Renato Maurício Prado comenta que o Vasco poderá aprontar no domingo contra o Flamengo

Ficheiro:Club de Regatas Vasco da Gama.png

 

 

Rebaixado à Segunda Divisão, o Vasco, pelo menos, começa 2014 mostrando uma certa evolução, se comparado ao ano passado. Longe de ser brilhante, o time de Adilson Batista, pelo menos, passou a ter um bom goleiro (o uruguaio Martin Silva), um artilheiro eficaz (Edmilson) e um armador de verdade (Douglas).

Graças a isso, chega à decisão do Estadual, que não conquista desde 2003. Entrará em desvantagem, pois o Flamengo pode ser campeão com dois empates. Mas o Fluminense também tinha essa prerrogativa e o Gigante da Colina o eliminou.

Time por time talvez o rubro-negro seja um pouco melhor – apenas um pouco. Mas, dependendo do resultado de seu jogo contra o Emelec, pela Libertadores, poderá decidir o Carioca sendo obrigado a fazer uma partida devida ou morte, no meio de semana.

Para o Vasco, começar a temporada com um título seria um incentivo e tanto para disputar a segundona, onde tem a obrigação de voltar à divisão de elite do futebol brasileiro, que sempre foi o seu lugar.

Façam suas apostas. Eu não arrisco palpite.

 

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 31.03.2014

Renato Maurício Prado comenta Fluminense 0 x 1 Vasco

O elenco do Fluminense é, com folga, o mais caro do Rio. Em nenhum dos outros três clubes há salários como os de Fred e Conca. Some-se aos deles, o de Rafael Sóbis, Wagner, Cavalieri etc e dá pra ter uma idéia de quanto a Unimed gasta com o elenco tricolor.

O elenco do Fluminense é, também, o que tem mais jogadores convocados para a seleção brasileira nos últimos tempos: Diego Cavalieri, Jean e Fred, por exemplo.

Desde o ano passado, entretanto, o elenco do Flu só paga mico. Fez um campeonato estadual ridículo, foi eliminado precocemente na Libertadores e e acabou rebaixado no Brasileiro – só escapando graças à tal história da Portuguesa e do tapetão.

No esculhambado Campeonato Carioca desse ano, o fracasso se repete. Mesmo jogando com a vantagem de dois empates, perdeu a vaga na final para o Vasco, que venceu o segundo jogo por 1 a 0, gol do artilheiro Edmilson.

Qual será a próxima medida do “poderoso Celsão”? O presidente Peter Siemsem já deve estar com o coração na mão…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 31.03.2014