Renato Maurício Prado comenta o Flamengo do basquete e o Flamengo do futebol

No início da tarde, o basquete rubro-negro levou a torcida ao delírio, com uma atuação espetacular, derrotando o fortíssimo Maccabi Tel Aviv, por 90 a 77, e conquistando o título intercontinental no basquete, graças a um conjunto cheio de craques como o argentino Nico Laprovittola,  o americano Jeremy Meyinsse e o brasileiro Marquinhos.

No meio da tarde, o futeboil do Flamengo voltou a demonstrar toda a sua mediocridade, perdendo para o fraquíssimo Bahia, por 2 a 1 e voltando a se aproximar um pouco mais da zona de rebaixamento.

Qual a diferença entre os dois esportes, no Fla? No da bola ao cesto, houve investimento compatível com o esporte e escolhas bem feitas. No da bola no gol, não pode se gastar muito e, principalmente, as as escolhas foram desastrosas.

O maior exemplo disso pode-se ver na partida da nova Fonte Nova quando, tentando buscar o empate (perdia por 2 a 0 e conseguiu diminuir para 2 a 1, com mais um gol de cabeça de Eduardo da Silva), Vanderlei fez entrar Arthur – um atacante que até hoje não conseguiu acertar uma jogada sequer.

Precisa dizer algo mais?

 

Renato Maurício Prado-O GLOBO – 28.09.2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.