Babilônia precisa de um lugar para as coisas acontecerem

 

A linha divisória de tudo…

Nesse novo jeito de fazer novela, por acaso ou não, aconteceu em “Avenida Brasil”. Lá tudo se desenrolava a partir daquela mesa do café da manhã, almoço ou jantar.

Desde então, marcar um território se tornou algo imprescindível. Em “Império”, outra bem-sucedida, o centro de tudo era a casa do imperador. “Babilônia” ainda não possui esse lugar. Têm vários e é por aí, toda recortada, que complica.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.