A criança é um público abandonado pelo cinema brasileiro

A princesa Anna, de "Frozen - Uma Aventura Congelante", animação da Disney, que foi sucesso nos cinemas com as crianças

A princesa Anna, de “Frozen – Uma Aventura Congelante”, animação da Disney, que foi sucesso nos cinemas com as crianças

Por que o mercado cinematográfico raramente – ou quase nunca – se interessa em produzir alguma coisa para o público infantil?

Será que não temos bons roteiristas, diretores e produtores para este gênero de filme?

Existe dificuldade em captar ou convencer os grandes anunciantes? Ou quem sabe isso possa estar relacionado ao fato de não render bilheterias milionárias, como as observadas em filmes do Wagner Moura, Leandro Hassum  e companhia bela? Parece que temos aí um exemplo de pessoal que gosta de investir apenas na certeza, naquilo que pode render lucro instantaneamente.

De qualquer forma, são muitas as perguntas, e as respostas dificilmente irão aparecer. Até mesmo o principal grupo de comunicação do país, com seu braço de cinema, prefere ficar na miúda. Não esboça qualquer reação.

Enquanto isso, nossas crianças continuam consumindo apenas o que vem de fora, para felicidade dos estúdios Disney e de outros. Lamentável.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

João Emanuel Carneiro virou troféu na Globo

"Favela Chique" é a próxima obra do autor João Emanuel Carneiro

“Favela Chique” é a próxima obra do autor João Emanuel Carneiro

A nomeação de Amora Mautner como diretora de núcleo deu uma remexida dentro da Globo. Não tanto pelo cargo,  algo que todos reconhecem como absolutamente merecido, mas muito mais pelas consequências diretas.

João Emanuel Carneiro, um “troféu” disputado por todos, ficou sob seu guarda-chuva. “Favela Chique”, próximo trabalho do autor, terá a direção da Amora.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Ricardo Boechat é um recordista: tem mais de 60 processos nas costas

Ricardo Boechat no "Jornal da Band"

Ricardo Boechat no “Jornal da Band”

Em passagem pelo “Comunique-se”, terça-feira em São Paulo, Ricardo Boechat causou surpresa em vários coleguinhas, ao revelar que está respondendo a mais de 60 processos na justiça.

E aproveitou para destacar o respaldo da Bandeirantes, que o prestigia como âncora do seu principal informativo.

Aliás, Band e Boechat estão fechados até 2018.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Cid Moreira prefere não dar palpite na troca do “Jornal Nacional”

Cid Moreira ficou 27 anos na bancada no "Jornal Nacional"

Cid Moreira ficou 27 anos na bancada no “Jornal Nacional”

Sabe o que Cid Moreira achou sobre a precoce troca de Patrícia Poeta por Renata Vasconcellos no “Jornal Nacional”, anunciada para novembro?

“Normal, só isso, normal”, respondeu o jornalista, sem querer se alongar muito no tema. Não deu palpite.

Vale ressaltar que ele sentou na bancada do informativo durante 27 anos.

Já há algum tempo dedicado à Bíblia, a ponto de falar para mais de 40 mil pessoas em um trio elétrico em Salvador, o locutor vem aí com outra novidade.

A partir do dia 6, inaugura um serviço via internet, “grave sua mensagem na voz de Cid Moreira”, que visa atender os mais variados públicos.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Ex-Menudo Roy paga pensão, é solto e volta para “A Fazenda 7”

798ca-nota-de-100-silas-malafaia

Depois de ter o valor da pensão alimentícia que devia quitada, o ex-Menudo Roy Rosselló foi solto nesta quinta-feira (25) e voltou para a sede de “A Fazenda 7”, em Itu. As imagens de Roy voltando ao confinamento, com os olhos vendados, foram exibidas ao vivo no programa “Cidade Alerta”.

De acordo com a direção da Record, Roy está em uma sala separada e voltará ao convívio dos participantes ainda nesta quinta, durante o programa ao vivo. A votação entre Roy e Heloisa Faissol, que decidiria o eliminado da semana, foi suspensa desde a prisão de Roy, e cancelada pela Record. Para evitar mudanças no resultado, a emissora decidiu fazer uma nova votação na próxima segunda-feira.

Prisão

Conforme noticiou o colunista do UOL Flávio Ricco, Roy teve a prisão decretada na última terça por não pagamento de pensão alimentícia. O delegado Nicolau Santarém, que conduz o caso, informou em entrevista ao “Balanço Geral”,  que o ex-Menudo não paga pensão para a mãe da criança desde 2010 e que o valor da dívida é de R$ 18.500. Na manhã desta quinta, o ex-Menudo foi retirado do confinamento e levado para uma delegacia em Itu, interior de São Paulo, para prestar depoimento.

Em entrevista ao “Programa da Tarde”, Patricia Rosselló, atual mulher de Roy, disse que pagou mais de R$ 42 mil à ex-mulher de Roy que move o processo. Para Patricia, a dívida se acumulou porque o ex-Menudo estava trabalhando como instalador de antenas e não tinha como arcar com a pensão, estipulada em três salários mínimos por mês. “Eu dei tudo para ela cuidar do filho. Foi o combinado no processo. Dei a ela [à ex-mulher] um terreno e tudo o que tinha para ela cuidar do meu filho. E ela simplesmente vendeu sem me informar. Estou sendo preso injustamente. Pra mim é um choque muito grande”, disse Roy no momento da prisão.

Além do processo que levou a prisão de Roy, o ex-Menudo enfrenta na Justiça duas ações diferentes relativas a não pagamento de pensão. “Isso eu já sabia. Eu já tinha conversado com a mãe. Ela sabe que eu sempre ajudei quando eu pude”, afirmou o ex-Menudo sobre o processo de uma outra ex-mulher. Roy tem cinco filhos no Brasil.

 

25/09/201417h31 > Atualizada 26/09/201409h52

Volta de Ana Hickmann ao “Hoje em Dia” já é comentada na Record

Ana Hickmann voltará a integrar a equipe do “Hoje em Dia”

Ana Hickmann voltará a integrar a equipe do “Hoje em Dia”

Já existem especulações na Record, caso a extinção do “Programa da Tarde” vier a se confirmar.

Ana Hickmann, é quase certo, voltará a integrar a equipe do “Hoje em Dia”. Nos corredores da Barra Funda já existe esta aposta.

Os destinos da Ticiane Pinheiro e Britto Junior, por enquanto, ainda são incertos e são sabidos.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Rafael Cortez vai resolver sua vida com a Record em outubro

Rafael Cortez

 

À espera de uma comunicação oficial da Record sobre sua renovação de contrato, que vence em dezembro, Rafael Cortez estabeleceu um limite para resolver a questão, até mesmo para que possa se planejar em relação a outros trabalhos.

“Até 25 de outubro decido minha vida na Record”, avisou. Por acaso, a data do aniversário dele.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery