Coreia e Austrália se aproximam do Brasil

Coreia e Austrália se aproximam do Brasil

© Getty Images

Coreia do Sul está muito perto de se tornar o segundo país asiático a se classificar para a Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Nesta terça-feira, em jogo realizado em Seul, a equipe comandada por Choi Kanghee conseguiu uma importante vitória por 1 a 0 sobre o Uzbequistão, com um gol contra de Akmal Shorakhmedov, no final do primeiro, e agora torce por uma derrota do Irã ainda hoje para se juntar ao Japão e chegar à oitava participação consecutiva em Mundiais.

Com os três pontos chorados, os sul-coreanos assumiram a liderança do Grupo A das eliminatórias asiáticas, agora com 14, ficando com três a mais que os próprios uzbeques e quatro que os iranianos, que enfrentam o já eliminado Líbano e podem chegar a 13 em caso de triunfo.

De qualquer forma, a última rodada do torneio classificatório, marcada para a próxima terça-feira, promete ser quente. Isso porque os sul-coreanos, caso não estejam classificados, tentarão confirmar o avanço justamente contra o Irã, enquanto o Uzbequistão fará um duelo de vida ou morte contra o Catar.

Austrália se recupera
No Grupo B, a Austrália chegou ao duelo desta terça sob enorme pressão, mas respirou aliviada ao golear a Jordânia por 4 a 0 em Melbourne. Bresciano, Cahill, Kruse e Neill marcaram os gols que deram valeram os três pontos e a segunda colocação da chave com 10 pontos, um a mais que Omã.

Desta forma, os Socceroos dependem apenas de suas forças na última rodada, terça, quando enfrentam um Iraque praticamente eliminado, para disputar a Copa do Mundo da FIFA pela terceira vez consecutiva.

 

FIFA.com

Ceará espera dobrar número de turistas estrangeiros durante Copa das Confederações

Pelo menos 123,8 mil torcedores são esperados para os jogos da Copa das Confederações que ocorrem nos dias 19, 23 e 27 deste mês na Arena Castelão, em Fortaleza (CE). De acordo com a Federação Internacional de Futebol (Fifa), a maior parte do público será formada por torcedores nacionais.

Na média das cidades-sede, até o dia 15 de maio, 97% dos ingressos haviam sido comprados por brasileiros. FOTO: Thiago Gaspar.

No primeiro jogo do torneio na capital cearense, o Brasil enfrenta o México no dia 19, às 16h. Mais de 51 mil ingressos para esse jogo, que é o segundo da seleção brasileira pelo Grupo A, foram vendidos. Pelo Grupo B, Fortaleza receberá a partida Nigéria e Espanha, no dia 23, também às 16h. Pouco mais de 39 mil pessoas já garantiram a entrada no Castelão nesse dia. Para o jogo da semifinal, ainda com seleções indefinidas, 33,7 mil ingressos foram vendidos. A capacidade do estádio é 63.093 mil lugares.

Mesmo com uma baixa venda de ingressos para torcedores de outros países, o secretário de Turismo do Ceará, Bismarck Maia, espera que a proporção de turistas estrangeiros alcance aproporção de 15% a 20% em relação aos brasileiros que chegam ao estado. “Dos turistas que o Ceará recebe atualmente, de 8% a 10% correspondem a estrangeiros. Vamos sair da normalidade de qualquer mês de junho, pois vamos sediar um evento internacional. Com isso, certamente esse número vai crescer”, apontou.

Rede hoteleira não espera grandes mudanças durante a Copa

A mesma expectativa não é compartilhada pelo vice-presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis do Ceará (Abih-CE), Régis Medeiros. “Não devemos ter nada muito diferente do que temos normalmente. No ano passado, nesse período de 15 a 30 de junho, nós tivemos 65% de ocupação. Nossa expectativa neste ano é chegar na casa dos 70%. Vamos ter um aumento, lógico, no dia 19, por conta do jogo do Brasil contra o México, quando devemos entrar à casa dos 90%”, avaliou. Em relação a turistas estrangeiros, ele não projeta mudanças.

Com o pequeno número de turistas de outras nacionalidades no período da Copa das Confederações, a cadeia do turismo da cidade ganha mais um tempo para capacitar seus profissionais para falar outro idioma. “Nosso turismo ainda é muito brasileiro. O grande trabalho dos últimos anos é criar uma infraestrutura para que sejamos considerados um destino turístico internacional, coisa que ainda não  somos”, disse Bismarck Maia.

O secretário aposta na Copa do Mundo para fortalecer o estado como destino turístico internacional. “A cidade está preparada para os jogos. Já somos uma cidade turística e que recebe muitos eventos. Isso [as copas das Confederações e do Mundo] vai ser equivalente a uma alta estação, tanto quanto temos vivido em outros momentos, com a diferença de que teremos maior número de turistas internacionais que poderão dar visibilidade ao nosso destino”, avaliou.

Falta pessoas que se comunique com turistas

No maior centro de artesanato de Fortaleza, o Mercado Central, por exemplo, apenas 2% dos funcionários estão capacitados a atender turistas em outro idioma, segundo estimativa do presidente da Associação dos Lojistas do Mercado Central (Almec), Juarez Gonçalves Elias. “Existe possibilidade de a gente contratar alguém bilíngue para resolver algum problema no mercado, mas como aqui é muito grande, vai ser só para casos específicos”, declarou.

Meio de transporte que também não conta com comunicação ou sinalização em outro idioma é o metrô de Fortaleza. Ainda sem funcionar integralmente desde a inauguração no meio do ano passado, a Linha Sul – que liga Pacatuba, na região metropolitana, ao centro da capital – irá circular das 13h às 20h para atender à demanda dos torcedores. Normalmente, a linha é operada das 8h às 12h. De acordo com a assessoria de imprensa do metrô, embora a linha não passe perto dos locais dos jogos, ônibus especial levará o público da Estação Parangaba ao estádio Castelão.

Na avaliação do secretário, a tarefa de capacitar os profissionais para falar outro idioma poderia ser assumida com maior celeridade pelos próprios empresários do setor. “Não entendo capacitação para um grande volume [de pessoas], com a rapidez necessária, com a eficiência operacional necessária , se não for organizado pelo setor privado. E eles estão procurando fazer isso, especialmente para a Copa do Mundo”, disse. Ele destacou que, na Copa das Confederações, os principais pontos turísticos da cidade receberão o reforço de voluntários bilíngues para apoiar turistas.

Transporte durante o evento

Também com o objetivo de facilitar o deslocamento de estrangeiros por ruas e avenidas de Fortaleza, o órgão estadual de trânsito está fixando 500 placas bilíngues (português e inglês). A previsão é que o trabalho seja concluído no próximo dia 10. O projeto foi feito com a identidade visual da Copa das Confederações e da Copa do Mundo. Após os jogos, portanto, elas serão substituídas.

 

Diário do Nordeste-Negócios-11 de junho de 2013

´Cearês´ para o mundo curtir

As expressões tipicamente cearenses vão invadir as cabines dos estádios da Copa das Confederações

“Queremos dar um contorno realmente cearense. Estamos chamando, por exemplo, ´Seleçãozinha pai-d´égua´, e pai-dégua é um termo nosso. ´Quem perder para nós vai tomar na tarraqueta´. ´O pau vai chinchar´. Todos esses são termos cearenses que pretendemos que fiquem gravados na memória do rádio esportivo brasileiro”.

Equipe da Verdinha esteve reunida, ontem, no estúdio da emissora, para uma sessão de fotos. Em todas os jogos da Seleção Brasileira pela Copa das Confederações, assim como pelo Mundial, no próximo ano, a principal emissora do rádio esportivo cearense estará presente com narrador, comentarista e repórter FOTO: KID JÚNIOR

Assim o narrador e coordenador de esportes da Rádio Verdes Mares AM, Gomes Farias, antecipa a narração que fará dos jogos do Brasil na Copa das Confederações e no Mundial 2014 no microfone da Verdinha.

A Rádio Verdes Mares será a única emissora do Ceará inserida no grupo de rádios que transmitirão os jogos dos dois eventos da Fifa em solo brasileiro.

Destaque

Farias acrescentou que “num evento como a Copa das Confederações, que terá representantes dos seis continentes, mais a última campeã mundial _ a Espanha _, e o Brasil, o mundo inteiro estará voltado para Fortaleza e para o nosso País. E seria inconcebível que a Seleção Brasileira, jogando aqui, no Castelão, nós não tivéssemos uma voz cearense, uma rádio cearense, assim como no Mundial de 2014”.

Do time da Rádio Verdes Mares para a transmissão dos jogos da Copa das Confederações e da Copa do Mundo de 2014 fazem parte, além de Gomes Farias, Bosco Farias, Sérgio Pinheiro, Wilton Bezerra, Tom Barros, Edson Ferreira, Irismar França, Altenir Bernardo (Mossoró), Paulo César Norões e Caio César.

A partir de hoje, o repórter Caio César estará lado a lado com a Seleção Brasileira, em Goiânia/GO. “E a nossa equipe viaja para Brasília sexta-feira, 13, completa, com narrador, comentarista e repórter. E em todo jogo do Brasil nossa equipe estará no estádio”, ressalta.

Novidade

O multimídia Tom Barros, que já participou pela Verdinha de outras coberturas do Mundial de Futebol, disse que, nesse próximo trabalho, “a experiência é nova porque vai ser dentro da nossa própria casa. Se tínhamos a preocupação do que íamos fazer lá fora, nas quatro Copas, por exemplo, que transmiti, junto com a equipe, hoje, nós temos um sentimento diferente. Somos anfitriões, temos de receber o pessoal que vem de fora, auxiliá-los _ como eles nos auxiliaram nas competições _ e abrir espaço para que eles tenham o que nós tivemos. Com uma preocupação a mais, que o título fique dentro de casa”, emenda.

Amadurecido

Mais jovem integrante da equipe da Verdinha, o repórter Caio César, disse “estar um pouco mais amadurecido” em relação a quando foi para a Copa do Mundo de 2010 e a Copa América de 2011. “Nesse novo desafio, vou passar a maior parte do tempo sozinho na cobertura, junto com a Seleção, o que será uma grande responsabilidade”, enaltece .

 

Diário do Nordeste-Jogada-11 de junho de 2013

Em queda, Ceará e Figueirense duelam para retomar rumo vitorioso

Vovô está cada vez mais perto da zona de descenso; time catarinense, por sua vez, sonha voltar ao G-4 antes da parada da Copa das Confederações

Ceará e Figueirense medem forças, nesta terça-feira, no Estádio Domingão, em Horizonte, a partir das 19h30m (de Brasília). Será a sexta rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. E a partida mostrará equipes em situações bem parecidas na competição. De um lado, os donos da casa vêm de resultados adversos seguidos. Já o clube visitante é um dos primeiros da Segundona, mas vem caindo de produção.

Comandado novamente por Dimas Filgueiras e sem técnico efetivo ainda, após a demissão de Leandro Campos, há duas rodadas, o Ceará tenta reverter os maus resultados que o aproximaram da zona de rebaixamento da Série B. Na última partida, após estar ganhando do Boa Esporte, o Vovô permitiu a virada da equipe mineira e só empatou no finalzinho do jogo.

Por outro lado, invicto e líder nas três primeiras rodadas, o Figueirense vem de duas derrotas consecutivas – para a Chapecoense, em casa, e Paraná, no último sábado -, o que fez o time ligar o sinal de alerta. Com nove pontos, os mesmos de Sport e Palmeiras, o time catarinense está fora do G-4 pelos critérios de desempate. Terceiro melhor ataque, com dez gols, o time do técnico Adilson Batista também vem sofrendo muitos gols: são nove em cinco jogos.

estádio Domingão (Foto: Divulgação)
Domingão recebe o confronto entre Ceará e Figueirense nesta terça-feira (Foto: Divulgação)

O amazonenese Edmar Campos da Encarnação apita o jogo, auxiliado por pelos pernambucanos Elan Vieira de Souza e Bruno Cesar Alcântara. Ceará x Figueirense terá transmissão ao vivo pelo PremiereFC 1 e será acompanhado em Tempo Real pelo GLOBOESPORTE.COM, a partir das 19h.

header as escalações 2 (Foto: arte esporte)

Ceará: embora tenha empatado na última rodada em casa, com o Boa Esporte, e o seu time tenha perdido rendimento ao longo do jogo, o técnico Dimas Filgueiras praticamente não fará alterações nos titulares. Raphael Macena perderá vaga no ataque para Mota, dono da posição, que está votlando de suspensão. E Ricardinho deve retornar à titularidade, após lesão, no lugar de Luiz Henrique. Sendo assim, o time deve ser esse: Fernando Henrique; Eric, Anderson Marques, Diego Ivo e Vicente; Diogo Orlando, João Marcos, Ricardinho e Lulinha; Mota e Magno Alves.

Figueirense: mesmo derrotado para o Paraná Clube, na última rodada, o técnico Adilson Batista deve manter a base do time titular. Quem pode pintar são o lateral-direito William e o meia Rennan Oliveira. O atacante Pablo também pode aparecer, e assim a equipe voltar ao 4-3-3. O time deve ser: Ricardo, André Rocha (William), Thiego, Douglas Silva e Wellington Saci; Luan, Ronaldo Tres, Maylson e Botti (Rennan Oliveira ou Pablo); Ricardinho e Rafael Costa.

header quem está fora (Foto: Editoria de Arte/Globoesporte.com)

Ceará: todos os jogadores estão à disposição do treinador para a partida.

Figueirense: o meia Gérson Magrão, que volta de suspensão, não viajou com a delegação, e está fora da partida. O volante Willian Magrão, que teve uma fratura no tornozelo esquerdo, deve perder o resto da temporada. O atacante Marcelo Toscano segue em tratamento para se recuperar de uma lesão muscular na coxa.

header pendurados (Foto: ArteEsporte)

Ceará: Anderson Marques.

Figueirense: Ricardinho.

Moreno sabe como ‘fazer maldade’ com González, rival nesta terça-feira

Atacante e zagueiro se encontrarão no confronto entre Chile e Bolívia, pelas eliminatórias. Boliviano revela pedido do ex-treinador Jorginho.

montagem Marcelo Moreno e Gonzalez (Foto: Globoesporte.com)

Marcelo Moreno e Marcos González estarão
frente a frente nesta terça (Foto: Globoesporte.com)

Enquanto o grupo do Flamengo curte sua semana de férias por causa da paralisação para a Copa das Confederações, dois atletas do clube ainda mantém o foco na bola por suas seleções, que disputam as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Nesta terça-feira, o boliviano Marcelo Moreno terá pela frente o chileno Marcos González no confronto de suas equipes pela 14ª rodada da competição, no estádio Nacional de Chile, em Santiago.

No dia de sua viagem para a Bolívia, Moreno conversou com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM e confessou que eles chegaram a “resenhar” sobre o encontro. De acordo com o camisa 19 do Fla, que é companheiro de quarto de González, o conhecimento mútuo faz com que algo de diferente tenha de ser criado para que na hora de a bola rolar um possa surpreender o outro. O atacante, inclusive, garantiu já ter a fórmula de passar para trás seu rival-amigo.

– Conversamos, sim. Fomos companheiros de quarto antes do jogo com o Atlético-PR e falamos sobre o assunto. Ele me conhece bem e eu também o conheço. Vou guardar para mim, mas sei onde posso fazer uma maldade nele – brincou Moreno.

O artilheiro chegou a revelar um bate-papo entre eles e o ex-técnico do clube, Jorginho, que pediu para que o zagueiro não machucasse o atacante.

– Ele conversou com a gente e a única coisa que pediu foi para não me machucar. Pode chegar junto, de maneira tranquila e leal. Cada um vai estar defendendo o seu – afirmou Marcelo Moreno.

Quarto colocado com 18 pontos em 12 jogos, o Chile recebe a Bolívia, que aparece na oitava e penúltima posição, com 10 pontos e com o mesmo número de partidas realizadas.