FIFA.COM divulga a vitória do Flamengo na final da Copa do Brasil Perdigão 2013

Flamengo volta a fazer festa no Maracanã

© Getty Images

Parecia improvável, com um caminho que possuía como obstáculos quatro entre os cinco melhores times da temporada 2013. Um por um, porém, os adversários foram caindo. Cruzeiro, Botafogo, Goiás… Em todos eles, o Flamengo foi decisivo em sua casa, o novo Maracanã. E não foi diferente nesta quarta-feira. Empurrado do começo ao fim por um estádio lotado, o Rubro-Negro carioca demorou, mas marcou duas vezes, com Elias e Hernane, e fez sua torcida explodir. Por 2 a 0, derrotou o Atlético Paranaense e levantou a Copa do Brasil pela terceira vez.

Campeão também em 1990 e 2006, o Flamengo encerra de forma brilhante uma temporada irregular, marcada pelo inesperado pedido de demissão do técnico Mano Menezes, no dia 19 de setembro. O auxiliar Jayme de Almeida assumiu, e os atletas corresponderam, completando a campanha na Copa do Brasil. O clube, que já havia derrotado Remo, Campinense, Asa e Cruzeiro – o campeão nacional -, foi soberano diante de Botafogo, Goiás e Atlético Paranaense.

Como se completasse um ciclo, o Fla levanta a taça ao derrotar o mesmo Furacão que lhe impôs uma derrota doída, a que marcou a saída de Mano Menezes. Do mesmo modo, encerrou o duelo com um gol de Hernane, o Brocador, artilheiro do novo Maracanã e da Copa do Brasil.

A partida
Ninguém se expôs demais na etapa inicial, e o Flamengo, empurrado pela torcida, foi quem mais buscou o gol, enquanto o Atlético Paranaense apostava nos contra-ataques. O primeiro bom momento veio em um chute de fora da área de Luiz Antonio, logo aos seis minutos, e Weverton fez boa defesa para evitar o gol. Aos 19, Paulinho também tentou um arremate de longe, mas sem sucesso.

O Furação teve problemas para encaixar ataques em velocidade, e a melhor chance de gol dos primeiros 45 minutos viria também do time da casa. Em cobrança de falta aos 41, Luiz Antonio bateu colocado, por fora da barreira, e acertou a junção do travessão com o poste. Quatro minutos depois, os dois times foram para os vestiários com o placar ainda mostrando 0 a 0.

Na segunda etapa, precisando da vitória, o Atlético tomou postura mais ofensiva. Aos 11, Dellatorre entrou no lugar de Felipe, e o resultado da alteração ficou nítido logo, logo. Foi do próprio Dellatorre o primeiro chute de perigo do Furacão – um tiro de fora da área, que passou por cima da meta do goleiro Felipe. Jayme de Almeida respondeu fortalecendo o setor defensivo, colocando Diego Silva no lugar de Carlos Eduardo. Pouco depois, o Fla criou uma ótima chance com Hernane chutando de canhota, mas Weverton fez a defesa.

O tempo passava, e o jogo ficava mais aberto. O Atlético passou a concentrar suas forças em bolas aéreas, e o Flamengo tentava subidas em velocidade pelas laterais. Paulinho chegou duas vezes, pela direita e pela esquerda, mas parou em Weverton. Hernane, aos 39, acertou um lindo voleio, mas a bola explodiu na zaga. Finalmente, aos 42, o Maracanã explodiu de alegria. Paulinho fez boa jogada dentro da área, pela esquerda, e tocou para Elias, que bateu colocado, no contrapé de Weverton.

E se as arquibancadas já festejavam antes do apito final, quando Hernane dominou e mandou para o fundo das redes aos 49, decretando o 2 a 0, o novo Maracanã viu sua maior torcida festejar um título pela primeira vez na casa reformada.

 

FIFA.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.