Ladrão invade sala de troféus do Grêmio e leva todas as taças importantes dos últimos 15 anos

Não existia Facebook e Whatsapp. Faz tempo bagarai (FOTO: Dom Pedro)

Não existia Facebook e Whatsapp. Faz tempo bagarai
(FOTO: Dom Pedro)

A fase do Grêmio já não anda lá essas coisas dentro de campo e, para piorar, fora das quatro linhas algumas coisas bizarras andam acontecendo.

Um ladrão invadiu a sala de troféus do Grêmio e roubou todas as taças importantes conquistadas pelo clube nos últimos 15 anos. Deste período, ficaram apenas títulos do Gauchão e a famigerada Série B. Estranhamente, as câmeras de segurança flagraram um elemento deixando local, mas o suposto bandido não levava nada nas mãos. Quem conta o que aconteceu é o vigilante do Tricolor, Capone.

“Primeiramente, achei que era um fantasma, porque faz muito tempo que não vejo ninguém lá dentro. Quando vi que era realmente um homem, comecei a olhar para ver o que ele estava roubando. Pela imagem, ele não levou nada, não tinha nada nas mãos, mas como só existem taças antigas na sala, concluí que ele levou as taças conquistada nas décadas de 2000 e 2010, porque elas simplesmente sumiram”, disse.

Os policiais entraram na casa do invasor, mas não encontraram nenhum produto roubado. Os profissionais decidiram questionar alguns senhores que estavam próximo ao lado para saber o paradeiro dos títulos recentes do clube, mas não conseguiram informações. Ao questionar os adolescentes vizinhos do suposto ladrão, os policiais ouviram dos jovens que nunca viram um título do Grêmio, a não ser pelo Youtube e também não ajudaram.

Como o invasor foi a única pessoa a entrar no local nos últimos 15 anos, ele será preso até informar onde escondeu as taças gremistas.

 

Atlético-MG tenta parceria com PSG, mas recebe não como resposta: “Mancharia nossa imagem”

Ídolo campeão brasileiro pelo Atlético-MG (FOTO: Quermes Raça)

Ídolo campeão brasileiro pelo Atlético-MG
(FOTO: Quermes Raça)

O Atlético-MG não cansa de pagar mico. Após o Cruzeiro realizar uma ação especial com o Monaco da França, na qual os dois clubes trocaram os símbolos de seus perfis no Facebook, o Galão da Massa tentou fazer o mesmo, também com um clube francês.

O Galo entrou em contato com a diretoria do PSG, time que revelou o ídolo atleticano Anelka, para tentar realizar a parceria. Contudo, os franceses rechaçaram a possibilidade, já que existe o receio de que se unir a um clube sem expressão internacional possa manchar sua história.

“Queríamos que o PSG colocasse uma foto do Anelka com a camisa do Galo em seu perfil no Facebook e a gente colocaria uma foto do Anelka com a camisa do PSG no nosso perfil no Facebook, mas eles riram e falaram que se uníssemos as marcas, poderíamos manchar a história deles. Fiquei muito ofendido, porque temos uma história linda a partir de 2013. Vai ver eles não conhecem nossos dois anos mágicos”, disse o diretor de futebol, Jesse Gunda.

O PSG soltou uma nota informando que se o Atlético-MG mudar oficialmente o nome do clube para Time do Ronaldinho, como é conhecido na Europa, a parceria pode sair.

 

URGENTE: Respeito também rescinde contrato com o Vasco

Respeito virou fumaça (FOTO: Guinazu)

Respeito virou fumaça
(FOTO: Guinazu)

Depois de Marcinho e Douglas Silva deixarem o Vasco e Bernardo ser afastado, foi a vez do Respeito se mandar do clube. Insatisfeito por usarem seu nome em vão e, principalmente, por não ser utilizado no Brasileirão, o Respeito decidiu procurar um novo clube para atuar nesta temporada.

O empresário do Respeito, o inglês #Respect, se manifestou e criticou duramente o clube carioca: “O Vasco não é um clube feito para ter o Respeito. Disseram tanto que o Respeito voltou, mas nunca voltou de verdade, porque os salários dele estavam atrasados. Por isso que ele não atuou no Brasileirão”, disse.

A contratação do Respeito pelo Vasco está sendo comparada à chegada de Anelka ao Atlético-MG, já que nenhum dos dois chegou a estrear pelos clubes.

Com a saída do Respeito, o Vasco já tem mais dispensas do que pontos no Brasileirão.

 

Após desmanchar o time, Gilvan vende perfil do Cruzeiro no Facebook para o Monaco

Só falta vender os carros dos jogadores (FOTO: Marcelo Oliveira)

Só falta vender os carros dos jogadores
(FOTO: Marcelo Oliveira)

O Cruzeiro tá que tá nesse negócio de vender. Depois de 187 jogadores, do Mascote Raposão e até de um torcedor, o clube anunciou a venda do seu perfil do Facebook para o Monaco.

O Monaco é de propriedade do bilionário russo Zangief, que prepara diversas ações de marketing no Brasil e, para isso, tem adquirido alguns veículos de comunicação brasileiros.

“Eu tentei comprar o perfil de todos os clubes grandes do Brasil, mas só o Cruzeiro topou vender. Aliás, venderam rapidinho, nem precisei negociar muito. Agora vamos usar para realizar ações do Monaco no Brasil”, disse Zangief, antes de complementar: “Tentei comprar a do Palmeiras, mas acabei vendendo meu carro para o Alexandre Mattos. O cara é tinhoso”, finalizou.

O Cruzeiro não descarta mudar de nome novamente e se tornar o Monaco Brasil.

 

Côte d’Ivoire 2 – 3 Thailand

Orathai Srimanee of Thailand celebrates with team mates after scoring her teams second goal

After jumping out to a quick 1-0 lead, Côte d’Ivoire allowed three unanswered goals before scoring a late consolation as Thailand secured a historic 3-2 win, marking the first points the Asian side have recorded at a FIFA Women’s World Cup™.

Côte d’Ivoire started brightly, finding their way onto the scoresheet only four minutes into the match. After a scramble in the middle of Thailand’s penalty area and a couple of failed clearances, Ange Nguessan got the last touch with an acrobatic finish to find the back of the net for Côte d’Ivoire’s first-ever goal at the Women’s World Cup. Despite the early lead, Thailand slowly began to assert themselves into the match and their hard work paid off before too long.

Anootsara Maijarern played in a good ball into the path of the on-rushing Orathai Srimanee who did well to volley past Dominique Thiamale, good for Thailand’s first-ever goal in the competition. A minute into first-half stoppage time, Ines Nrehy had a wide-open goal to tap into to give Les Elephantes the lead, but she mishit her effort, which crashed off the post and away from danger.

Côte d’Ivoire would rue that missed opportunity as Thailand took the lead with a well-crafted goal on the stroke of half-time. An inch-perfect cross found Srimanee – who celebrates her 27th birthday tomorrow – unmarked in the middle of the area and her snapping header rattled off the underside of the crossbar, which goal-line technology confirmed was indeed a goal.

Thailand substitute Thanatta Chawong scored a scrappy goal after a defensive miscue between Thiamale and her backline to make the three points safe, despite Josee Nahi setting up a nervy finish after making it 3-2 with a brilliant solo run through the middle of the Thai defence and a calm finish past Waraporn Boonsing. Les Elephants hit the woodwork for a third time on the night in the final minutes and Nguessan nearly equalised on the last kick of the game but the scoreline stood firm in Thailand’s favour.

Live Your Goals Player of the Match: Orathai Srimanee (Thailand)

 

FIFA.COM