Tom Barros comenta Bahia 0 x 1 Ceará

Personalidade

Mais uma vez, em território baiano, o Ceará demonstrou firmeza e personalidade, até quando sob pressão. Assim quando da vitória sobre o Vitória; assim quando da vitória sobre o Bahia. Em nenhum momento o Ceará deu sinais de covardia, medo ou aceitação. Logo cuidava de responder. Isso fez o Bahia entender que não estava diante de um inferior, mas de um igual. E um igual que ganhou aura superior quando marcou 1 a 0, sustentou o placar e voltou para casa com significativa vantagem. Mas, acima do placar edificado, acima da vantagem obtida, o Ceará provou ter o que há de mais importante numa equipe de futebol: personalidade forte. Esta o torna inabalável até diante das mais desafiadoras adversidades. Não por acaso está com a mão na taça da Copa do Nordeste.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 24/04/2015

James Akel comenta apoio do senador Álvaro Dias(PSDB) a nomeação de Luiz Fachin ao STF

YouTube/Reprodução

Álvaro Dias fez declarações a favor da nomeação de Luiz Fachin ao STF.

Luiz fez campanha pra Dilma e se declarou a favor do MST e mesmo assim Álvaro Dias apoia a nomeação.

Lógico que tem algo diferente deste caso.

Álvaro até agora era de oposição tucana.


 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h37 no dia 24/04/2015
<!–[ ] –>
         

James Akel quer saber a origem da diferença de números da Petrobras

 

Alguém poderia explicar a diferença de números da Petrobras.

Se declararam que a corrupção foi de 6,2 bilhões de reais, falta explicação pra que o prejuízo declarado fosse de 21 bilhões.

Tem uma diferença entre a corrupção e o prejuízo.

Alguém tem que explicar que jeito sumiu esta grana.

Com certeza o presidente Bendine sabe bastante.

 

 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h31 no dia 24/04/2015
<!–[ ] –>
         

James Akel comenta entrevista de Boni ao jornal O Dia sobre Xuxa na Record

 

Quando eu escrevi aqui que Xuxa não vai dar certo na TV Record por falta de conteúdo e direção recebi centenas de email me xingando de tudo que é possível se xingar alguém.

Agora o famoso Boni deu entrevista no jornal O Dia falando exatamente o que eu tinha escrito.

Disse Boni

“Acho que ela fez uma besteira. Não vai conseguir brigar com a Globo. Se não estava dando audiência na Globo, com todo poderio da emissora, como ela vai dar audiência na Record. Nem vai conseguir fazer sucesso e vai sofrer desgaste”.

Xuxa pode ter um ibope ou outro de acordo com o que o jornalismo conseguir criar conteúdo.

Mas isto não estabiliza de verdade um programa.

Gugu só teve ibope com duas escandalosas reportagens de mitos assassinos, coisa que até a TV Gazeta seria líder.

De resto Gugu só consegue ser vice de ibope porque Ratinho está pra lá de ruim de conteúdo e roteiro de show.

A coisa mais fácil nos dias de hoje seria Ratinho ganhar a vice, se conhecesse o caminho de verdade.

Mas Ratinho está longe disto e vai continuar longe.

A Xuxa vai ser o que Gugu é hoje e vai ser vice porque não tem um SBT com conteúdo de show.

Enquanto isto a TV Globo dá risada e se mantém líder.


 

 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h47 no dia 24/04/2015         

James Akel comenta que falta arrojo ao comando do jornalismo da TV Record

 

Neste domingo o SBT vai mostrar às 23 horas a história do Bispo Edir Macedo.

O programa foi realizado por Roberto Cabrini.

O comando de jornalismo da TV Record deveria pedir permissão ao SBT pra fazer rede entre SBT e TV Record no domingo à noite pra que tanto o público do SBT quanto o público da TV Record possam ver o programa que é uma homenagem de Silvio ao Bispo Edir.

Tenho certeza que Silvio aceita a rede.

Basta que a TV Record peça diretamente ao Silvio e não a algum diretor.

 

 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 17h00 no dia 24/04/2015

Flávio Ricco faz homenagem póstuma para Roberto Talma

O diretor de televisão Roberto Talma durante entrevista em passagem pela TV Bandeirantes, em outubro de 1995.  (Foto: J. F. Diorio/Estadão Conteúdo)

O diretor de televisão Roberto Talma durante entrevista em passagem pela TV Bandeirantes, em outubro de 1995. (Foto: J. F. Diorio / Estadão Conteúdo)

 

Problemas de saúde, que vinham de muito tempo, levaram Roberto Talma na madrugada de ontem, quinta-feira. Ele era um desses raros profissionais que conhecia a televisão por inteiro. E fazia dela uma segunda casa.

Sempre se destacou por realizar seus trabalhos em alto nível, tanto à frente de uma novela – e ele foi responsável por tantas – como nos programas da linha de shows – que também foram muitos.
Talma combateu o bom combate e completou a corrida.
Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Babilônia é um enorme fracasso e a Rede Globo já deveria pensar na novela Favela Chique com mais atenção

Foram muito superficiais, quase imperceptíveis, as mudanças em “Babilônia”…

… A novela continua muito ruim e daqui a pouco não vai dar tempo para mais nada.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Brisbane Roar 2 – 1 Newcastle Jets- 24/04/2015

A goal from young defender Lachlan Jackson four minutes from time means Brisbane Roar will head into the Finals Series in winning form after a 2-1 victory over Newcastle Jets on Friday night.

An free-flowing contest looked headed for a draw after Jets striker Edson Montano cancelled out Kofi Danning’s opener.

But Jackson, playing just his third Hyundai A-League game, finished off a frantic goal-mouth scramble at the death to give Roar a timely boost ahead of next week’s finals.

A poor campaign for the Jets ends in defeat and also means they will finish with the club’s  second-ever wooden spoon.

WHAT THEY SAID

“I’m pretty speechless right now, its a pretty good experience. The boys put in a good shift tonight, we were under the pump there a bit but it’s a good win.”  – Roar defender Lachlan Jackson

“They were lucky enough to get the first goal. The boys did exceptionally well to get it back, we got the equaliser and probably should have pushed on with it. They got a goal at the end, a bit of a lucky bounce but that’s football and they boys can be proud of how they played tonight.”  – Jets keeper Ben Kennedy

GOALS

1-0 Danning (71’) – Jean Carlos Solorzano got free down the right and surged into the box. He skewed his shot across the face of goal but it fell perfectly into the path of Danning at the far post to tap in from close range.

1-1 Montano (77’) – Enver Alivodic sent in a cross from deep into the box, with substitute Travis Cooper rising highest to head down for Montano. The Ecuadorian made no mistake, sliding it under Jamie Young for his third goal in as many weeks.

2-1 Jackson (86’) – A crazy goal-mouth scramble saw Steven Lustica and Shannon Brady have shots blocked before the youngster hacked it home from just a couple of metres out.

KEY MOMENT

Searching for inspiration, Roar boss Frans Thijssen turned to Danning midway through the second half, bringing the livewire attacker on for youngster Patrick Theodore. It proved an inspired substitution. Within three minutes and with his first touch of the ball, Danning was on hand to tap in Solorzano’s shot-come-cross. It was Danning’s fifth Hyundai A-League goal and first since way back in 2011.

OPTA DATA KEY STATS

The victory completes a clean sweep for Brisbane over Newcastle, after the Jets won all three clashes last season. It was just Roar’s second win at home in their last six matches at Suncorp. Defeat means the Jets finish the campaign with the spoon and also a goal difference of -31. It’s the worst in Hyundai A-League history.

HIGHLIGHTS REEL

An open, entertaining encounter would have had more goals if not for some top-class saves by both ‘keepers. Jets gloveman Ben Kennedy was particularly impressive, pulling off a couple of crackers. He made nine for the match, including his strong right hand to deny Theodore from point-blank range early on and another to tip Steven Lustica’s long-range thunderbolt onto the post. There was another after the break as well when he palmed Solorzano’s effort over the bar which was just as good. Roar’s Jamie Young didn’t want to be left out on the action though either. A powerful Andrew Hoole strike look destined for the top corner but for an acrobatic, full stretch dive by the stand-in skipper to tip it over the crossbar. They were saves that wouldn’t have looked out of place in any league in the world.

TREATMENT TABLE

Jets goal-scorer Edson Montano limped off late on with what looked like a hamstring injury. Off-contract at the end of the season, it may have been his last appearance for the Hunter club.

THE FINAL WORD

Roar will await results for the rest of the weekend before finding out just who they will play in the opening week of the Finals Series. They will have a trip to either Wellington, Sydney or Adelaide. A tumultuous season is over for the Jets, who are now lumped with the wooden spoon in coach Phil Stubbins’ first season in charge.

TEAMS:

Brisbane Roar: Young, Polenz, Jackson, Bowles, Lambadaridis, Sarota (Pavlou 75’), Lustica, Petratos, Brady (Yango 90’), Solorzano, Theodore (Danning 68’)

Newcastle Jets: Kennedy, Cowburn, Regan, Mullen, Lee, Pepper (T. Cooper 72’), M. Cooper (Burgess 52’), Welsh, Alivodic, Montano (Gallagher 84’), Hoole

Scorers: Danning 71’, Montano 77’, Jackson 86’

Red cards: none

Yellow cards: Lee 11’, Sarota 24’, Alivodic 40’, Hoole 90+3’

Conditions: 21C, Fine

Attendance: 8693 @ Suncorp Stadium

Football Federation Australia

Números de anteontem do TV TOTAL

País Visualizações
Sinal BrasilBrasil 465
Sinal Estados UnidosEstados Unidos 79
Sinal PortugalPortugal 5
Sinal AlemanhaAlemanha 5
Sinal EspanhaEspanha 3
Sinal MéxicoMéxico 3
Sinal Reino UnidoReino Unido 2
Sinal Porto RicoPorto Rico 1
Sinal União EuropeiaUnião Europeia 1
Sinal ItáliaItália 1
Sinal AustráliaAustrália 1
Sinal RússiaRússia 1
Sinal Nova ZelândiaNova Zelândia 1

TV Globo aumenta o espaço do jornalismo do jornalismo em sua grade

 

A Globo, não tão discretamente assim, está fazendo crescer a sua programação jornalística…

… Além do que já está no ar, outras novidades podem ser anunciadas em breve…
 … Uma, especialmente, para o final de tarde.
 Tudo dentro daquilo que esta santa coluna não cansa de colocar…
… Muito mais que qualquer outro gênero, o jornalismo terá cada vez mais importância na TV aberta…
… Ou as grandes redes passam a dispensar maior atenção a isso, ou passarão por grandes dificuldades em pouco…
… A prática do bom jornalismo, para os canais convencionais, se tornará indispensável…
… Até mais que o esporte que cada dia vai se segmentando na TV fechada.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery