Ceará enfrenta problemas de logística para organizar viagens da Série B

Ceará Sporting Club / 1970 - 2002

Antes mesmo de a bola rolar, a Série B do Brasileiro já causa dor de cabeça no Ceará. A preocupação em Porangabuçu é quanto a dificuldade que o clube deve ter para fazer deslocamentos aéreos para cidades onde o time deve atuar, em função da queda brusca na oferta voos diretos, situação agravada pela crise econômica vivida pelo país. Temendo sofrer com viagens desgastantes em parte dos 19 jogos que o time fará fora de casa na competição, a diretoria alvinegra, com apoio de outros clubes nordestinos impactados com o novo cenário, promete acionar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) – que custeia as passagens – em busca de solução.

De acordo com o gerente de futebol do Ceará, Carlos Kila, a Gol, empresa que possui contrato para fornecer passagens a CBF, reduziu em 40% o número de voos, incluindo o trajeto Fortaleza-São Luís, para onde o Vovô se deslocará para enfrentar o Sampaio Corrêa. “Nesse caso, hoje, teríamos que viajar de Fortaleza para Brasília e de lá pegarmos outra aeronave para São Luís. E na volta fazer o mesmo caminho. No Nordeste, por exemplo, só temos voos diretos para Recife e Salvador. Os voos-base ficaram em Brasília, São Paulo e Rio. É um absurdo”, disparou o dirigente, que já tem claro em mente a reivindicação que será feita junto à entidade gestora do futebol brasileiro. “Estamos reivindicando uma correspondência explicando ao diretor de competições da CBF a nossa dificuldade e o que queremos é o endosso para viajar por outras empresas. Enviamos uma correspondência ao Diretor de Competições e estamos tentando fazer chegar ao presidente da CBF para que tenha, sensibilidade para resolver, senão fica difícil”, bradou.

Em 2016, a Série B conta com clubes de 17 cidades diferentes, em meio aos 20 clubes. No Nordeste, além de São Luís, o Ceará deve encontrar dificuldades para viajar até Maceió-AL, local da primeira parada do time fora de casa, na 2ª rodada, contra o CRB, no dia 21 de maio. Antes disso, no dia 14, o time estreia na competição contra o Paysadu, em Fortaleza.

REUNIÃO À VISTA

A CBF já se pronunciou afirmando que irá conversar com os clubes sobre o problema. A ocasião deve ser a reunião operacional das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, que está marcada para a próxima semana, na sede da entidade, no Rio de Janeiro.

Fonte : Jornal O POVO – 07/05/2016

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.