James Akel is against the outsourcing of journalism and entertainment of TV Record

TV RECORD CAN self-destruct IN 2016

The TV Record the project to outsource the entertainment area and much of journalism is an act of involuntary self-destruction.

The goal of economy, commit wrongdoing administration.

We will combine to end now with the Ten Commandments novel and put in place Slave Mother should be celebrated by Globo TV that will take back the IBOPE who lost to current novel.

The Ten Commandments is able to stay in the air for another year and to ensure good IBOPE station.

But they will end up with this and believe that the new novel will keep the IBOPE.

Outsource the entertainment for a producer of Casablanca name is to disregard that Casablanca is the most expensive producer in Brazil and that it presented certain price is because it gives a lot cheaper to do the same at home.

But this know who the branch and it seems that TV Record needs people like that.

Outsource journalism is an act that can be considered insane.

TV Record has just won the two top prizes of Brazilian journalism, Esso and Wladimir Herzog, with the program Record Reporter investigation, which is a program done indoors with equipment of the house and staff house.

We will tell you something that unfortunately the command of TV Record that decided to outsource all have no idea.

TV like all art deals with egos.

And every great brand deals with self-esteem of those who work in the big brand company.

And the TV Record is a great brand company.

Workers of a big brand company is proud to work in the company and thus produce more.

There is a professional security that gives tranquility and family with this one works without worrying about the future.

This same person working on independent production, which will work only for a short time determined causes the person to work wondering what is your future and your next job.

All people working in independent production is because they have no job at a radio station.

If the command of TV Record understand this, and do not understand never think to outsource both entertainment or journalism station.

 

James Akel in 22 October 2015

James Akel é contra a terceirização do entretenimento e do jornalismo da TV Record

TV RECORD PODE SE AUTODESTRUIR EM 2016

O projeto da TV Record de terceirizar a área de entretenimento e grande parte de jornalismo é um ato de autodestruição involuntária.

No objetivo de economia, cometem ato errado de administração.

Vamos combinar que acabar agora com a novela Dez Mandamentos e colocar no lugar Escrava Mãe deve ser comemorado pela TV Globo que vai pegar de volta o ibope que perdeu pra novela atual.

Os Dez Mandamentos tem condições de se manter no ar por mais um ano e assegurar bom ibope pra emissora.

Mas vão acabar com isto e acreditam que a nova novela vai manter o ibope.

Terceirizar o entretenimento pra uma produtora de nome Casablanca é desconsiderar que a Casablanca é a mais cara produtora do Brasil e que se ela apresentou determinado preço é porque dá pra fazer bem mais barato em casa mesmo.

Mas isto sabe quem é do ramo e parece que a TV Record carece de gente assim.

Terceirizar jornalismo é um ato que se pode considerar insano.

A TV Record acabou de ganhar os dois prêmios mais importantes do jornalismo brasileiro, Esso e Wladimir Herzog, com o programa Repórter Record investigação, que é um programa feito dentro de casa com equipamento da casa e pessoal da casa.

Vamos contar uma coisa que infelizmente o comando da TV Record que decidiu terceirizar tudo não tem a menor ideia.

Televisão igual toda arte lida com egos.

E toda grande marca lida com autoestima de quem trabalha na empresa de grande marca.

E a TV Record é uma empresa de grande marca.

Os trabalhadores de uma empresa de grande marca tem orgulho de trabalhar na empresa e com isto produzem muito mais.

Existe uma segurança profissional que dá tranquilidade familiar e com isto a pessoa trabalha sem se preocupar com o futuro.

Esta mesma pessoa trabalhando numa produtora independente, onde vai trabalhar apenas durante pouco determinado tempo faz com que a pessoa trabalhe pensando no que será seu futuro e seu próximo emprego.

Todas as pessoas que trabalham em  produtoras independentes é porque não conseguiram emprego numa emissora.

Se o comando da TV Record entendesse isto, e não entende jamais pensaria em terceirizar tanto entretenimento ou jornalismo da emissora.

 

James Akel no dia 22 de outubro de 2015

James Akel is against the outsourcing of journalism of TV Record

TV RECORD WINNING AWARD ESSO AND VLADIMIR HERZOG

The program Reporter Record Research, under the command of journalist Sunday Meirelles and core Raphael Gomide journalism, won two awards of the utmost importance that are Esso Prize and Award Wladimir Herzog.
It is a program conducted within the TV Record, with work crew contracted by TV Record with Record TV equipment.
I am saying this because strangely the board of the TV Record is designing outsource this area of journalism, which would be the biggest mistake of the issuer.

James Akel in 22 October 2015

James Akel comenta vitória da TV Record em duas premiações do jornalismo brasileiro

TV RECORD GANHA PRÊMIO ESSO E WLADIMIR HERZOG

O programa Repórter Record Investigação, sob comando do jornalista Domingo Meirelles e núcleo de jornalismo de Rafael Gomide, ganhou 2 prêmios da maior importância que são Prêmio Esso e Prêmio Wladimir Herzog.

É um programa realizado dentro da própria TV Record, com equipe de trabalho contratada pela TV Record com equipamentos da TV Record.

Estou dizendo isto porque estranhamente a diretoria da TV Record está projetando terceirizar esta área do jornalismo, o que seria o maior erro da emissora.

 

James Akel no dia 22 de outubro de 2015