Grêmio 2 x 1 Atlético Mineiro

No embalo de joias, Grêmio bate Galo, garante G-3 e acirra briga por vice

Terceiro colocado, Tricolor aplica 2 a 1, na Arena, com gols de Everton e Luan, e diminui para um ponto distância para vice-líder Galo; Pratto desconta para mineiros

Em um Brasileirão com campeão decidido com três rodadas de antecedência, tinha tudo para ser uma última rodada fria na ponta de cima da tabela. Tinha. Diga isso a gremistas e atleticanos. No embalo dos meninos Luan e Everton, o Grêmio bateu o Atlético-MG por 2 a 1 na Arena, neste domingo, pela 37ª rodada, garantiu a vaga direta na Libertadores e entrou de vez na briga pelo vice. Lucas Pratto até descontou para o Galo, mas não impediu o revés mineiro. E fica tudo para o próximo domingo.

O resultado em Porto Alegre reduz para um ponto a distância entre as duas equipes na tabela. O Atlético-MG é 2º colocado, com 66 pontos. O Tricolor vem logo atrás, em terceiro, com 65. Os dois times voltam a campo para a 38ª e última rodada (eletrizante) no próximo domingo, às 17h. Os gremistas encaram o já rebaixado Joinville na Arena Joinville. Os mineiros recebem a Chapecoense, sem maiores pretensões, no Mineirão.

Everton Grêmio x Atlético-MG (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)
Grêmio bateu Galo por 2 a 1 na Arena (Foto: Lucas Uebel/Divulgação Grêmio)

Os 39.662 torcedores que tomaram a Arena já esboçavam sinais de frustração diante de 30 minutos iniciais sonolentos de Grêmio e Atlético-MG. À exceção de pênalti reclamado pelos gremistas após a bola atingir o braço de Rafael Carioca, o duelo parecia morno. Bastou um lampejo de talento, porém, para incendiá-lo. Aos 30, Everton tabelou com Marcelo Oliveira, limpou com facilidade a marcação de Leandro Donizete e chutou forte, no contrapé de Victor, para abrir o placar. O Galo ensaiou sua resposta com arrancadas insinuantes e jogadas individuais de Douglas Santos e Dátolo. Numa delas, o argentino foi derrubado por Pedro Geromel dentro da área. Pênalti, que seu conterrâneo Lucas Pratto converteu com categoria para igualar o escore na primeira etapa: bola para um lado, arqueiro para o outro.

A segunda etapa contradisse, de certa forma, a lógica. Em busca do triunfo para manter vivas as chances do vice-campeonato, Roger sacou Pedro Rocha no intervalo para mandar a campo Bobô. Tentava deixar o Grêmio mais ofensivo, mas foi o Galo do interino Diogo Giacomini que se lançou ao ataque e empilhou duas chances de gol. Primeiro aos 11, com Luan, em uma bomba salva por Marcelo Oliveira em cima da linha. Depois, aos 17, com Giovanni Augusto, que chutou para boa defesa de Bruno Grassi – o titular, Grohe, deixou o campo na primeira etapa, com dores n do pé esquerdo. Quem marcou, por ironia, foi o Tricolor, com Luan. O garoto cobrou falta à La R10, por baixo da barreira e surpreendeu Victor, que, imóvel, nada fez para impedir o tento da vitória gremista.

 

GLOBO ESPORTE.COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.