Diário do Nordeste desvenda saída de Sérgio Soares do Ceará

Vice-presidente do Ceará, Robinson de Castro, afirmou que Sérgio Soares não tinha mais força para motivar o elenco e quadro era irreversível com ele

Sérgio Soares

Sérgio Soares assumiu o Ceará em agosto do ano passado, em um ano e dois meses no comando conquistou o tetra Campeonato Cearense a Taça dos Campeões Cearenses no início deste ano
FOTO: NATINHO RODRIGUES
Image-0-Artigo-1726392-1

Zagueiro Sandro, titular absoluto na equipe alvinegra, está suspenso pelo 3º cartão amarelo
FOTO: KID JÚNIOR
Image-0-Artigo-1726372-1

Delegação alvinegra é recepcionada sob forte manifesto da torcida, no Aeroporto Internacional Pinto Martins, após chegada de Juazeiro do Norte
FOTO: TUNO VIEIRA

Pela análise da diretoria do Ceará, a saída do técnico Sérgio Soares após a derrota por 2 a 1 para o Icasa, na última terça-feira, em Juazeiro do Norte, pela Série B, pode ser explicada pela apatia que tomou conta da equipe nas últimas apresentações da reta final do Campeonato.

Para o vice-presidente do clube, Robinson de Castro, o ex-técnico Sérgio Soares não seria mais capaz de extrair do elenco a motivação e os resultados necessários para o acesso do clube, restando apenas sete jogos para o fim da Brasileiro.

“Ele fez todo o possível, de todas as formas, para recuperar o brio e emocional do grupo, mas não conseguiu. Pelo semblante dele, após o jogo com o Icasa, não tinha mais forças para isso”, revelou.

A saída do técnico foi discutida ainda no vestiário do Romeirão, e sacramentada após uma reunião da diretoria do clube no hotel, em Juazeiro.

A cúpula alvinegra chegou a um consenso que a mudança teria de ser feita de imediato, caso contrário, o desempenho ante o Santa Cruz, amanhã, no Castelão, seria semelhante aos últimos jogos, ou seja, com derrota e um time apático em campo.

“Nós aceitamos a saída dele por entender que nada iria mudar contra o Santa Cruz. Que a expectativa seria o mesmo resultados dos outros dois jogos (as derrotas para Joinville e Icasa). Faltava uma injeção de animo, motivação, incendiar elenco, que tem qualidade, mas anda cabisbaixo”, disse ele.

Declínio

O momento do Ceará com Sérgio Soares já não era dos melhores na Série B, após uma campanha promissora no início. Depois de terminar como líder do primeiro turno com 35 pontos, integrar o G4 por 17 rodadas – e liderar por nove delas – a equipe perdeu o fôlego no returno, estacionando em 5º lugar, conseguindo apenas a 13ª campanha do returno, com 15 pontos conquistados em 12 jogos.

A campanha que foi de 61% de aproveitamento no 1ºturno, suficiente para a equipe conquistar o acesso mantendo o ritmo, caiu para apenas 41%.

Trajetória

Sérgio Soares assumiu o Ceará em outubro do ano passado, pegando a equipe a dois pontos da zona de rebaixamento da Série B. Após uma campanha de recuperação, que acabou terminando com uma derrota para o Joinville na última rodada, frustrou o sonho do acesso, mas o técnico foi mantido para ter uma nova chance de subir o time em 2014.

O ano até começou bem, com Soares levando o Ceará ao vice da Copa do Nordeste e ao título do Campeonato Cearense. No segundo semestre, alcançou as oitavas de final da Copa do Brasil, e liderava a Série B até sua equipe cair de produção e seu trabalho ser interrompido.

Sérgio Soares comandou o Ceará em 87 jogos, com 45 vitórias, 24 empates e sofrendo apenas 19 derrotas.

Zaga reserva contra o Santa

Com sérios problemas defensivos ao longo da Série B, e no momento ostentando a 3ª pior defesa da competição, com 45 gols sofridos, o Ceará não terá sua zaga titular – Sandro e Wellington Carvalho – para a partida contra o Santa Cruz, amanhã, pela 32ª rodada.

Ambos receberam o 3ª cartão amarelo diante do Icasa, na última terça-feira, e o clube deve recorrer ao recém recuperado de lesão, Diego Ivo, Alex Lima, reserva imediato, e Anderson, em baixa no grupo.

Além da zaga, a lateral esquerda também deve ser um problema. Vicente está suspenso pelo terceiro cartão amarelo, e seu substituto, Hélder, ainda se recupera de lesão.

A solução, caso Hélder seja novamente vetado para o jogo, será a improvisação de Samuel no setor esquerdo, e a utilização de Marcos na direita. Já o meia Nikão, que cumpriu suspensão automática, poderá ser novamente relacionado, após ser multado em 40% do salário.

Torcedores fazem protesto no desembarque do elenco

Aos gritos de “time sem vergonha”, “time de mercenários”, se não subir vai ter peia”, a delegação do Ceará, vinda de Juazeiro do Norte, onde o time perdeu para o Icasa por 2 a 1, pela Série B desembarcou, ontem às 20h15 no Aeroporto Internacional Pinto Martins.

Os gritos nada agradáveis aos atletas eram de 50 a 60 torcedores, que foram protestar pelos últimos resultados do time no Brasileiro.

Não houve agressão física aos jogadores, apenas verbais. Alguns torcedores mais exaltados tentaram impedir os cinegrafistas e os repórteres presentes de realizarem seu trabalho, colocando as mãos nas câmeras, e iniciando uma intimidação aos profissionais de imprensa. Mas, acabaram passando suas atenções para o time, que desembarcou todo em conjunto. Os atletas tiveram que ouvir muitos gritos até chegarem ao ônibus, do lado de fora da área de desembarque. Nesse setor, quatro viaturas do Cotam, com 11 homens preparados para alguma confrontação, fizeram a escolta dos jogadores.

“Eu acho válida a manifestação dos torcedores, desde que não parta para a agressão física, o corpo a corpo. Desde quando seja pacífica, eu acho válida”, disse o artilheiro do time, Magno Alves, o único a passar tranquilamente entre os torcedores, inclusive fazendo algumas pausas para fotos e autógrafos.

O atleta admitiu que o momento é delicado: “Nós podemos ultrapassar o quarto colocado no campeonato, mas não adianta nada a gente torcer tanto contra os nossos adversários e a gente não fazer a nossa parte”, disse Magno Alves.

“O momento é de se cobrar. O time vinha bem no primeiro turno, aí, veio o período pós-Copa, e a equipe caiu de produção. Nota-se que existe algum problema no elenco, e que não é apenas a questão do treinador”, disse Régis Alves, diretor da Cearamor.

Vladimir Marques
Repórter

d

 

Diário do Nordeste – Jogada – 23/10/2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.