Estrela de “Vitória”, Thais Melchior é escalada para “Escrava Mãe”

Thais Melchior vai integrar o elenco de "Escrava Mãe", da Record

Thais Melchior vai integrar o elenco de “Escrava Mãe”, da Record

 

Já na reta final das gravações de “Vitória”, a atriz Thais Melchior, intérprete de Diana, acaba de fechar um novo trabalho na Record.

Ela vai integrar o elenco de “Escrava Mãe”, novela de Gustavo Reiz que será exibida na sequência de “Os Dez Mandamentos”.

Com gravações em São Paulo a partir de maio, “Escrava” está prevista para estrear em outubro.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Imperatriz transforma Zezé Di Camargo e Luciano em enredo para 2016

 

No Carnaval 2016, a Marquês de Sapucaí será invadida pela música sertaneja. Em concorrida coletiva de imprensa em um hotel da Barra da Tijuca, a Imperatriz Leopoldinense apresentou seu tema em homenagem à dupla Zezé Di Camargo e Luciano. Com o enredo “É o amor… que mexe com minha cabeça e me deixa assim… Do sonho de um caipira nascem os filhos do Brasil”, desenvolvido pelo carnavalesco Cahê Rodrigues, a verde e branca, oito vezes campeã do Carnaval, promete investir em um desfile voltado para a emoção.

Empolgados, os homenageados demonstram que já estão totalmente envolvidos no clima carnavalesco. E não descartam nem a participação no CD de sambas-enredo do carnaval carioca.  “Os sambas-enredos não tocam mais nas rádios como antigamente. Se for possível, queremos gravar o samba da Imperatriz para que todo o Brasil saiba cantar”, afirmou Zezé.

A intenção do carnavalesco é trazer, em alegorias e fantasias, uma mensagem de amor. “No enredo do último Carnaval, afirmamos que nada é maior que o amor. Esse enredo seguirá na mesma linha. Ainda não tenho o roteiro montado, mas quero fazer um desfile baseado na emoção, que toque o coração de todos os brasileiros como o filme ‘Dois Filhos de Francisco’  conseguiu”, explica Cahê.

Emoção que certamente já contagiou a dupla. “Eu já estou arrepiado desde já, imagina na hora do desfile e da apuração. Para mim é uma honra imensa estar presente na Meca do Samba, no maior espetáculo da Terra, recebendo uma homenagem que poucas pessoas receberam em vida. Me lembro de ter visto os desfiles pela TV, quando jovem em Goiânia,e nunca imaginava que poderia estar no meio desse show. É inacreditável receber uma homenagem dessas no Rio de Janeiro e saber que vou atravessar aquela avenida tendo a nossa história sendo contada”, diz Zezé.

Os sambas-enredos não tocam mais nas rádios como antigamente. Se for possível, queremos gravar o samba da Imperatriz para que todo o Brasil saiba cantar 
Zezé Di Camargo, após ser escolhido como enredo da Imperatriz Leopoldinense

Luciano lembrou do pai, Francisco, que está internado, mas que já manifestou desejo de participar do desfile. “Quando liguei para ele para contar, ele me disse: ‘Filho, estarei vivo para desfilar com vocês”‘. Bem humorado, brincou com o fato de ser noveleiro e se sentir dentro de um folhetim: “Vou desfilar de Comendador [em referência ao personagem José Alfredo, vivido por Alexandre Nero na novela ‘Império’]. Já tenho até a mesma rainha de bateria, a Cris Vianna”.Conhecida pelo estilo rebuscado e histórico de enredos, sedimentado durante a presença da carnavalesca Rosa Magalhães, a escola do bairro de Ramos aposta, mais uma vez, em um tema estranho ao meio carnavalesco. Em 2014, a agremiação fez um enredo em homenagem ao ex-jogador Zico. O carnavalesco Cahê Rodrigues não se mostra preocupado. “É sempre um desafio para um carnavalesco criar um enredo. Quando divulgamos o Zico em 2014, foi um barulho danado porque todos acharam que iríamos levar a escola toda fantasiada de Flamengo e não foi nada disso. O desafio é sempre sair do lugar comum. Além da história da família Camargo, temos todo um universo lindo para mostrar, que é o sertanejo”.

Cahê não teme ser discriminado por escolher uma dupla sertaneja como enredo. “Não vejo isso sob a ótica do preconceito, é questão de gosto musical. O Rio é diferente de São Paulo, tem uma raiz de samba muito forte. Mesmo assim, na minha família, tem pessoas que adoram sertanejo. No domingo, em uma feijoada na quadra, o grupo de pagode cantou ‘É o amor’ e todos gostaram. Acho que é a hora de quebrar essa barreira.” Zezé Di Camargo fez coro: “São dois gêneros genuinamente brasileiros. É o que temos de mais verdadeiro na nossa cultura”.

