SBT compra fora programa do seu arquivo

Da esq. para a dir., Marcello Boffat, Bruna Tang, Thammy Miranda, Diego Ramiro, Lola Melnick e Paulinho Serra no "Famoso Quem" (SBT)

Da esq. para a dir., Marcello Boffat, Bruna Tang, Thammy Miranda, Diego Ramiro, Lola Melnick e Paulinho Serra no “Famoso Quem” (SBT)

Na quarta-feira (2), começa mais uma MIP TV, em Cannes com presença maciça da televisão brasileira. Quase todas as emissoras estarão representadas, independentemente do tamanho dos seus cacifes.

Mas este é um assunto que leva a outro. O SBT tem no ar, nas noites de sábado, há umas duas ou três semanas, o programa “Famoso Quem?”, título abrasileirado do “My Name is”, formato da FremantleMedia.

Quando aqui se fala do uso indiscriminado desses conteúdos de fora, ainda há quem considere exagero. O “Famoso Quem?” de hoje e que o SBT pagou por ele, não apresenta nada de novo em relação àquilo que o próprio Silvio Santos tinha no seu “Show de Calouros” lá do passado. Não há rigorosamente nenhuma diferença.

Por absoluta comodidade ou preguiça, chega-se ao cúmulo de gastar com um produto, que já foi bem produzido pela própria casa e tinha o endereço correto do povo. Em vez dos dólares transacionados, em troca do que já existia, bastaria apenas um pouco de boa vontade em pesquisar no arquivo e uma decupagem. O resto sairia no barato. Só que preferiram pagar por isso.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.