Página 148 de 366- Qual é a distância entre Vancouver e Adelaide?

Airbus A340-642 aircraft picture

Distância de Vancouver para Adelaide

A distancia é 13410 km ou 8333 milhas ou 7241 milhas náuticas
A distância é a distância do ar teórica (distância ortodrômica). Voar entre aeroportos dos dois locais pode ser uma distância diferente, dependendo da localização dos aeroportos e via real escolhida.

Mapa – caminho mais curto entre Vancouver e Adelaide

Map – Shortest path between Vancouver and Adelaide

Vancouver

Adelaide

O mapa é usando uma projeção que faz a terra e oceanos muito mais amplo perto do pólo sul e pólos norte. O título / curso / rolamento durante um voo varia na maioria dos casos. Roteiro com base na imagem da NASA.

A posição de Vancouver
Latitude: 49 ° 17 ‘Norte
Longitude: 123 ° 07 ‘Oeste
posição inicial: 250,7 ° oeste-sudoeste
título final: 228,7 ° Sudoeste

A posição de Adelaide
Latitude: 34 ° 56 ‘Sul
Longitude: 138 ° 36 ‘do leste
posição inicial: 48,7 ° Nordeste
título final: 70,7 ° leste-nordeste

Fonte  : timeanddate.com > Distance Calculator

Mega-Sena, concurso 1.821: apostas de Bahia e Pará levam R$ 19,9 milhões

Veja as dezenas sorteadas: 19 – 22 – 31 – 36 – 52 – 53.
Quina teve 84 apostas ganhadoras; cada uma vai levar prêmio de R$ 41,8 mil.

Bandeira do Brasil

Duas apostas acertaram as seis dezenas do concurso 1.821 da Mega-Sena e vão levar 19.896.531,79 cada uma. As apostas são de Salvador (BA) e Belém (PA). O sorteio foi realizado na noite desta quarta-feira (25) em Alto Jequitibá (MG).

Veja as dezenas: 19 – 22 – 31 – 36 – 52 – 53.

A quina teve 84 apostas ganhadoras, e cada uma vai levar R$ 41.772,19. A quadra teve 6.145 apostas ganhadoras, e cada uma vai ganhar R$ 815,73.

O concurso 1.822 será realizado no sábado (28). A estimativa de prêmio é de R$ 2,5 milhões, segundo a Caixa Econômica Federal.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília) do dia do sorteio, em qualquer lotérica do país. A aposta mínima custa R$ 3,50.

Probabilidades
A probabilidade de vencer em cada concurso varia de acordo com o número de dezenas jogadas e do tipo de aposta realizada.

Para a aposta simples, com apenas seis dezenas, com preço de R$ 3,50, a probabilidade de ganhar o prêmio milionário é de 1 em 50.063.860, segundo a Caixa.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 17.517,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003.

 

G1.COM.BR

Deputados aprovam decreto que derruba vistoria ambiental do Detran

Projeto de decreto legislativo foi aprovado e começa a valer após publicação.
Todos os deputados votaram a favor de derrubar a taxa.

Bandeira do estado do Tocantins

Deputados durante votação na Assembleia Legislativa do Tocantins (Foto: Benhur de Sousa/Assembleia Legislativa/Divulgação)Deputados durante votação na Assembleia Legislativa do Tocantins
(Foto: Benhur de Sousa/Assembleia Legislativa/Divulgação)

Os deputados aprovaram na tarde desta quarta-feira (25) um projeto de lei que susta os efeitos da portaria que instituía a Inspeção Veicular Ambiental. A partir dela o Departamento de Trânsito do Tocantins (Detran) e a Secretaria do Meio Ambiente regulamentaram a cobrança. A vistoria passou pelos próprios deputados em outubro de 2015, quando outras 11 taxas do departamento foram reajustadas.

Conforme a Assembleia, a votação foi unânime e por se tratar de um projeto de decreto legislativo não precisa de sansão do governador do Estado. Deste modo, basta a publicação no diário oficial da casa. O que deve ser feito ainda nesta quinta (25).

O projeto que derrubava a vistoria foi de autoria do deputado Ricardo Ayres (PSB). A taxa foi cobrada por 10 dias, no começo de maio. Depois foi suspensa por decisão da juíza Silvana Parfieniuk. Além disso, o pleno do Tribunal de Contas do Estado (TCE) suspendeu os efeitos da portaria.

