Audiência da novela Dona Xepa em Fortaleza no dia 22 de maio de 2013

Enquanto em São Paulo vem mantendo índices similares aos de “Balacobaco”, apesar de ter se destacado em alguns dias, “Dona Xepa” agradou bastante o telespectador de Fortaleza.
Nesta quarta-feira (22), a novela de Gustavo Reiz marcou 15 pontos de média. O pico foi de 18 pontos e alcançado às 22h58, momento em que a Globo marcava 20,3. Ainda neste minuto, a Band estava com 3,2 e o SBT com 2.
Diferente de São Paulo, em Fortaleza também há o destaque positivo para “José do Egito”, que marcou média de 18 pontos com picos de 25.
A Record no Ceará tem como afiliada a TV Cidade, a qual possui uma das melhores audiências de todo o Brasil.
Esses índices são consolidados e são baseados na preferência de um  grupo de telespectadores de Fortaleza e Região Metropolitana.
NaTelinha

De técnico novo, São Caetano estreia na Série B contra o favorito Ceará

Azulão tem primeira partida de Marcelo Veiga e tenta se recuperar após rebaixamento no Paulistão. Vozão vem embalado por título estadual

Após bater na trave em 2012 e ficar a uma posição de voltar para a Série A, o São Caetano inicia a jornada da Série B do Campeonato Brasileiro de 2013 nesta sexta-feira, para tentar repetir a boa campanha no ano passado e apagar o mau início de temporada, que teve o rebaixamento no Paulistão. No entanto, a primeira missão não será fácil. O Azulão terá um dos times cotados como favoritos ao acesso: o Ceará. As duas equipes se enfrentam nesta sexta-feira, às 19h30m, no Estádio Anacleto Campanella.

time do ABC paulista vem de técnico novo para a Segunda Divisão. Após fazer uma boa campanha no Botafogo-SP, Marcelo Veiga foi contratado logo no início do mês. Após duas semanas concentrado com todo o grupo em Itu, no interior de São Paulo, o treinador já armou o time que estreará na Série B.

Do outro lado, o Ceará vem embalado após conquistar o Campeonato Cearense contra o Guarany de Sobral, no último final de semana. Leandro Campos manteve a base da equipe que se sagrou campeão estadual. A única baixa é o atacante Magno Alves, vetado pelo departamento médico.

O zagueiro Rafael Vaz, que interessava ao Vasco e podia não jogar contra o São Caetano, caso houvesse o acerto, foi relacionado e participa da estreia do Alvinegro na competição.

O trio de Minas Gerais formado pelo árbitro Emerson de Almeida Ferreira e pelos assistentes Frederico Soares Vilarinho e Ricardo Junio de Souza comandará a partida. O SporTV transmite a partida e o GLOBOESPORTE.COM acompanha o confronto em Tempo Real.

header as escalações 2

São Caetano: Após uma semana de treinamentos à frente do Azulão, em Itu, Marcelo Veiga definiu a equipe que entrará em campo na estreia do treinador. O deve ser o seguinte: Rafael, Samuel Xavier, Luiz Eduardo, Bruno Aguiar e Fernandinho; Dudu, Wagner, Renato Ribeiro e Rivaldo, Cassiano e Danielzinho

Ceará: O Vovô de Porangabuçu terá poucas mudanças em relação à equipe que conquistou o tricampeoanto cearense no último domingo. O técnico Leandro Campos tem apenas uma baixa, o destaque da equipe, Magno Alves. O time deve estrear na Série B com: Fernando Henrique, Eric, Douglas, Rafael Vaz, Vicente, Diogo Orlando, João Marcos, Ricardinho, Lulinha, Raphael Macena e Mota.

quem esta fora (Foto: arte esporte)

São Caetano: Dos reforços recentes do Azulão, o meia Danilo Bueno ainda fica fora da estreia da Série B. Ele se recuperou de lesão no início da semana, mas não treinou com bola.

Ceará: Pelo time cearense, o principal goleador da temporada, Magno Alves, fica de fora da estreia. O artilheiro, que já marcou 14 gols na temporada, foi vetado pelo Departamento Médico após a conquista do Campeonato Cearense, quando sentiu um estiramento no músculo posterior da coxa.

 

Nota do blog : A Rádio Verdes Mares vai transmitir a partida ao vivo ! CLIQUE AQUI para escutar 

Thaís Fersoza pede dublê para cenas sensuais de “Dona Xepa”

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/934c3a17d14041bba9cde739606728f4.jpg

Interpretando a Rosália, vilã da recém-estreada “Dona Xepa” na Record, Thaís Fersoza não deverá mostrar seu corpo na novela, atendendo assim os pedidos de seu namorado, o cantor Michel Teló.

Segundo o UOL, a atriz pediu uma dublê para as cenas mais quentes da trama. Fersoza continuará fazendo sequências de beijos, mas possíveis aparições de lingerie ou biquíni não serão interpretadas por ela.

A assessoria de imprensa da Record confirma o fato. Na reunião de elenco para assistir ao primeiro capítulo de “Dona Xepa”, Michel Teló confessou ter sentido um pouco de ciúmes: “Fiquei com um pouquinho de ciúme quando ela beijou o Juan Alba”.

Na trama, Rosália é filha de Xepa (Ângela Leal) e quer subir na vida arranjando um marido rico que a sustente.

“Dona Xepa” vai ao ar de segunda a sexta, a partir das 22h15.

NaTelinha

Carla Vilhena define nesta semana sua função no “Fantástico”

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/8a2915c1f6a4da744dad8ee47ab324df.jpg

O futuro de Carla Vilhena, ex-âncora do “Bom Dia São Paulo”, ainda não é totalmente certo dentro da TV Globo.

De acordo com a jornalista Janaina Nunes, da coluna “Em Off”, nesta semana estão acontecendo reuniões que definirão o que exatamente a jornalista fará daqui pra frente e qual será o seu papel dentro do “Fantástico”.

Carla começou na TV Globo como editora do “Jornal Hoje” ainda na década de 80. Depois, ficou por vários anos ao lado de Chico Pinheiro, seu ex-marido e com quem tem três filhos, no comando do “SPTV”.

A jornalista também foi correspondente da emissora em Nova York.

NaTelinha

A guerra vai começar!

Maior Torcida do Estado,

Sabe quando você treina para um objetivo. Dá duro, sua a camisa e percebe que o pior ainda vai começar? Então… isso está acontecendo AGORA.

O Ceará treinou, suou a camisa. Bateu adversários fracos, fregueses e adversários medianos. Vencemos o campeonato local com folga. Um treino de luxo. Conquistamos a taça de TRICAMPEÃO e guardamos na sala com mais troféus nesse estado. Domingo tem até uma carreata para comemorar o feito. Mas antes disso, ainda na sexta-feira, uma guerra se iniciará.

O nível é outro e ao parar para analisar, a situação não é desesperadora, mas requer atenção. Temos de fato, o 6º elenco mais caro da Série B, avaliado em R$ 33,3 milhões segundo pesquisa da Pluri Consultoria. Entre os favoritos ao acesso, ficamos em 5º na pesquisa entre jogadores e técnicos. Até agora nada de G4. Para ocupar esse posto precisaremos melhorar.

É preciso mais. O Vozão tem um bom time, mas precisamos de um bom elenco. Novos nomes devem pintar em Carlos de Alencar Pinto. Alguns estão saindo (Tiago, Cleiton, Gerley, Válber, Anselmo, Régis).

O fato é que precisamos nos reforçar e vou apontar onde, conforme MINHA opinião. Fiquem a vontade para concordar ou discordar.

Gol – Fernando Henrique voltou a se comprometer com o clube, treinando, voltou ao seu antigo reflexo. Pega bolas difíceis e tem uma boa saída de bola ligando o contra golpe de forma rápida. Ponto fraco: cruzamentos e frangos engolidos. Logo, precisamos de outro que realmente dispute essa vaga.

Lateral – O nível do Eric é baixo. Rafael Cruz é bom, mas se quebra muito fácil. Precisamos de DOIS laterais direitos. Ah, de um lateral esquerdo também.

Meio – Vejo um setor carente. Ricardinho alterna partidas boas e ruins. Luiz Henrique é bom, veloz, mas pode sentir o peso da competição. Precisamos de um camisa 10!

Vejo o Ceará bem de zagueiros, volantes e atacantes. Reforçando onde apontei, acredito no Ceará brigando pelo acesso à elite. E você?

 

BORA, VOZÃO!
Conta comigo \o/

***

#CearaEstaremosContigo

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS

 

BR’13 – São Caetano x Ceará

É pra valer! O campeonato brasileiro série B vai começar e o peito do alvinegro se enche de esperança. Esperança por ver o quanto o Ceará cresceu nos últimos anos. Agora, nós brigamos de igual para igual contra qualquer time deste campeonato. E com esse sentimento de Fé, acompanharemos de longe a primeira batalha do Alvinegro Mais Querido do Nordeste que encara o São Caetano às 19h30.

A lista de relacionados já saiu e temos três estreantes:

Goleiros: Fernando Henrique e Dionantan
Zagueiros: Douglas, Rafael Vaz e Anderson Marques;
Laterais: Vicente, Eric e Rafael Cuz;
Volantes: João Marcos, Diogo Orlando, Foguinho e Régis;
Meias: Lulinha, Ricardinho e Luiz Henrique;
Atacantes: Mota, Pingo e Raphael Macena.

Leandro Campos testou alguma formação e os reforços estão aptos a ajudar, porém, acredito que o time não deva mudar muito da formação que conquistou o título estadual. Magno Alves que foi vetado com uma lesão, pode ser substituído por Pingo e o Vozão deve ir ao Anacleto Campanella com Fernando Henrique, Eric, Douglas, Rafael Vaz, Vicente, Diogo Orlando, João Marcos, Ricardinho, Lulinha, Pingo (Macena) e Mota.

A não temos mais campeonato local ou copa do Brasil para desviar o foco. A meta é subir? Pois comecemos na ativa, colocando o adversário sob pressão.

Fácil? Não será. O Azulão tem um bom time e jogando em seus domínios cresce.

O que precisamos? Não se amedrontar. Eles virão pra cima, afinal, todos querem iniciar o campeonato com vitória. É preciso crescer e explorar os erros que eles certamente cometerão.

Não só defender, mas também atacar e com inteligência para matar quando for a hora.

Respeitar não é temer… Eu SOU MAIS CEARÁ!

BORA, VOZÃO!

***

#CearaEstaremosContigo

SAUDAÇÕES ALVINEGRAS


BLOG DO TORCEDOR DO CEARÁ

 

Flamengo lança novos uniformes com superfesta no Rio

Evento com show de Jorge Benjor marca retomada de parceria de sucesso nos anos 80, com a Adidas. Camisa já será usada domingo, contra o Santos

Com uma superfesta, o Flamengo satisfez, nesta quinta-feira, a maior curiosidade de seu torcedor em 2013 e lançou sua nova linha de uniformes

. O evento marcou o retorno da Adidas ao Rubro-Negro, retomando parceria de sucesso da década de 80, a mais vitoriosa da história do clube. A grande festa, que começou com 1h30 de atraso, apresentou a camisa um, com listras mais finas e o “CRF” bordado sobre uma faixa preta, ao contrário da anterior, e outra predominantemente branca, com uma listra vermelha no peito, onde fica o escudo, e uma preta no ombro. Marcelo Moreno, Hernane, Renato, Felipe, Gabriel e Caio Rangel, das divisões de base e da Seleção sub-17, foram os modelos. Depois da apresentação, o flamenguista Jorge Benjor animou o público com um show.

– Gostei. A camisa é bonita, leve, boa de jogar – disse Hernane, que vestirá a 9 contra o Santos, domingo, em Brasília, na estreia do novo uniforme, e do time no Brasileirão. O jogador foi confirmado como titular pelo técnico Jorginho em entrevista durante a festa.

lançamento Camisa Flamengo (Foto: Marcelo de Jesus)
Jogadores posam com as novas camisas do Flamengo em evento no Rio (Foto: Marcelo de Jesus)

O evento, realizado no espaço Lagoon, bem ao lado da sede da Gávea, contou com muitos efeitos baseados em jogos de luz, perceptíveis até mesmo do lado de fora do local.  O presidente da Adidas no Brasil, Fernando Basualdo, abriu a festa e logo depois foi mostrado um vídeo no qual os principais pontos turísticos do Brasil, como o calçadão de Copacabana, o Palácio do Planalto e a Avenida Paulista eram pintados de vermelho e preto.

– É um orgulho para nós poder voltar e construir uma nova década dourada com vocês. Esse clube cheio de tradição e conquistas merece o melhor – disse Basualdo.

Na plateia, os ídolos Adílio e Julio Cesar “Uri Geller”, e rubro-negros famosos como Ivo Meirelles, Carlinhos de Jesus, Sandra de Sá, Valeska Popozuda, além de um grande número de atores como Marcius Melhem, Pedro Neschling e Carolina Dieckman, Jorge Pontual, Mauro Mendonça, Bruno Gissoni e Eduardo Galvão. Um DJ completava o clima de celebração.

