Tom Barros comenta a vantagem do gol marcado como visitante

A batalha vale uma vaga para as quartas de final da competição nacional

A batalha vale uma vaga para as quartas de final da competição nacional
(Foto: Divulgação/CearaSC.com)

 

Margem volátil

Gosto da Copa do Brasil pelo modelo eliminatório a cada rodada. Daí todos os ornatos de uma decisão. E mais: o peso “dois” do gol fora de casa, quando há empate de pontos, eleva a vocação para o jogo ofensivo. Exemplo: o Ceará, hoje, tem ampla vantagem. Tudo para administrá-la sem sustos. Mas, se o Botafogo assinalar um gol primeiro, já mudará toda a fisionomia da partida. Aí a margem oferecida pela vantagem obtida no jogo de ida logo se tornará volátil. Essa a grande diferença entre a Copa do Brasil e os demais tipos de competição. A busca pelo gol sempre.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 03.09.2014

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.