Ricardo Boechat , sobre novo instituto de pesquisas: “que venha concorrência em tudo. Até no papel higiênico…”

 

“Se você me perguntar se às vezes fico p… com os números que o Ibope me atribui, fico, mas não vou ficar discutindo [seus métodos]”.

A declaração é do âncora do “Jornal da Band”, Ricardo Boechat, que, de maneira bem coerente, vê como fundamental a existência dos institutos de pesquisas.


Boechat também entende que é preciso colocar as coisas nos seus devidos lugares:

“No caso, o Ibope é o mais antigo, consolidou-se não apenas no Brasil como em outros mercados. Criou uma marca, uma tecnologia, uma credibilidade“, ressalta.


Questionado ainda sobre a possibilidade de o alemão Gfk passar a aferir audiência dos canais brasileiros, Boechat também se manifestou:

“Que venha concorrência em tudo, na pasta de dente, no papel higiênico, no absorvente… e no instituto de opinião, por que não?. Quem não gosta de concorrência é quem não tem competência para se estabelecer”.

E colocando o futebol como exemplo, finalizou, “acho ótimo que o Neymar enfrente concorrente à altura, senão ele já vai se achar um Messi”.

 

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.