Al Ahly 1 x 5 Monterrey

Monterrey goleia e fecha um ciclo

© Getty Images

Não foi exatamente no momento em que seus torcedores queriam, mas ao menos o Monterrey encerrou com goleada sua participação na Copa do Mundo de Clubes da FIFA Marrocos 2013. Três dias após cair nas quartas de final diante do Raja Casablanca, o campeão da CONCACAF voltou a campo em Marrakech e passou sem dificuldades pelo Al Ahly, campeão africano, por 5 a 1, terminando a competição na quinta colocação pela segunda vez em três anos.

Mesmo com a goleada, a participação decepcionante no Marrocos se soma ao fraco fim de campanha no Campeonato Mexicano, em que a equipe terminou na 11ª colocação e perdeu qualquer chance de se classificar novamente à Liga dos Campeões da CONCACAF. Assim, a única certeza após um período de glórias e três títulos continentais é que o Monterrey não voltará a representar o país no Mundial de Clubes.

Além da goleada – a maior da história dos Mundiais –, a outra nota positiva da campanha foram os dois gols de Cesar Delgado contra o Al Ahly, que o transformaram no maior artilheiro do Mundial com cinco gols, superando Lionel Messi, Denílson e Mohamed Aboutrika, todos com quatro. O argentino, aliás, foi o principal nome do duelo desta quarta-feira, abrindo o placar logo aos três minutos do primeiro tempo e completando a goleada já no fim.

E se o Al Ahly ainda esboçou uma reação no começo, ao empatar com Emad Meteab, foram mesmos os mexicanos que tomaram controle e definiram a vitória ainda na primeira etapa, com gols de Leobardo Lopez e do chileno Humberto Suazo, de pênalti. A goleada sofrida encerrava da pior forma a campanha do octacampeão africano, que somou apenas um gol marcado e sete sofridos.

 

FIFA.com

Raja Casablanca 3 x 1 Atlético Mineiro

O sonho do Galo durou pouco

© Getty Images

O sonho de conquistar o mundo durou pouco para o Atlético Mineiro. Um jogo, para ser exato. Em Marrakech, cidade que abrigou a equipe e cerca de dez mil torcedores esperançosos nos últimos dez dias, o Galo não conseguiu passar pelo surpreendente Raja Casablanca, campeão local, que voltou a vencer no fim, por 3 a 1, fazendo sua fanática torcida explodir de alegria, exatamente como já havia acontecido nas duas partidas anteriores, em Agadir.

O Galo extremamente ofensivo da Libertadores e dos últimos anos não conseguiu furar o bloqueio marroquino e ainda cedeu muitos espaços na defesa, com Iajour, Moutaouali e Mabide aproveitando e decidindo o jogo em contra-ataques. Ronaldinho ainda tentou, marcou um lindo gol de falta e liderou a equipe principalmente no segundo tempo, mas não evitou um decepcionante tropeço. No fim, ainda em campo, foi reverenciado pelos próprios jogadores rivais. Mas, àquela altura, nada colocaria um sorriso em seu rosto.

Os torcedores, a grande arma do Raja, fizeram enorme festa desde o início, como em Agadir, mas desta vez encontraram adversários à altura também nas arquibancadas. Em grande número, os atleticanos cantaram forte, ao menos equilibrando o que antes parecia ser uma disputa desigual. Dentro de campo, mais equilíbrio, com muito estudo nos primeiros momentos e um festival de chances para cada lado a partir dos 20 minutos.

E foi do Atlético a primeira chance real, quando Lucas Cândido cruzou da esquerda e Jô tocou de carrinho, com a bola encobrindo Askri e saindo por pouco. Dez minutos depois, e de novo pela esquerda, Fernandinho pegou a sobra do cruzamento e chutou cruzado, raspando o poste.

Ao mesmo tempo em que pressionava no ataque, o Galo deixava espaços na defesa, que por pouco não foi surpreendida em duas ocasiões: na primeira, quando Moutaouali pegou de primeira um cruzamento da esquerda, para grande defesa de Victor; e a segunda, quando o mesmo Moutaouali recebeu entre os zagueiros, avançou na área e chutou cruzado, dando enorme susto.

Jô ainda perderia outra duas boas oportunidades na área, quando tudo já estava de novo equilibrado, mas seria o Raja que voltaria muito mais animado na segunda etapa. Logo aos seis minutos, em um contra-ataque rápido, a zaga voltou a deixar espaço. Hafidi achou um lindo passe para Iajour, que chutou da entrada da área para fazer 1 a 0.

