Em áudio, Temer fala como se impeachment já tivesse sido aprovado, diz Folha

Notícia Publicada em 11/04/2016 16:16

Vice-presidente se dirige ao povo brasileiro após ter se recolhido há mais de um mês

Vice-presidente Michel Temer enviou discurso de 15 minutos a parlamentares de maneira "acidental" (Valter Campanato/Agência Brasil)
Vice-presidente Michel Temer enviou discurso de 15 minutos a parlamentares de maneira “acidental” (Valter Campanato/Agência Brasil)

SÃO PAULO – O vice-presidente Michel Temer enviou um discurso de 15 minutos a parlamentares de seu partido, o PMDB, em que fala como se o processo de impeachment da presidente Dilmna Rousseff já tivesse sido aprovado pela Câmara dos Deputados. A informação é do jornal Folha de S. Paulo.

Temer se dirige ao povo brasileiro e diz que, após ter se recolhido há mais de um mês – “para não aparentar que eu tivesse cometendo algum ato com vistas a ocupar o lugar da senhora presidente da República” -, muitos o procuraram em busca de uma resposta preliminar, por estarem preocupados com a situação do país.

Em trecho da gravação, Temer afirma: “agora, quando a Câmara dos Deputados decide por uma votação significativa declarar a autorização para a instauração de processo de impedimento contra a senhora presidente.”

Fonte próxima ao peemedebista indicou que o vice-presidente enviou o aúdio para o grupo errado no WhatsApp. Temer teria gravado uma mensagem para ser avaliada por sua equipe de comunicação com um eventual pronunciamento que ele distribuiria caso a continuidade do impeachment de Dilma fosse confirmado e o processo fosse encaminhado ao Senado.

Como os destinatários foram alguns peemedebistas favoráveis ao impeachment da presidente, estes teriam tratado de espalhar a fala de Temer.

“Acidente”

Procurada pela reportagem de O Financista, a assessoria de imprensa do vice-presidente afirmou que o envio do áudio aos seus aliados aconteceu de maneira acidental.

A assessoria de Temer disse à Reuters que a mensagem foi seguida por outra pedindo que a mensagem com o áudio fosse desconsiderada.

(Com Reuters)

(Atualizada às 16h56)

 

O FINANCISTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.