Em Cuba, Obama não é visto com um presidente americano ‘cretino

Notícia Publicada em 20/03/2016 15:20

Barack Obama vai ser nos próximos dias o assunto principal em cada esquina de Havana

Cuba (Thomassin Mickaël/ Flickr)
Cuba (Thomassin Mickaël/ Flickr)

Barack Obama vai ser nos próximos dias o assunto principal em cada esquina de Havana, com exceção do “paredão dos cretinos”, o mural que Cuba reservou aos presidentes dos Estados Unidos antes de que ganhassem popularidade na ilha comunista.

Visita quase obrigatória dos turistas, o Museu da Revolução, que exalta os atos guerrilheiros protagonizados pelos irmãos Castro, exibe em seu primeiro andar um mural dos anti-heróis.

Ronald Reagan é um ‘caubói’, George Bush pai um imperador romano e seu filho George W. Bush usa um capacete nazista do qual saem orelhas de burro.

Estão representados todos os ex-presidentes de Estados Unidos, mas, principalmente os “cretinos”, que teriam ajudado a “fortalecer e consolidar a Revolução” “tornar irrevogável o socialismo”, segundo as placas escritas em inglês, francês e espanhol.

 

O FINANCISTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.