E a situação por pouco não ficaria pior pouco depois, quando Moutaouali, de novo sozinho pela direita, passou para Hafidi, impedido, mandar para as redes. O gol anulado foi como uma segunda chance para o Galo, que foi aos poucos reagindo após o susto. E Ronaldinho, mais presente no jogo, liderou a equipe com bons passes para Fernandinho e Diego Tardelli. Foi, no entanto, com sua habitual arma – uma cobrança de falta perfeita – que o craque apareceu mesmo, deixando Askri apenas olhando e empatando o jogo aos 18 minutois.

Era a chance de partir com tudo, com Ronaldinho comandando a equipe e buscando espaços, mas o Atlético não aproveitou. Pior: com o tempo passando e sem conseguir assustar, os brasileiros voltariam a deixar espaço na defesa, Réver cometeria pênalti em Iajour e Moutaouali recolocaria os marroquinos na frente.

Já na base do desespero, o Galo pressionou, mas foi o Raja que fechou o placar no fim, com um terceiro gol de Mabide, já nos acréscimos. A campanha dos sonhos do Raja continua, agora para enfrentar o poderoso Bayern na final. O Atlético que acreditava muito, agora terá que se contentar com a luta pelo terceiro lugar.

Tatá Werneck ainda não renovou com a Globo , segundo assessoria

    Tatá Werneck: “Não sou gostosona. Mas eu me amo, não tenho autoestima baixa”
  A São Jorge Produções, que faz a assessoria da Tatá Werneck, sobre nota publicada ontem, não confirma a assinatura de um novo contrato com a TV Globo…
•       … “Estamos ainda em processo. Nada assinado até o momento” – é o que afirmam.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Band continua fazendo testes para seu novo jornal da manhã

•       Band continua pilotando o novo jornal das manhãs, com estreia prevista para janeiro…
•       … A ideia é chegar a uma dupla de apresentadores, que a sua direção entenda como ideal.
•       A mesma coisa vai acontecer imediatamente com o “CQC”…
•       … Há o desejo de se iniciar os testes para encontrar o substituto do Oscar Filho na bancada o mais depressa possível…
•       … E esta é uma escolha que pode sair do próprio elenco do programa como também poderá ser alguém de fora…
•       … Aquele ou aquela que se apresentar melhor, leva.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Marcelo Mainardi assume cargo na Bandeirantes

Na última sexta-feira, de acordo com memorando distribuído para os mais diferentes setores do Grupo Bandeirantes, Marcelo Mainardi assumiu a direção de comercialização de todas as TVs, a aberta e as fechadas.
No mesmo dia, talvez por coincidência, Paulo Saad também soltou um comunicado, elogiando os componentes da sua equipe nos canais BandNews e BandSports.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Flávio Ricco comenta que tempo de arte de Amor á Vida destrói qualquer estratégias das concorrentes

amor a vida
Se tem uma coisa que está levando as concorrentes da Globo ao desespero é o horário de “Amor à Vida”.
A exibição da novela está se estendendo, diariamente, até por volta de 22h50, quebrando no meio a estratégia de suas rivais. A quarta-feira, agora com as férias do futebol, entra também nesse bolo.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Otávio Müller é diretor do seriado A Mulher da sua Vida

Divulgação/Renato Rocha MirandaOtávio Muller, em seu primeiro trabalho atrás das câmeras, dirige Fernanda Souza e Marcelo Serrado

Otávio Muller, em seu primeiro trabalho atrás das câmeras, dirige Fernanda Souza e Marcelo Serrado nas gravações do 3º episódio da série “A Mulher da Sua Vida” que vai ao ar neste domingo, no “Fantástico”.

Eles interpretam um casal do Século XIX e dois outros casais contemporâneos para mostrar como os homens devem fazer para sempre manter a mulher amada.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

A Turner International faz esclarecimento

A respeito da nota de ontem, sobre o ingresso do Rogério Gallo na Turner, veio um esclarecimento oficial:
“A Turner International do Brasil tem o prazer de confirmar que Rogério Gallo se juntará ao escritório da companhia, em São Paulo, no início de 2014, e assumirá o recém-criado cargo de vice-presidente e gerente dos canais de Movies & Series Brasil. Gallo supervisionará a programação, criação e gestão operacional de on-air dos canais de filmes e séries da Turner Brasil, que inclui TNT, Warner Channel, Space e TBS muitodivertido. Sua última posição no mercado foi como diretor-geral do canal Arte 1, do Grupo Bandeirantes”.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Diretoria da Rede Record se reuniu em um hotel de São Paulo

Ontem, toda a direção da Record foi convocada para uma reunião, café da manhã, num hotel de São Paulo.
Encontro bem reservado, realizado propositadamente fora da emissora, segundo um deles, para evitar as paredes que têm ouvidos.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery