PSDB fora do governo Temer “seria bizarro”, diz Serra

Notícia Publicada em 24/04/2016 18:10

Serra é um dos nomes cotados para fazer parte de um eventual governo Temer

O senador José Serra (PSDB) em manifestação pelo impeachment de Dilma, na Avenida Paulista, em 13 de dezembro de 2015 (O Financista/Márcio Juliboni)
O senador José Serra (PSDB) em manifestação pelo impeachment de Dilma, na Avenida Paulista, em 13 de dezembro de 2015 (O Financista/Márcio Juliboni)

SÃO PAULO – O senador José Serra (PSDB-SP) usou seu perfil oficial no Facebook para defender a entrada de seu partido em um eventual governo de Michel Temer, caso o impeachment da presidente Dilma Rousseff passe no Senado.

“Seria bizarro o PSDB ajudar a fazer o impeachment de Dilma e depois, por questiúnculas e cálculos mesquinhos, lavar as mãos e fugir a suas responsabilidades com o país”, afirmou Serra.

O vice-presidente pode assumir o governo ainda no mês de maio caso a presidente Dilma Rousseff perca o processo de impeachment que sofre no Congresso. Aprovado por larga maioria na Câmara dos Deputados, o impedimento tramita agora no Senado.

Serra é um dos nomes cotados para o ministério de Temer, caso ele assuma.

Temer recebeu economistas e lideranças políticas em sua residência oficial, o Palácio do Jaburu, neste fim de semana.

Entre os convidados estavam o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, o ex-ministro e presidente do PSD, Gilberto Kassab, e Romero Jucá, senador e presidente em exercício do PMDB.

“Estamos discutindo um futuro governo, mas não convidamos ninguém”, disse Jucá.

 

O ANTAGONISTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.