fato de o percentual de aumento autorizado ultrapassar o índice da inflação do período, que é de 9,83%, segundo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A desembargadora Maria do Socorro, no entanto, considerou a liminar que suspendia a revisão das tarifas “desprovida do acesso aos estudos técnicos que a motivaram” e destacou que a decisão “ofende a ordem pública, porquanto representa uma indevida ingerência do Poder Judiciário na competência do Executivo, por sua agência reguladora”.

Ainda conforme a decisão da desembargadora, a liminar pode comprometer a implantação de projetos de universalização do saneamento básico no Estado da Bahia, contrariando, em última análise, o interesse público.

A Embasa informou, por meio da assessoria de comunicação que, com a nova decisão da Justiça, o reajuste de 9,95% na tarifa de água e esgoto passa a vigorar a partir desta segunda, como já estava previsto desde que a Agersa autorizou o aumento, no final de abril. Confira abaixo a íntegra da nota enviada pela Embasa:

A Embasa informa que a suspensão da liminar que impedia o reajuste da tarifa da água e esgoto em sua área de atuação, ocorrida na sexta-feira (3), foi proferida após a interposição, pela empresa, de recurso de suspensão de segurança, medida judicial que visa resguardar a ordem, saúde, economia e segurança pública. A empresa informa ainda que outras medidas judiciais também estão sendo tomadas no processo.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.