Carro pega fogo na BR-174 em Roraima; ninguém se feriu, dizem Bombeiros

Segundo corpo de bombeiros, curto circuito causou acidente.
Bombeiros diz que carros em estado precário são ‘bomba ambulante’.

Bandeira do estado de Roraima

Carro pegou fogo a 19 km da sede de Pacaraima (Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Carro pegou fogo a 19 km da sede de Pacaraima, interior do estado

(Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros)

Um carro modelo Pampa pegou fogo na manhã desta quarta-feira (18) na BR-174, a 19 km do município de Paracaraima, no Norte de Roraima. Segundo o Corpo de Bombeiros do município, no veículo estavam o motorista e o filho, mas eles saíram do ocorrido sem ferimentos graves.

O fogo provavelmente foi causado por um curto-circuito na bateria do veículo, tendo em vista que o carro era de um modelo antigo, informou a corporação. “O carro deu perda total. Queimou o motor e a cabine, só não a carroceria”, relatou o tenente Galvão, comandante do Corpo de Bombeiros de Pacaraima.

Segundo Galvão, uma guarnição da corporação que voltava de um atendimento se deparou com a ocorrência e controlou a situação com extintores. O tenente não soube informar se o homem transportava gasolina comprada na Venezuela.

“Como é de costume as pampas transportarem gasolina aqui em Pacaraima, se deduz que ele estava carregando, mas não temos essa confirmação. Provavelmente não, pois ele estava indo no sentindo Boa Vista-Pacaraima. Devia estar indo abastecer”, declarou o tenente.

Após o controle do fogo, o motorista e o filho foram deixados junto ao carro para tomar as providências necessárias, já que não foi preciso levá-los a Unidade Permanente de Saúde (UPS) de Pacaraima, pois os mesmos não sofreram ferimentos graves. “Só houve um desconforto no braço do motorista em razão do calor, mas não chegou a queimar”, disse o camandante.

Bomba ambulante
Galvão contou que a situação dos ‘pampeiros’ – nome dado às pessoas que vão para a Venezuela comprar gasolina para revender em carros como a Pampa – é precária. Segundo ele, os veículos são uma bomba ambulante e podem a qualquer momento explodir na BR.

“90% desses pampeiros que fazem viagens para cá são carros arrematados em leilões e em condições precárias, com o mínimo de segurança para andar. Na linguagem mais vulgar são uma ‘bomba ambulante’ e a qualquer momento podem explodir na BR”, lamentou o comandante.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.