Médico da Seleção Brasileira esclarece suposta virose: “Na verdade foi febre amarela”

Tão amarelados quanto a camisa do Brasil (FOTO: Everton Ribeiro)

Tão amarelados quanto a camisa do Brasil
(FOTO: Everton Ribeiro)

Na coletiva de imprensa, após a eliminação do Brasil na Copa América para a poderosa Seleção do Paraguai, Dunga revelou um detalhe de bastidores que prejudicou o desempenho dos jogadores canarinhos: 15 atletas tiveram virose. Em conversa com o principal médico da Seleção Brasileira, a equipe do Olé do Brasil descobriu que na verdade a virose era algo muito mais grave: febre amarela.

“Depois da saída do Neymar já foi possível verificar alguns sintomas compatíveis com a Febre Amarela. Isso ficou claro depois que o Tiago Silva confundiu o futebol com o vôlei e os jogadores amarelaram em campo diante de uma seleção como o Paraguai. Cheguei a sugerir isto como diagnóstico e começar o tratamento antes do jogo, mas não foi autorizado”, disse o médico da Seleção, Dr. House.

A CBF já solicitou auxílio ao programa Mais Médicos para que durante as Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018 mais doutores façam parte da comissão técnica para prevenir um mau desempenho do time, visto que Neymar não estará presente nas duas primeiras partidas.

Uma fonte interna da CBF revelou porque muitos jogadores contraíram a doença: “Como eles saem do Brasil muito cedo e ninguém os conhece, eles não foram vacinados. Daí quando voltam a América ficam doentes.”

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.