Rede Record tem que esquecer a existência da Rede Globo

Arão (Petrônio Gontijo) cobra Moisés (Guilherme Winter) pela falta de comida. O libertador ora e pede a Deus que envie provisõe em "Os Dez Mandamentos"

Arão (Petrônio Gontijo) cobra Moisés (Guilherme Winter) pela falta de comida. O libertador ora e pede a Deus que envie provisõe em “Os Dez Mandamentos”

É necessário deixar certas questões esclarecidas, para que ninguém se deixe levar por conclusões precipitadas: bons resultados de “Os Dez Mandamentos” à parte, a diferença entre Globo e Record, no quesito produzir novela e valendo-se de uma referência geográfica, ainda é bem superior à distância do Egito ao Brasil. E isto em todos os itens.

Não existem termos possíveis de comparação, embora vez por outra surjam tentativas de colocar as duas em uma situação de igualdade, a séculos de ser atingida. O mais justo é haver o reconhecimento que, graças aos esforços e ao trabalho dos seus profissionais, hoje a Record chegou ao seu maior sucesso na teledramaturgia. E ponto. Outros, com a mesma repercussão ou brilhantismo serão necessários para o seu esperado estabelecimento neste campo.

O que a Record tem que fazer, e isto já foi aqui colocado zilhões de vezes, é se preocupar com a sua própria existência. Procurar, definitivamente, ser ela mesma e de vez esquecer que a Globo existe. Nem Freud explica tamanha fissura.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.