Com direito a gol de mão, Ceará e Paraná duelam pela 14ª vez nesta terça-feira

Paraná venceu o Vovô 4 vezes; alvinegro tem duas vitórias

cearaparana

Este ano o Vovô já venceu o Paraná por 2×1, na Arena Castelão

Kid Jr
Ceará e Paraná fazem na noite desta terça-feira (16), em Curitiba, o 14º duelo entre as duas equipes em competições oficiais. Mesmo com um histórico equilibrado e repleto de empates, a vantagem no confronto é da equipe paranista.O Tricolor paranaense coleciona 4 vitórias contra o Vovô, enquanto o alvinegro venceu o confronto em apenas duas oportunidades. Em outras 7 partidas, houve empate. No total, o Paraná marcou 20 gols e o alvinegro apenas 17.

No 1º duelo entre as equipes, deu Vovô 

O primeiro confronto entre as duas equipes foi em 2001, pela Copa do Brasil, no PV. O Ceará estreava o técnico José Carlos Serrão, que substituira Arnaldo Lira, após a vexatória goleada de 7×0 para o Sergipe.

A chegada de Serrão parece ter realmente mudado os ânimos em Porangabuçu, e o Vovô venceu por 3×1, com gols de Chico Chapecó, Róbson e Zezinho. Reinaldo descontou para o time visitante.

Gol de mão do Paraná impulsionou acesso alvinegro 

Mas, sem dúvida, em se tratando de confrontos entre as duas equipes, o jogo que não sai da cabeça do torcedor alvinegro aconteceu no dia 19 de setembro de 2009, no Castelão.

Embalado pela vitória diante do Vila Nova e dentro do G-4 da Série B, o Vovô esperava vencer o time paranaense para subir ainda mais na tabela de classificação. Porém um erro grosseiro do árbitro alagoano Charles Hebert Cavalcante Ferreira decretou a derrota alvinegra dentro de casa para o Tricolor. Eram jogados 42 minutos do 1º tempo quando, após cobrnça de escanteio, Wellington Silva, com a mão, empurrou a bola para as redes do goleiro Lopes, do Ceará. O árbitro validou o gol e a confusão se generalizou em campo. No intervalo da partida, o próprio atacante paranista reconheceu ter desviado a bola com a mão, entretanto, segundo ele, sem intenção.

Após a derrota e indignado com a situação, o Ceará se disse perseguido pelas arbitragens e adotou o lema “Contra Tudo e Contra Todos, Vamos Subir”, tentando inflamar a torcida e o seu elenco. A tática deu certo. O torcedor alvinegro comprou a ideia e passou a lotar todos os jogos do time, que não mais perdeu no “Gigante da Boa Vista”. No fim daquele ano, o Vovô comemorou o acesso à elite do futebol brasileiro após 16 anos.

Alvinegro já venceu o Paraná este ano 

Voltando ao presente, o Ceará derrotou os paranaenses no último mês de maio, durante o 1º turno da Série B. Magno Alves abriu o placar para os cearenses e Giancarlo empatou para os visitantes. No último minutos de jogo, Yan marcou contra e deu a vitória ao Vovô por 2×1.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 16/09/2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.