Palmeiras 0 x 1 Goiás

Em Arena lotada, Goiás surpreende e bate Palmeiras, que segue sem vencer

Com Bruno Henrique inspirado, time goiano marca no contra-ataque e chega a três jogos sem sofrer gol. Equipe paulista agora soma dois empates e uma derrota

De branco, o Palmeiras foi surpreendido pelo “verdão” da camisa do Goiás em sua própria casa, na manhã deste domingo, em São Paulo. Bem armado taticamente, com uma defesa sólida, o time goiano surpreendeu o paulista no contra-ataque e venceu por 1 a 0, assumindo a vice-liderança do Brasileirão após três rodadas. Detalhe: sem sofrer ainda um gol sequer.

O estádio estava cheio (37.337 pessoas, com renda de R$ 2.410.600,00), mas a principal torcida organizada do Palmeiras voltou a se calar, em protesto contra o preço dos ingressos. Já o torcedor “comum” apoiou, e muito, o Verdão do começo ao fim. Com sérias dificuldades ofensivas, porém, a equipe paulista decepcionou sua torcida. Agora são dois empates e uma derrota em três rodadas de Brasileirão (o Verdão é o 16º colocado).

Bruno Henrique, do Goiás, brilha contra o Palmeiras (Foto: RODRIGO GAZZANEL/AGENCIA ESTADO)
Bruno Henrique, do Goiás, brilha contra o Palmeiras
(Foto: RODRIGO GAZZANEL/AGENCIA ESTADO)

O gol da vitória do Goiás foi contra, do zagueiro Victor Ramos. A jogada foi toda de Bruno Henrique, atacante de 24 anos. Na comemoração, porém, ele se empolgou, levou o segundo amarelo e acabou sendo expulso. Victor Ramos, já no fim do jogo, também foi expulso, por dar um tapa na cara de Alex Alves, fora da disputa de bola.

Palmeiras x Goiás - Valdivia (Foto: Marcos Ribolli)
Valdivia sofre falta de Péricles, autor do gol do Goiás (Foto: Marcos Ribolli)

Na próxima rodada, o Goiás recebe o Grêmio, domingo, no Serra Dourada, às 16h. No mesmo dia e horário, o Palmeiras encara o Corinthians em Itaquera. Antes, porém, o time paulista enfrenta o ASA de Arapiraca, quarta-feira, pela Copa do Brasil. O Goiás também jogará pelo torneio de mata-mata: contra o Ituano, em Goiânia.

O jogo

O Palmeiras treinou com Arouca, Alan Patrick e Rafael Marques, mas entrou com Egídio (Zé Roberto foi para o meio), Valdivia e Kelvin. O esquema era o mesmo 4-2-3-1 de sempre, mas parecia faltar entrosamento. As melhores jogadas eram pela direita, com Kelvin e Lucas, mas, estranhamente, a dupla foi pouco acionada no primeiro tempo. Insistindo pelo meio, o Verdão parava na boa defesa do Goiás, que tentava assustar nas bolas paradas – chegou a ter uma sequência de três escanteios na etapa inicial.

No segundo tempo, o Palmeiras continuou com dificuldades para furar a defesa goiana. O time paulista começou a se enervar. Foram cinco cartões amarelos, sendo três por reclamação (Valdivia, Leandro Pereira e Kelvin). O Goiás quase abriu o placar aos 22, num vacilo incrível de Fernando Prass, que tentou sair jogando e perdeu a bola para Bruno Henrique – o atacante goiano  vacilou na finalização.

Nove minutos depois, porém, veio o gol do Goiás. Em bela jogada individual, Bruno Henrique passou por toda a zaga palmeirense (inclusive pelo goleiro Fernando Prass) e rolou para o centro da área. Péricles e Victor Ramos chegaram prensando, e a bola entrou.

Palmeiras x Goiás (Foto: Marcos Ribolli)
Bruno Henrique (à dir) acabou sendo expulso na comemoração do gol do Goiás
(Foto: Marcos Ribolli)
GLOBO ESPORTE.COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.