Coluna Renato Maurício Prado 28/07/2015

De quantos jogos Cristóvão precisará para aprender que o meio-campo que insiste em escalar com três volantes (contra o Goiás foram Cáceres, Márcio Araújo e Canteros) não vai levá-lo a lugar algum que não seja o olho da rua? Ele é useiro e vezeiro na prática e tem sido salvo ora pela providência divina (vide a contusão de Jonas), ora por Guerrero. Ainda não deu pra perceber que o esquema é ruim?

Questionado por um repórter, antes do início do último jogo, o técnico mostrou irritação e se a sua resposta não foi desaforada deveu-se apenas a sua conhecida educação. Segundo disse, o importante não é o número de volantes em campo, mas sim se a equipe estará equilibrada. Mas como poderá se equilibrar com um bando de marcadores e nenhum armador?

Borges acha que Canteros, adiantado, pode fazer o papel de um meia. Não pode e isso está mais do que comprovado nas atuações bisonhas que teve na função. Ele é um bom segundo volante e ponto final. Avançado, se perde: não arma e marca mal.

Ainda assim, é infinitamente superior a Márcio Araújo (queridinho dos treinadores, vai se saber lá o motivo), que permaneceu em campo, quando Cristóvão, enfim, se deu conta da besteira que estava fazendo — o Fla foi amplamente dominado pelo Goiás, no primeiro tempo.

A entrada de Alan Patrick (como poderia ter sido também a de Arthur Maia) aí, sim, equilibrou o time e num lance dele com Guerrero (que passe!) saiu o gol da vitória feito por Marcelo Cirino.

Vê se aprende, Cristóvão! Caso contrário até o presidente Eduardo Bandeira de Mello, outro que insiste na sua manutenção apesar das evidências contrárias, acabará, enfim, chegando à conclusão de que o Flamengo, além de reforços, precisa de um técnico de verdade e à altura do novo elenco.

Sem choro

Acho até que o Fluminense merecia a vitória, pois jogou bem mais do que a Chapecoense. Mas que o gol de Marcos Júnior foi bem anulado, foi. A bola bateu no seu braço antes de entrar. Exatamente como aconteceu com Neymar, num gol, igualmente invalidado, na final da Liga dos Campeões.

Pior do que a derrota, que tirou o Flu do G-4, mas não o deixou tão longe assim dos líderes, foi a contusão muscular de Fred. Se o artilheiro ficar fora de combate muito tempo, a coisa se complica. A menos que Ronaldinho Gaúcho reapareça em grande forma. Aliás, será que ele estreia mesmo contra o Grêmio, como estava originalmente previsto?

Borrasca à vista

O time do Vasco é horroroso. Ganhou o Estadual e bateu os rivais cariocas no turno desse Brasileiro mas, de uma maneira geral, suas atuações são medonhas. Falta talento do goleiro ao ponta-esquerda. Até o uruguaio Martin Silva voltou falhando como um iniciante. A grande missão de Celso Roth é evitar o terceiro rebaixamento dos vascaínos em menos de dez anos! Qualquer coisa a mais lhe valerá o título de santo milagreiro. Quando o ex-deputado diz que o grande reforço é ele próprio, fica mais do que evidente a situação é calamitosa. E o próximo jogo é contra o Corinthians, no Itaquerão. Borrasca à vista para a caravela do almirante.

Um mico atrás do outro

Sete a um pra Alemanha, eliminação precoce na Copa América, ex-presidente preso na Suiça e o atual se escondendo por aqui e agora um caso de doping de um brasileiro no torneio no Chile. O que falta para a vergonha ser completa? Só o Brasil não se classificar para a próxima Copa. E olha…

O lado bom da Petrobras

O “Time Petrobras” (atletas patrocinados pela estatal) garantiu nove ouros, seis pratas e 19 bronzes ao Brasil, no Pan — se fosse um país teria ficado no oitavo lugar, no quadro de medalhas. Dono de dois ouros e uma prata, o canoísta Isaquías Queiroz curte a fama em Ubaitaba, na Bahia.

As feras do Tio Sam

As seleções de vôlei de quadra dos EUA estão voando no feminino e no masculino, enquanto as nossas capengam. Será duro subir ao lugar mais alto do pódio na Rio-2016. Bernardinho e Zé Roberto terão muito trabalho a fazer até as Olimpíadas. E não sei se terão material humano suficiente para vencer.

Volta complicada

Boa sorte, Ricardo Gomes! Você vai precisar…

Renato Maurício Prsdo – O GLOBO – 30 de julho de 2015

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.