Próximo domingo na Arena Castelão …

Fortaleza Esporte Clube Ceará Sporting Club

O jogo começará às 16h00 ! Torcedor(a) , leve seu filho , sua filha , seu marido , sua esposa , sua sogra , sua nora , seu genro . Compareça à Arena Castelão para apreciar essa grande clássico ! Mas vá para torcer sadiamente ! Se o seu time perder , aceite a derrota numa boa ! Não desconte uma possível perda do clássico nas instalações do estádio ! Torcer com responsabilidade é a palavra de ordem ! É o que pede o TV TOTAL .

Ceará 1 x 0 Icasa

Após marcar o gol da vitória diante do Icasa, Tadeu comemora com os companheiros

Após marcar o gol da vitória diante do Icasa, Tadeu comemora com os companheiros
(Foto: Divulgação/CearaSC.com)

 

O Ceará conseguiu a primeira vitória no Campeonato Cearense e deixou a lanterna da competição. Jogando melhor, o Vovô venceu o Icasa por 1 a 0, na noite desta quarta-feira(5), na Arena Castelão. O gol da vitória alvinegra foi marcado por Tadeu, de cabeça, aproveitando um ótimo passe de Magno Alves.

As equipes voltam a campo no próximo domingo (9), às 16h, em jogo válido pela 4ª rodada do Certame. O Alvinegro encara o Fortaleza no primeiro Clássico-Rei do ano, no Castelão. Já o Verdão do Cariri faz o clássico regional contra o Guarani de Juazeiro, no estádio Romeirão.

Primeiro Tempo

O Ceará foi a campo motivado para mudar a realidade na competição e conseguiu criar boas chances de gol. A melhor delas foi aos 12 minutos, quando Assisinho bateu forte de dentro da área e o zagueiro Osmar salvou em cima da linha. O Alvinegro continuou pressionando e aos 19, Magno Alves recebeu em velocidade, bateu forte e o goleiro Dionnatan fez boa defesa.

O Vovô se manteve melhor e com maior posse de bola na partida. Aos 26 minutos, Tadeurecebeu bom cruzamento da esquerda mas acabou cabeceando para fora. 1 minuto depois o atacante teve nova chance de marcar, após cruzamento de Magno Alves, e de cabeça mandou para o fundo das redes, abrindo o marcador. O Icasa não conseguiu criar para o empate e o primeiro tempo terminou com o Ceará na frente.

Tadeu marca de cabeça

O Icasa melhorou no segundo tempo e o Ceará manteve o mesmo ritmo ofensivo da primeira etapa. Logo aos 2 minutos, o Verdão do Cariri chegou bem com Bismarck que bateu para o gol. Ligado na jogada, o goleiro Luís Carlos fez a defesa. 1 minuto depois Rogerinho respondeu, chutando forte de fora da área. A bola acabou nas mãos de Dionantan, após fazer boa defesa.

Na sequência, só deu Ceará. Assim como aconteceu no primeiro tempo, o Vovô criou boas chances para ampliar, mas pecou nas finalizações. Aos 15 minutos, Marcos fez ótima jogada bateu para o gol mas não conseguiu marcar.  A bola ainda voltou e Magno Alves chutou em cima da zaga. Já no final, o atleta Luis Henrique teve nova chance e cabeceou na trave.

Ficha técnica:

Ceará: Luís Carlos, Samuel Xavier (Marcos), Sandro, Gabriel, Hélder Santos, João Marcos, Rogerinho (Luiz Henrique), Assisinho (Michel), Magno Alves, Tadeu. Técnico: Sérgio Soares.

Icasa:Dionantan, Osmar, Airton Júnior, Preto Costa, Zé Carlos, Jônatas, Guidio (Diogo França), Jonatas Lima (Sergio Junior), Bismarck (Canga), Douglas e Felipe Klein. Técnico: Tarcísio Pugliese.

Arbitro: Luiz César de Oliveira.

Auxiliares: Arnaldo Rodrigues e Jaílson Albano.

Cartão Amarelo:Ceará / Luiz Henrique; Tadeu e Luís Carlos; Icasa / Preto Costa; Jonatan; Guidio, Airton Junior, Canga, Jônatas,

Gol: Ceará / Tadeu (27/1ºT)

 

Diário do Nordeste – Jogada – 05/03/2014

“BBB14”: Cássio conta piada de humor negro sobre Isabella Nardoni

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/8b0ac7b4dc1ed8dbd309c76431e3b1d7.jpg

 

Na tarde desta quarta (05), Cássio, Tatiele e Valter ficaram na área externa da casa contando piadas.

Em dado momento, o estudante de publicidade arriscou algumas piadas mais pesadas. “Gosto de piadinha de humor negro”, falou o gaúcho. “O que é isso?”, perguntou Tatiele.

Depois da explicação, Cássio contou uma piada: “O que entra pela porta e sai pela janela?”. A miss não responde, e Cássio emenda: “Isabella Nardoni”.

Tatiele se assustou: “Que horror. Não acredito que ele falou isso”.

O caso Isabella Nardoni aconteceu em 2008, quando a criança de apenas cinco anos foi jogada pela janela do sexto andar do prédio onde moravam o pai, Alexandre Nardoni, e a madrasta, Anna Carolina Jatobá. Os dois foram condenados e Alexandre pegou 30 anos de cadeia por homicídio triplamente qualificado.

 

NaTelinha

Lívia Andrade sobre início de carreira: “mostrei o bumbum, mas não dei”

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/fb5dfd9de09723e5cc6959c03c2f8d16.jpg

Uma das principais estrelas do SBT nos dias de hoje, Lívia Andrade deve viver o melhor momento de sua carreira. Trabalha participando do “Programa Silvio Santos”, está em vias de estrear no “Arena SBT”, e como sinal de prestígio, a emissora a escalou pela primeira vez para a transmissão do carnaval de Salvador, o “SBT Folia”, que terminou nesta terça (04).

Nessa entrevista exclusiva feita no camarim da emissora na Bahia, Lívia revela sua expectativa para o programa esportivo que estreia neste sábado (08), além de ter falado sobre algumas pessoas que ainda ficam com um pé atrás com ela, por ter começado como assistente de palco no programa de Sérgio Mallandro: “Mostrei o bumbum mesmo, mas não dei pra ninguém. Tenho minha consciência tranquila”.

Confira a entrevista na íntegra:

NaTelinha – Lívia, foi o seu primeiro carnaval em Salvador, não é?

Lívia Andrade – Primeiro carnaval em Salvador. Ano passado, eu cheguei a comprar a passagem, desisti na última hora, porque fiquei com medo de vir para cá.

NaTelinha – Medo? Por quê?

Lívia Andrade – É, porque o pessoal fala tanta coisa, que “nossa, é uma loucura, não tem condições”. E aí, eu pensei: “Gente, eu desfilei, estou cansada, vou fazer o que, chegando em Salvador?”. Vai ser um auê naquele aeroporto, o povo não vai chegar para me buscar, e eu vou sofrer e decidi, melhor não ir. Mas olha, eu achei o máximo, não vi nada do que me falaram, achei tranquilo até demais, pela quantidade de pessoas que tem aqui, não acontece nada. Você vê uma coisinha ou outra, pelo número de pessoas que tem aqui, é super tranquilo.

NaTelinha – Vou mudar um pouco o foco, vou falar do “Arena SBT”, que você está em vias de estrear. Me conte um pouco dele, e me fale do cenário, que me mostraram e está lindo. Qual sua expectativa pro “Arena”, porque futebol é um pouco da tua, né?

Lívia Andrade – Está maravilhoso mesmo o cenário! Eu gosto muito, sempre gostei de assistir os jogos do Corinthians no estádio, já viajei e tudo, acho que o mais legal é você estar com a torcida, acompanhando, sentindo o meio da energia toda. É uma coisa que mais parte da minha vida. E como uniu o esporte, ao humor, a uma coisa mais descontraída, aí sim eu posso dizer que é a minha. Porque se fosse para falar dessa parte técnica do futebol, acho que tem pessoas muito mais bem preparadas do que eu para isso. A minha parte é isso: eu gosto da torcida, da arquibancada, eu sou alguém da arquibancada que vai apresentar um programa que fala também de esportes.

NaTelinha – Acho que é a pergunta que mais te fazem, mas como é trabalhar com o Silvio Santos?

Lívia Andrade – É um presente. Isso aí, é a melhor coisa que me aconteceu, eu não imaginava. Se eu participasse uma vez só, já era o auge para mim. Eu participei do “Qual é a Música?” anos atrás e achei que aquele era o auge da minha carreira, tipo “nossa, fiz o programa do Silvio Santos”. E eu não imaginava trabalhar com ele por tanto tempo, isso é um bônus, uma alegria imensa.

NaTelinha – Ainda existe algum preconceito com você, por ter começado como Mallandrinha, no programa do Sérgio Mallandro, ou acha que isso já acabou?

Lívia Andrade – Eu acho que esse lance do preconceito está mais nas pessoas do que nos outros. Eu não estou nem aí para isso. Porque eu sei o que eu fiz, eu sei do meu trabalho, eu tenho minha consciência tranquila, porque mostrei meu bumbum mesmo, mas não dei ele pra ninguém, apenas mostrei para conseguir minhas coisas.

