Discurso “a caminho da liderança” da Record parece cada vez mais vazio

Enfrentando a maior crise dos últimos anos, a Record promoveu centenas de demissões na sua central de produção e promete tirar do ar os programas que não tiverem retorno publicitário. Otimista, ainda assim, Honorilton Gonçalves, vice-presidente da emissora e bispo licenciado da Igreja Universal, disse a Keila Jimenez, da “Folha”:

“Esta é a fase mais importante da Record, pois estamos preparando a empresa para ser ainda mais competitiva, para o caminho da liderança. Temos a preocupação de adequar a rede à realidade atual do país e do mundo.”

Como se vê, o discurso “a caminho da liderança” segue o mesmo. O problema é que parece cada vez mais vazio, difícil de ser levado a sério. Penso, por exemplo, no “Programa da Tarde”, grande investimento da emissora no horário vespertino. Patinando no Ibope, a atração passou as últimas três semanas promovendo um concurso chamado “Dança dos Anões”.

Dá para levar a sério uma emissora que disputa audiência dessa forma?

 

Maurício Stycer – UOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.