Nenhuma morte foi registrada no feriadão nas rodovias federais do Amapá

Operação Finados abordou 638 veículos e 1.087 pessoas nas rodovias.
Barreiras foram montadas entre 30 de outubro e 2 de novembro.

PRF do Amapá monitora rodovias para evitar violências no trânsito (Foto: PRF/Divulgação)

PRF do Amapá monitora rodovias para evitar
acidentes do trânsito (Foto: PRF/Divulgação)

Não houve registro de morte no feriado prolongado de Finados que iniciou na sexta-feira (30) e encerrou na segunda-feira (2), informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF). O balanço de atividades foi divulgado nesta terça-feira (3).

Nos dias de fiscalizações, um total de 638 veículos e 1.087 pessoas foram abordadas na BR-156 e BR-210. Foram verificados o estado de veículos, excesso de velocidade, uso de capacete, de cinto de segurança e acomodação para crianças.

Entre as 111 autuações feitas, quatro pessoas foram multadas por dirigirem alcoolizadas, e outros 10 foram notificados por dirigirem acima da velocidade permitida. O maior número de infrações foi registrado entre motoristas que dirigiam sem cinto de segurança, 47 no total.

As equipes montaram barreiras também no trecho da BR-210 que fica na Zona Urbana de Macapá. Os policiais monitoraram o fluxo de carros em frente ao cemitério São Francisco de Assis, onde se concentrou um grande número de pessoas para o Dia de Finados.

Nas abordagens, alguns motoristas assistiram a palestras e vídeos educativos para conscientização e trânsito seguro, através da Comissão Regional de Educação para o Trânsito (Cret).

 

G1.COM.BR

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.