Sistema de GPS em ônibus pode ser implantado a partir de 2016, diz CTMac

Monitoramento prevê reduzir atrasos e demora nos coletivos de Macapá.
Medida integra acordo com empresas feito após aumento do valor da tarifa.

Bandeira do estado do Amapá

Ônibus voltaram a circular normalmente em Macapá (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

Ônibus vão ser monitorados em tempo real em
toda a cidade (Foto: Fabiana Figueiredo/G1)

Os atrasos de ônibus em Macapá poderão ser reduzidos a partir de 2016, segundo previsão da Companhia de Trânsito e Transportes de Macapá (CTMac), que informou, nesta terça-feira (24), a finalização da implantação de aparelhos de GPS nos veículos que circulam na capital.

O mecanismo pretende apresentar em tempo real a localização do ônibus em circulação, conforme a companhia.

Para a diretora-presidente da CTMac, Cristina Baddini, a novidade vai permitir uma análise mais precisa de horários dos ônibus e duração dos itinerários.

A implantação dos equipamentos faz parte de um acordo judicial feito entre a companhia e as empresas que operam o serviço em Macapá.

O acordo aconteceu após o reajuste da tarifa do transporte urbano em 5 de setembro, que passou de R$ 2,10 para R$ 2,75. “No sistema de gerenciamento temos uma tela onde a CTMac vai poder ter condição de visualizar e saber onde estão [os ônibus]. Com esse controle operacional por GPS teremos condições de ligar para a empresa e ela atenderá o bairro”, reforçou Baddini, em entrevista à Rede Amazônica no Amapá.

A companhia adiantou também a previsão de inserção de corredores exclusivos de ônibus, que pretendem facilitar o acesso dos veículos, dos bairros até o Centro da capital. Segundo a diretora-presidente, pelo menos três corredores com trechos podem receber recursos para início das obras do Ministério das Cidades.

“Nesses corredores teremos ônibus grandes, com ar-condicionado, e teremos ônibus menores dentro dos bairros para que eles possam circular até a pessoa e que o veículo a deixe na linha principal [corredor] pagando só uma passagem“, acrescentou Baddini. 

Ainda para o próximo ano, a CTMac pretende aumentar a frota de transporte coletivo, que atualmente chega a 220 carros. A expansão vai atender prioritariamente bairros mais distantes do Centro, e que rotineiramente reclamam da demora e baixa disponibilidade de ônibus, como Cuba de Asfalto, Nova Esperança, Fortaleza, Goiabal e a comunidade do Curiaú.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.