Prefeito de Cuiabá anuncia corte de cargos e fim de gratificação na Saúde

Mauro Mendes (PSB) diz que redução é reflexo da crise econômica no país.
Escritório em Brasília será fechado e telefones serão reduzidos, afirmou.

Bandeira do estado deMato Grosso

Prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), durante anúncio de cortes. (Foto: Tchélo Figueiredo/Secom-Cuiabá)

Prefeito de Cuiabá, Mauro Mendes (PSB), durante
anúncio. (Foto: Tchélo Figueiredo/Secom-Cuiabá)

A Prefeitura de Cuiabá anunciou, pela segunda vez em menos de um ano, uma medida de contenção de despesas que inclui, entre outras coisas, cortes de linhas de telefone e frotas de veículos que servem ao município, fechamento do escritório mantido em Brasília (DF) e demissão de servidores comissionados e contratados. A medida foi anunciada pelo prefeito Mauro Mendes (PSB) na última quinta-feira (5).

De acordo com o prefeito, os cortes são reflexo da queda de arrecadação provocada pela crise econômica e a forma encontrada para garantir o pagamento dos salários dos servidores em dia e a manutenção dos serviços essenciais como saúde, educação e limpeza pública. Em dezembro de 2014 o município já havia passado por uma reforma administrativa com corte de pessoal e de despesas de custeio.

“Alguns contratos e tipos de serviço obrigatoriamente serão cancelados, para não deixar restos a pagar para 2016. Chega em janeiro e situação não muda e tem aquela despesa para pagar. Como vai ser? Porque o nosso problema não é terminar o ano. Nossa questão é administrar a prefeitura até dezembro de 2016”, afirmou, durante reunião com o secretariado.

Mendes determinou aos secretários a redução de 15% no valor total de cargos comissionados (DAS) e contratos; redução de 25% da frota de veículos oficiais – inclusive de carros que atendam aos secretários -; redução de 30% das linhas telefônicas e cancelamento de empenhos de despesas não obrigatórias e não essenciais.

O prefeito também determinou o fechamento do Escritório de Representação em Brasília, a extinção do ‘prêmio-saúde’ para a área meio da Secretaria Municipal de Saúde e negociação para redução de 20% do valor dos contratos com fornecedores.

O impacto que tais medidas terão será anunciado nesta semana, após a entrega, por parte dos secretários, de relatórios com os valores a serem economizados em cada pasta.

Obras
Segundo Mendes,  a redução de despesas também possibilitará à prefeitura concluir obras já iniciadas na capital, como é o caso do novo Pronto-Socorro de Cuiabá e das Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), da construção dos projetos Porto Cuiabá e Parque das Águas e sa revitalização do parque Tia Nair.

O programa Novos Caminhos, que tem por meta asfaltar 300 km de ruas da capital até 2016 – dos quais 200 km já foram concluídos e entregues –, e a conclusão de 500 km de recapeamento da cidade também estão entre as prioridades da administração municipal, segundo o prefeito.

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.