Record instala um big brother particular em seus estúdios

 

No Recnov, da Record, no Rio, os seus funcionários não escondem a preocupação com o ambiente de “big brother” que se instalou. Ganha fácil do programa da Globo como “a casa mais vigiada do país”.

A ordem, dizem, partiu de São Paulo, do novo diretor Marcelo Silva.
Em vez de escarafunchar a vida dos seus funcionários e buscar fantasmas que não existem, a direção da Record deveria trabalhar para elevar um pouco, pelo menos um pouco, o nível de sua programação.
É de chamar atenção como não existe preocupação com a qualidade.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.