“O serviço é desnecessário por que o estado sequer tem 700 mil veículos e a resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente torna facultativo para estados e municípios que tenham até 1 milhão de veículos. Além da tarifa, que é exorbitante. O IPVA já é bastante caro, o que poderia levar o Detran a deduzir essa inspeção do próprio imposto”, comentou o deputado.

Segundo ele, outros dois projetos precisam ser aprovados para terminar de vez com a possibilidade da cobrança. “Um referente a revogação da Lei nº 2.564, de 2012, que permite transferir a realização do serviço de Inspeção Veicular Ambiental à empresa particular e outro projeto que exclui do Código Tributário Estadual a cobrança da taxa”, explicou.

Quem já pagou
De acordo com o Ricardo Ayres, quem já pagou pode tentar restituir o dinheiro. “Os condutores devem procurar primeiramente o Detran para saber se existirá alguma devolução. Se não tiver pode procurar os meios judiciais. Uma vez que o decreto aprovado hoje produz efeito daqui por diante. Ou seja, quando estava em vigência, a vistoria era legal.”

Entenda
A cobrança começou a ser feita no dia 2 de maio. A taxa varia entre R$ 142 e R$ 237 e deveria ser paga todo ano, a partir do segundo licenciamento dos veículos.

Segundo a decisão da juíza Silvana Maria Parfieniuk, o Departamento de Trânsito do Estado do Tocantins (Detran) contratou os serviços de inspeção delegados a empresa O2 Vistoria Ambiental mediante simples processo de credenciamento, sem realização de licitação.

O valor recebido tinha como destino 10% para o Detran e 10% para Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). O restante, 80%, ficaria com a empresa terceirizada.

Além disso, o TCE apontou que a empresa não comprovou qualificação técnica de 50 mil inspeções nos últimos cinco anos. Isso porque foi criada em dezembro de 2015. O órgão também afirmou que há um vínculo de parentesco entre o dono da O2 e o dono da empresa Aliança Vistoria e Certificação Automotiva, que realiza outras vistorias para o Detran.

O Detran foi procurado, mas ainda não apresentou resposta.

 

G1.COM.BR

Em RR, venezuelanos, colombiana e brasileira são presos com 9 kg droga

Grupo foi preso pela Civil com cocaína, arma, medicamentos e dólar.
Brasileira fazia conexão entre a Venezuela e o comércio local, diz delegado.

Bandeira do estado de Roraima

Além da droga foram apreendidos celulares, arma, medicamento e dinheiro  (Foto: Jackson Félix/ G1 RR)
Além da droga foram apreendidos celulares, arma, medicamento e dinheiro
(Foto: Jackson Félix/ G1 RR)

Quatro venezuelanos, uma brasileira e uma colombiana foram presos por tráfico de drogas na tarde desta quarta-feira (25) no bairro Senador Hélio Campos, na zona Oeste de Boa Vista. Com eles, a Polícia Civil encontrou 9 kg de cocaína, celulares, uma arma de fogo, medicamento ilegal e 5 mil dólares de origem do tráfico.

Os venezuelanos são José Gregório Sanchez Lovera, Yneth Andreina Carballo Salinas, Ovidio Antonio Hurtado Melendez e Edgar David Jamillo Viloria, a colombiana presa foi identificada por Brigte Lady Briana Gonzalez e a brasileira, segundo a Civil, é Maria Luziane Sousa, que está grávida.

Conforme o titular da Delegacia de Repressão a Entorpecente (DRE), delegado João Evangelista, os traficantes estavam todos no mesmo local, em um condomínio no bairro Senador Hélio Campos.

Quatro venezuelanos, uma brasileira e uma colombiana foram presas por tráfico de drogas  (Foto: Jackson Félix/ G1 RR)
Quatro venezuelanos, uma brasileira e uma
colombiana foram presas por tráfico de drogas
(Foto: Jackson Félix/ G1 RR)

O local servia de abrigo para os traficantes venezuelanos e era onde funcionava os trabalhos da quadrilha.

“A brasileira fazia a conexão entre os venezuelanos e o mercado local, enquanto ele [os venezuelanos] pegavam a droga da colombiana, que recebia parte da droga do seu país de origem”, disse Evangelista.

Os integrantes grupo serão autuados por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse ilegal de arma. O delegado disse ainda que os estrangeiros envolvidos devem responder pelos mesmo crimes.

Na quinta (26) eles seguem para audiência de custódia. Dependendo do resultado da decisão, serão conduzidos ao sistema prisional.

