Confira 10 negócios que poderiam ser feitos com a grana que o Manchester ofereceu pelo Neymar

A cada grito, Neymar fatura 16 milhões de reais (FOTO:

A cada grito, Neymar fatura 16 milhões de reais
(FOTO: Keirrison)

Uma bomba caiu no mundo do futebol nesta segunda-feira. Veículos de comunicação de todo o planeta noticiam que o Manchester United ofereceu 760 milhões de reais para contratar o craque Neymar.

Embora o Olé do Brasil acredite que exista um erro na notícia e que a proposta seja, na verdade, pelo Douglas, realizamos um levantamento sobre o que poderia ser feito com este dinheiro. Daria para:

  1. Comprar 10% dos direitos federativos do Paulo Baier
  2. Comprar 780 milhões de Botafogos
  3. Pagar 5% da dívida do Flamengo
  4. Comprar 1 Kinder Ovo
  5. Devolver parte do dinheiro do Itaquerão para o povo
  6. Dá para comprar 4 Anelkas e 5 Quermes Raça
  7. Dá para tirar o Damião da pobreza
  8. Contratar o respeito para o Vasco
  9. Comprar dois xampus anticaspa do Cristiano Ronaldo
  10. Contratar o trio de arbitragem (e de ouro) do Timão

Apesar de ser muita grana, não daria para comprar nem 1% do futebol que o Ganso ACHA que joga.

 

Com apenas 1 gol a mais que o Vasco, Lucas Pratto é cobrado no Atlético

Só no Brasileirão Pratto tem mais gols que o Herrera em toda a carreira (FOTO: Dagoberto)

Só no Brasileirão Pratto tem mais gols que o Herrera em toda a carreira
(FOTO: Dagoberto)

Alto salário, badalado, estilo galã latino e pinta de ursão pimpão. Este é Pratto, matador do Atlético e ídolo da torcida, mas que está sendo cobrado pela diretoria e pela comissão técnica do time mineiro.

O motivo: o argentino tem apenas 1 gol a mais do que o Vasco no Brasileirão. A vergonhosa marca, especialmente para um jogador que tem como principal função balançar as redes do adversário, tem causado mal-estar nos bastidores do Galão da Massa.

“Está perto do Vasco em algum quesito? Sinal de que precisa melhorar. Nem que fique treinando até de madrugada, mas não dá para marcar apenas um gol a mais do que o Vasco. Um centroavante de qualidade não pode se conformar com isso”, disse um dirigente atleticano.

Pratto também cobrou o Atlético, por ser comparado ao Vasco: “Nunca fui tão humilhado”.

Jadson e Pato, que têm o mesmo número de gols que o Vasco, devem ter seus contratos rescindidos. Já os atacantes que têm menos gols devem ser presos.

 

OFICIAL: Todo time que já foi Palestra Itália treme contra o Atlético Mineiro

Marcelo chacoalhando (FOTO: Pratto)

Marcelo chacoalhando
(FOTO: Pratto)

Palestra Itália, eu sei que você treme! A derrota do Palmeiras contra o Atlético provou um fato muito interessante: todo time que já foi Palestra Itália treme diante do Galo. O fato incontestável foi divulgado pelo jornalista Paulo Vinicius Rabbit, o PVR.

“O Egidio chegou a sair no intervalo de tanto que tremia o coitado. Se isso não é tremelique, não sei o que é. Como Cruzeiro e Palmeiras foram Palestra Itália, podemos concluir que todo time que já foi Palestra treme diante do Galão da Massa”, disse PVR.

Egídio, Dudu,  Mattos e Marcelo Oliveira saíram do Cruzeiro, mas o Cruzeiro não saiu deles

 

 

Corinthians explica por que poupou árbitros: “O Cruzeiro é tão ruim que até o Love dá conta”

Love olha pro banco e diz: "Tá fácil demais" (FOTO: Damião)

Love olha pro banco e diz: “Tá fácil demais”
(FOTO: Damião)

O Corinthians poupou novamente seus árbitros, assim como havia feito diante do Santos, mas, desta vez, por um motivo diferente. O Timão decidiu não desgastar os craques do time contra o Cruzeiro, já que até Vagner Love é capaz de furar a defesa da equipe mineira, que está louquinha para seguir o Vasco na Série B 2016.

“O Cruzeiro está tão mal que o Corinthians nem precisa envolver a arbitragem para garantir os três pontos! Até o Vagner Love consegue marcar gols no time mineiro e desperdiçar o talento dos homens do apito contra um time desse seria um grande erro”, disse o dirigente do Timão, Ivo U. Terrou Bar.

Os árbitros voltam com tudo para o confronto da Copa do Brasil diante do Santos, no meio da semana.

 

Michel Temer deixa o dia a dia da articulação política do governo

O vice-presidente da República, Michel Temer, recebe líderes da Câmara dos Deputados ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O vice-presidente terá papel mais institucional na articulação entre os poderesMarcelo Camargo/Agência Brasil

O vice-presidente Michel Temer deixará o dia a dia da articulação política do governo, que comanda desde abril. Temer continuará atuando na articulação do Executivo com os demais poderes, com um papel mais institucional.

As funções do chamado varejo da articulação política, como a negociação de cargos e emendas parlamentares, ficarão sob responsabilidade do ministro da Secretaria de Aviação Civil, Eliseu Padilha, pelo menos até o dia 1° de setembro. Depois disso, o ministro deve passar a se dedicar exclusivamente à sua pasta.

A decisão de Temer foi comunicada à presidenta Dilma Rousseff na manhã de hoje (24). O vice-presidente e Eliseu Padilha participaram da reunião de coordenação política, com outros ministros, e depois permaneceram no gabinete para a conversa com Dilma.

Em entrevista após a reunião, os ministros do Planejamento, Nelson Barbosa, e das Cidades, Gilberto Kassab, defenderam a atuação de Temer no governo, independentemente da função que ele ocupe.

“O vice-presidente Temer tem sido vital na construção da agenda do governo e na sua aprovação no Congresso. Tenho certeza de que, em qualquer cargo ou função que entender melhor para seu desempenho, ele continuará sendo um importante agente de apoio, de construção e de contribuição”, disse Barbosa. Segundo ele, várias propostas foram melhoradas por contribuição ou sugestão do vice-presidente.

Temer assumiu as funções da Secretaria de Relações Institucionais em abril, diante do agravamento da crise entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional. No período, ele foi responsável pela articulação da aprovação das medidas do ajuste fiscal na Câmara e no Senado.

Edição: Armando Cardoso
Empresa Brasileira de Comunicação