Agora, tem gente que não mostra, faz aquela linha santa, a gente sabe que artista, hoje, não esconde nada, e a gente sabe de todos os bastidores. Eu tenho minha consciência tranquila quanto a isso. Claro que precisa de um tempo para as pessoas saberem quem você realmente é, né? Você tem que passar por essas fases, passar por julgamentos. Isso é normal do ser humano, você é julgado, você julga, você tem que ter uma autoestima bacana para seguir em paz, e eu tenho meu espírito tranquilo.

Mas eu também não tô ligando muito para a opinião do povo não, viu? Eu faço o meu, se gostou, gostou, se não gostou, não tem problema, entendeu? Não tenho problema com crítica! (risos).

 

NaTelinha

Fox Sports estreia novo programa sem avisar e confunde telespectadores

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/acfed26135940c8af00384e907ef6aa2.jpg

O Fox Sports estreou na noite desta terça (04) umnovo programa.

Trata-se do “Expediente Futebol”, uma atração deentrevista com jogadores de futebol, comandado pelos componentes do “Fox Sports Rádio”, Benjamin Back, Fábio Sormani, Flávio Gomes, Osvaldo Pascoal e Maurício Borges.

No programa de estreia, o convidado foi o atacante do Palmeiras, Alan Kardec. Porém, a repercussão não foi alta. Isso porque a atração estreou no feriado de Carnaval e sem aviso algum na grade de programação, já que no horário das 21h às 23h estava previsto o programa “Rodada Fox”.

Na internet, isso gerou alguns comentários. “Ué, esse programa da Fox é novo? Nunca vi!”, disse o internauta Juliano Ferreira. “Como o Fox Sports estreia um programa sem avisar?”, disse um outro internauta, identificado como Lucas Silveira.

Até o momento, o Fox Sports ainda não se pronunciou sobre o que aconteceu na estreia surpresa do “Expediente Futebol”.

NaTelinha

Auckland property prices steady in February

11:30 AM Thursday Mar 6, 2014

Property sales volumes were down 15 per cent in February from the month before, says Barfoot & Thomspon.  Photo / Chris Gorman

Property sales volumes were down 15 per cent in February from the month before, says Barfoot & Thomspon. Photo / Chris Gorman

Latest Auckland property sales figures from the region’s biggest real estate company show that prices held steady last month but the number of listings is starting to rise – perhaps signalling an improving market for buyers.

Sales volumes in February were down 15 per cent on the same period last year, according to Barfoot and Thompson, but the actual number of available listings reached its highest level since March 2013, at 3674.

Barfoot & Thompson managing director Peter Thompson said these figures indicated that the market was good for buyers, “but sellers need to be cautious not to overprice their properties.”

“We are starting to see a return to listings levels of October and November last year,” he said. “For buyers, that’s good, they can start to shop around, but greater choice means more competition. Sellers will need to be realistic and not overvalue their assets if they want them sold.”

“Supply-side pressures will also start to ease, but only slowly – which should keepprices tracking upwards, albeit at a slower rate than has been seen recently.”

ASB Bank economist Daniel Smith

February sales were steady for an average house price of $678,533 – a rise of 4.8 per cent from January.

 

The February median price was $620,000, up 6.9 per cent from the month before.

Thompson said February sales figures were consistent across all price spectrums with a slight increase in the number of sales across higher price levels.

ASB Bank economist Daniel Smith said the February sales figures suggested the slowdown in sales volumes seen over the November-December period may be carrying over into early 2014.

“January data had pointed to a partial rebound in sales, but this data for February suggest that was short-lived. According to our own seasonally-adjusted estimates, the number of sales in February was the lowest since March 2012. If that softness is sustained, and if it is reflected in the more comprehensive REINZ data released next week, it points to a further slowing in demand.”

Smith did point out that the Barfoot and Thompson data had “shown quite a bit ofvolatility over recent months, and a similar drop-off in sales volumes in December was not mirrored in the REINZ figures.”

“Overall, the lower level of sales seen over recent months implies that the imbalance between supply and demand will ease,” said Smith. “But while the number of homes coming onto the market remains so low the improvement will be only gradual. That will most likely continue to drive prices upwards, albeit not at the same pace as was seen over 2013.”

Smith said today’s release “provides a hint that the LVR restrictions’ impact on sales may linger for longer than previously anticipated – especially if the drop in sales is mirrored in next week’s more comprehensive REINZ figures. ”

“We still expect the demand-side impact to ease slowly over time as buyers find ways around the restrictions and banks – whose new high-LVR lending has so far been well below the level of the restrictions – step up lending to those with less than a 20 per cent deposit.”

He did expect the degree of pressure in the Auckland and Christchurch housing markets to ease slowly throughout this year.

“While the LVR restrictions have reduced demand somewhat early in the year, the expected increases to the OCR will have a much more noticeable impact. Supply-side pressures will also start to ease, but only slowly – which should keep prices tracking upwards, albeit at a slower rate than has been seen recently.”

– NZ Herald

 

Source : The New Zealand Herald