Assaltantes aproveitam protesto para roubar loja em São Miguel do Guamá

Enquanto população protestava morte de jovem, 40 homens roubam loja.
Polícia Militar diz que policiamento faz ronda 24h em todos os dias.

Bandeira do estado do Pará

40 homens assaltam ponto comercial durante protesto em São Miguel do Guamá (Foto: Reprodução/TV Liberal)
40 homens assaltaram ponto comercial durante protesto em São Miguel do Guamá
(Foto: Reprodução/TV Liberal)

Uma quadrilha aproveitou o protesto da população de São Miguel do Guamá, nordeste do Pará, na BR-010, para saquear ponto comercial no cento da cidade. Os moradores protestavam contra a insegurança no município e pela morte do estudante Adan Olen, assassinado na última segunda-feira (30).

Enquanto o policiamento de São Miguel do Guamá estava concentrado no protesto realizado na noite de segunda-feira na BR-010, quarenta assaltantes chegaram de motos e carros para assaltar uma loja no cento da cidade. Eles levaram R$ 5 mil em roupas, calçados e material esportivo.

Para Charles Sodré, proprietário da loja roubada, os assaltos já fazem parte da rotina da população no município e agora tentará reforçar ainda mais a segurança de seu estabelecimento comercial para reduzir os prejuízos com os roubos. “Agora a gente vai colocar grades na frente para ver se dificulta, pra ver se fica mais protegido, porque São Miguel do Guamá está realmente perigoso”, desabafou.

De acordo com uma estatista levantada pela Polícia Militar (PM) de São Miguel do Guamá, são cometidos entre 35 e 40 assaltos na cidade por mês. Segundo o Major Francisco Galhardo, a PM mantém o policiamento 24h no município, e ainda atende os municípios de Irituia e Santa Maria do Pará.

“O município como São Miguel do Guamá, que possui 55 mil habitantes, a gente mantém o policiamento 24h. Realizamos várias operações durante todos os dias, manhã, tarde e noite, nos três turnos, e na madrugada mantemos o policiamento também na área”, informou o major.

A Polícia Civil está investigando os casos, mas até agora não prendeu nenhum dos envolvidos na morte de Adan ou no assalto à loja.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.