Inglaterra já tem desculpa para uma possível derrota para a Itália amanhã em Manaus

Em reportagem, jornal “The Telegraph” questiona condições do campo, faltando três dias para a partida entre Inglaterra e Itália no estádio. Federação inglesa é política .

manaus gramado copa do mundo (Foto: AFP)

Imagens da Arena Amazônia causam preocupação na imprensa inglesa (Foto: AFP)

A preocupação da Inglaterra passou do clima de Manaus para o estado do gramado da Arena Amazônia. Uma reportagem do diário “The Telegraph” questionou se o estádio estará pronto para receber a partida entre o English Team e a Itália, no próximo sábado, na estreia das duas equipes na Copa do Mundo.

– Há receios acerca do gramado após imagens mostram sua condição ruim a apenas três dias do jogo da Inglaterra. A superfície de jogo está notadamente seca e cheia de areia, e particularmente sem grama perto de um dos gols, com grandes áreas de grama amarela – escreveu o jornal.

Membros do estafe da Inglaterra sempre deixaram claras suas ressalvas a atuar em Manaus – principalmente no que se refere à alta temperatura e à umidade. Sobre o campo, no entanto, o tom foi mais político, e a Federação Inglesa de Futebol (FA) minimizou o fato.

– Não temos muito a falar sobre isso. Representantes da federação estão sempre observando. Além disso, nós vamos treinar neste campo na sexta-feira e se for ruim, será para os dois times – afirmou Mark Whittle, chefe de comunicação da FA.

Em comunicado feito a todos os jornalistas na sala de imprensa da Escola de Educação Física do Exército, local do treino desta quarta-feira, a Federação Inglesa de Futebol também informou que a seleção não fará mais o treino programado para esta quinta-feira em Manaus. Após a viagem, no início da tarde, o grupo fará uma atividade física na academia do hotel onde ficarão hospedados na capital amazonense.

– Não houve qualquer problema. Apenas a comissão técnica decidiu mudar o planejamento, priorizando a recuperação dos jogadores antes da partida de sábado – explicou Whittle.

Em sua publicação, o “The Telegraph” destacou que o clima em Manaus torna mais complicada a tarefa de manter o gramado em boas condições.

– É considerado difícil manter um bom gramado por causa das extremas condições do clima. O gramado tem passado por um reparo de emergência nos últimos meses.

manaus gramado copa do mundo (Foto: AFP)
Gramado do estádio ainda passa por reparos de emergência (Foto: AFP)

 

 

Outra preocupação diz respeito à estrutura do estádio. O “The Telegraph” ressaltou o valor gasto para a construção da Arena Amazônia – R$ 605 milhões – e o contrastou com o que ainda falta ser feito pra completar a obra.

– O resto do estádio não está completamente finalizado, com fios de energia pendurados nas paredes dos vestiários, e trabalhadores ainda aplicando asfalto fora do estádio. Várias portas de segurança ainda precisam ser instaladas no estádio, onde um trabalhar morreu no ano passado após cair do teto – completou.

 

GLOBO ESPORTE .COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.