A ação conjunta foi realizada pelo Departamento de Narcótico (Denarc), agentes da DRE e o Grupo de Inteligência da Polícia Civil.

De acordo com delegado Márcio Amorim, do Denarc, esta é quarta apreensão de drogas em menos de duas semanas. Ele informou que mais pessoas devem ser presas ao longo das investigações de combate ao tráfico no estado.

 

G1.COM.BR

Moto roubada no AC é achada dentro de rio, em Ariquemes, RO

Veículo foi encontrado por grupo de amigos que banhavam no local.
Nenhum suspeito de ter praticado o crime foi localizado pela polícia.

Bandeira do estado de Rondônia

Uma motocicleta roubada em Rio Branco (AC) foi encontrada na terça-feira (24), submersa nas águas do Rio Branco, próximo da RO-257, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. De acordo com a Polícia Militar (PM), o veículo foi encontrado por um grupo de amigos que nadavam na localidade. Nenhum suspeito foi localizado.

Conforme boletim de ocorrência, depois de localizar o veículo, os jovens retiraram a moto de dentro da água e acionaram a polícia. O veículo foi removido até o pátio da Delegacia de Polícia Civil de Ariquemes.

Ao realizar a consulta no sistema, os policiais constataram que o veículo havia sido roubado no município. Após ser constatado o roubo, o proprietário do veículo foi notificado para poder ter o veículo restituído.

 

G1.COM.BR

Doações de sangue caem 40% no Hemopa

Há mais necessidade de sangue tipo O Negativo, AB Positivo e A Positivo.
Podem dar sangues pessoas de 16 a 69 anos.

Bandeira do estado do Pará

A Fundação Hemopa convoca doadores para recuperar o estoque de sangue do hemocentro. A redução foi de aproximadamente 40% no número de doações, sendo que a maior necessidade recai sobre os tipos O Negativo, AB Positivo e A Positivo.

Para restaurar o banco de sangue e garantir atendimento integral da demanda transfusional da rede hospitalar do Estado, com mais de 200 hospitais, o hemocentro paraense promoverá a campanha “13 é Santo Antônio, 24 é São João, 29 é São Pedro e todo dia é do doador. Doe sangue”, e que será deslanchada no período de 11 a 18 de junho, para elevar o número de coletas e atender as necessidades dos pacientes que dependem desse gesto para sobreviver ou melhorar a qualidade de vida, como pacientes com doenças hematológicas crônicas que precisam receber transfusão a vida toda.

Critérios da doação
Podem doar sangue pessoas com boa saúde, que tenham entre 16 e 69 anos e pesem acima de 50 quilos. Menores de 18 anos podem doar somente com autorização dos pais ou responsável legal. É necessário portar documento de identidade original e com foto, além de estar bem alimentado. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três. Para fazer o cadastro de doadores de medula óssea, o candidato deve estar bem de saúde, ter entre 18 e 55 anos e portar documento de identidade original e com foto.

Serviço
A Fundação Hemopa fica na Travessa Padre Eutíquio, 2109, em Batista Campos, e a Estação de Coleta Hemopa-Castanheira, no térreo do Pórtico Metrópole (BR-316, km 1). As coletas são feitas de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Mais informações pelo Alô Hemopa (0800 280 8118).

 

G1.COM.BR

Amazonas receberá R$ 1,6 milhão do repasse de maio do Fundeb

Municípios receberão 25% do valor total de recursos repassados ao estado.
Estado recolhe 75% do montante repassado pelo Tesouro Nacional.

Bandeira do estado do Amazonas

O Amazonas receberá R$ 1.637.805,00 em recursos para composição do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

A Subsecretária de Relações Financeiras Intergovernamentais do Tesouro Nacional divulgou os valores que serão repassados aos estados, ao Distrito Federal e aos municípios brasileiros relativos ao mês de maio de 2016. A portaria foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta terça-feira (24).

No caso do Amazonas, do total de recursos que serão repassados, 75% serão transferidos para o estado R$ 1.228.353,75 e os demais 25% para os municípios R$ 409.451,25.

A transferência de parcelas das receitas federais arrecadadas pela União aos estados ao Distrito Federal e aos municípios está prevista na Constituição. O rateio da receita proveniente da arrecadação de impostos entre os entes federados representa um mecanismo para amenizar as desigualdades regionais, na busca de promover o equilíbrio socioeconômico entre estados e municípios.

 

G1.COM.BR