A dupla promete dedicação total ao projeto da Imperatriz Leopoldinense. Além de participar da gravação do CD, já acena com a possibilidade de incluir integrantes da escola em seus shows e promete ser presença constante na quadra da escola. “Ramos é onde tem o piscinão? Tô lá!”, brincou Zezé.

 

UOL Entretenimento

Religioso da Band derruba transmissões do futebol e equipe reclama

14e24-logo_band_p

 

Essa mexida recente na programação da Bandeirantes está muito longe de atender a gregos e troianos. O pessoal do esporte, por exemplo, está revoltado.

Tem muita gente reclamando pelos corredores da casa. É que as transmissões agora pegam do missionário RR Soares, entenda-se “Show da Fé”.

Daí que é sempre muito complicado fazer uma boa média de audiência quando o produto que o antecede dá traço.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Autor faz suspense sobre “Império”: “Outros dois finais não vazaram”

José Alfredo recebe resultado de teste de paternidade em "Império"

José Alfredo recebe resultado de teste de paternidade em “Império”

Aguinaldo Silva, autor de “Império”, fala sobre o vazamento do último capítulo da trama:

“A morte do comendador (Alexandre Nero) vazou porque este foi o único final – dos três que escrevi – que enviei à produção. Ou seja: vazou porque eu quis. O importante é que os outros dois finais não vazaram, porque só serão entregues para gravação no dia em que um deles irá ao ar (próxima sexta). Portanto, o comendador morre… ou não. E todos terão que esperar até o final da novela para saber qual será o destino dele”.

A última cena de “Império” terá ainda a participação de Maria Marta (Lilia Cabral).

De acordo com o capítulo que vazou, José Alfredo morre com um tiro nas costas, disparado pelo filho José Pedro (Caio Blat), que assume ser Fabrício Melgaço, o maior rival do Comendador. Ele foi orientado por Silviano (Othon Bastos) durante suas tentativas de derrubar o pai da Império.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos  Nery

Rede Globo inicia gravações da última temporada de “Tapas & Beijos”

Elenco de "Tapas e Beijos", com Andréa Beltrão, Vladimir Brichta, Daniel Boaventura, Fábio Assunção, Fernanda Torres, Fernanda de Freitas e Flávio Migliaccio

Elenco de “Tapas e Beijos”, com Andréa Beltrão, Vladimir Brichta, Daniel Boaventura, Fábio Assunção, Fernanda Torres, Fernanda de Freitas e Flávio Migliaccio

A Globo iniciou segunda-feira as gravações da última temporada da série “Tapas & Beijos”. Quase todo o elenco já está envolvido nos trabalhos desta edição de despedida.

Como ausência notada, apenas Vladimir Brichta, que está às voltas com as filmagens de “Vai que dá certo – parte 2”.

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Trajetória de Hebe Camargo será relembrada no teatro e no cinema

Hebe Camargo

Hebe Camargo

 

Hebe Camargo, morta em setembro de 2012, vai ganhar um musical nos palcos sobre sua trajetória, como parte de um pacote de homenagens. À frente do projeto está o empresário Cláudio Pessutti, sobrinho da saudosa apresentadora e que foi seu fiel escudeiro durante muito tempo.

Segundo Pessutti, a ideia de se produzir esse show começou a ser discutida há pouco tempo e, até em função disso, ainda não existe uma previsão de estreia. Os nomes para a composição da equipe, em especial um diretor-geral, estão sendo contatados somente agora.

Existe ainda outro projeto baseado na vida de Hebe, este voltado para o cinema, mas tudo indica que a prioridade será mesmo o musical.

Quanto ao filme, já houve muita especulação sobre nomes de atrizes que poderiam viver Hebe e que o mesmo estava previsto para ser lançado este ano. De acordo com Pessutti não tem nada decidido por enquanto.

Por outro lado, um acervo fotográfico da apresentadora, com mais de 40 mil fotos, está passando por um processo de digitalização e deverá proporcionar uma exposição.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

TV Record coloca a sua bandeira a meio-mastro

57366-data0002tssnapshot16162

 

Homenagem

Em homenagem a Inezita Barroso, sua primeira cantora contratada, a Record está com sua bandeira, na sede da Barra Funda, em São Paulo, a meio-mastro.

A cantora e apresentadora morreu na noite do último domingo, aos 90 anos.

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery