Atlético Paranaense 3 x 0 Internacional

Atacante faz um gol, sofre pênalti e cruza para o terceiro gol do Furacão na Baixada. Focado na Libertadores, Colorado não evita derrota mesmo com “reservas de luxo”.

O atacante Walter brilhou, e o Atlético-PR venceu o time reserva do Internacional por 3 a 0 na tarde deste domingo, na Arena da Baixada, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O camisa 18, ex-Colorado, marcou um e participou dos outros dois gols. O resultado deixa o Furacão no segundo lugar e o time gaúcho em último pelo saldo de gols.

O Atlético-PR buscava, no jogo deste domingo, minimizar a pressão após ter lutado para não cair no estadual e de ter sido eliminado pelo Tupi-MG logo na segunda fase da Copa do Brasil. E o time contou com a estrela de Walter: marcou o primeiro, sofreu o pênalti do segundo (Felipe cobrou) e cruzou para Paulão, contra, fazer o terceiro. O Inter, em meio à disputa por vaga nas quartas de final da Libertadores, poupou os titulares. Mesmo com reservas de luxo, como Léo, Réver e Rafael Moura, a equipe de Diego Aguirre não conseguiu superar a marcação adversária.

Walter Atlético-PR Internacional (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)
Walter comemora o primeiro gol da vitória rubro-negra (Foto: Giuliano Gomes/PR Press)

Na próxima rodada do Brasileirão, o Atlético-PR pega o Goiás às 18h30 (horário de Brasília) de sábado, no Serra Dourada – o jogo será com portões fechados. Já o Inter recebe o Avaí às 18h30 de domingo, no Beira-Rio. Antes, o Colorado tem o jogo contra o Atlético-MG pelas oitavas de final da Libertadores – o duelo está marcado para quarta-feira, às 22h, no Beira-Rio.

Walter é decisivo na vitória atleticana

Apesar das diferenças, Atlético-PR e Inter protagonizaram primeiro tempo equilibrado. O Furacão apostava nas jogadas pelos lados, principalmente com Eduardo e Marcos Guilherme pela direita. O gol, aliás, saiu por ali. Aos 14, Marcos Guilherme cruzou, e Walter apareceu livre para mandar o fundo da rede. Na comemoração, o jogador – que passou pelo time gaúcho – provocou a torcida rival com sinal de silêncio. O Colorado, por sua vez, levava perigo em chutes de longe, bola parada e bola aérea. Aos 23, por exemplo, Taiberson cruzou, e Kadu quase marcou contra. Talvez pelo desentrosamento, porém, os visitantes não conseguiram o gol ainda na etapa inicial.

O Inter voltou com postura mais ofensiva para o segundo tempo, mas deixou espaços atrás. Sorte dele que Marcos Guilherme e Felipe perderam chances claras, praticamente sem goleiro, nos minutos iniciais. Diego Aguirre, então, colocou Alex e Valdívia. Sem sucesso. A equipe rondava a área, mas não criava chances claras. O Furacão, então, “matou” o jogo. Primeiro, Walter sofreu pênalti – Felipe cobrou com categoria e ampliou. Depois, Walter cruzou, e o zagueiro Paulão errou no corte e marcou contra – 3 a 0. Aí o Atlético-PR valorizou o resultado, trocou passes (inclusive com gritos de olé) e só esperou o apito final para comemorar.

 

GLOBO ESPORTE .COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.