Além da linha apresentada, o Flamengo lançará ainda em 2013 um novo uniforme número 3. Com o preto como cor predominante, o produto deve ser apresentado ao torcedor somente em setembro, apesar de já ter sido aprovado pelo Conselho Deliberativo.

detalhe uniforme Flamengo (Foto: Leandro Garrido)Detalhe do novo uniforme do Flamengo, em alusão à fundação do clube (Foto: Leandro Garrido)

A camisa será vendida por R$ 199,90. Inclusive, o novo manto esteve disponível para pré-venda desde o dia 10. Toda linha de treinamento será utilizada pelo elenco a partir da atividade de sexta-feira pela manhã.

Em vigor desde o último dia primeiro, a união entre Flamengo e Adidas retoma uma parceria de sucesso na época mais vitoriosa da história do clube, na década de 80. O ícone desta geração, no entanto, não participou do lançamento. Apesar de ser embaixador da fornecedora, Zico está em Nova York para um evento. O Galinho, por outro lado, participou do anúncio oficial do acordo, realizado na Gávea no último dia 9.

O contrato de dez anos entre Flamengo e Adidas é o mais valioso no segmento em todo o continente e coloca os cariocas em um grupo chamado de Top 5 da empresa alemã, ao lado de Milan, Chelsea, Bayern de Munique e Real Madrid. O Rubro-Negro receberá R$ 35,6 milhões por ano, valor que aumenta ao longo da parceria. Ao contrário da Olympikus, entretanto, a empresa não terá influencia direta na contratação de grandes estrelas, com o pagamento de salários, por exemplo, mas admite “abrir portas” para que isso aconteça.

A atriz Carolina Dieckmann lançamento uniforme Flamengo (Foto: Celso Pupo / Agência Estado)
A atriz Carolina Dieckmann marca presença no lançamento do uniforme (Foto: Celso Pupo / Agência Estado)

O contrato foi assinado em 20 de dezembro do ano passado. Logo após a assinatura, o Rubro-Negro recebeu R$ 6,5 milhões, sendo que R$ 3,4 milhões foram usados para pagar a rescisão com a Olympikus. A fornecedora também já pagou ao clube outros R$ 38 milhões da taxa de início de parceria: R$ 13 milhões até 30 dias após a assinatura do contrato e R$ 25 milhões até 15 de fevereiro.

Conheça o contrato

O valor mínimo até o quinto ano de contrato é de R$ 30,3 milhões (resultado da soma do mínimo de royalties, R$ 8 milhões; teto de material fornecido, R$ 9,8 milhões; e pagamento fixo anual em dinheiro de R$ 12,5 milhões). Somadas a taxa de início de parceria (R$ 38 milhões), e a verba de ações de marketing da Adidas (R$ 1,5 milhão), chega-se a R$ 35,6 milhões por ano, número que passa a R$ 40,6 milhões do sexto ao décimo ano de contrato (não incluída a correção monetária) e pode crescer ainda mais dependendo do sucesso de vendas de produtos, uma das alterações obtidas pela nova diretoria do clube.

Do primeiro ao quinto ano de contrato, o Flamengo receberá um pagamento fixo de R$ 12,5 milhões. Do sexto ao décimo ano, o montante passa para R$ 17,5 milhões. O valor pode crescer ainda mais de acordo com o desempenho da equipe de futebol profissional. No contrato entre Flamengo e Adidas existe uma tabela para classificar os resultados obtidos pela equipe. No caso de um desempenho excelente, haverá reajuste de 10% no valor, além da correção acumulada a cada ano de contrato pelo índice oficial IPC-FIPE, ou seja, o clube passará a receber, a partir do sexto ano, R$ 19,25 milhões (mais a correção).

Contrato entre Flamengo e Adidas (Foto: Vicente Seda)
Os pagamentos em dinheiro descritos no contrato entre Flamengo e Adidas (Foto: Vicente Seda)

Para ter seu desempenho classificado como excelente, o Flamengo terá de conquistar pelo menos dois títulos do Campeonato Brasileiro da Série A e um título da Copa Libertadores nos primeiros cinco anos de contrato. No caso de ter desempenho classificado como excelente em uma das competições e mediano (duas classificações para a Libertadores e um título do Brasileiro) na outra, o desempenho geral será classificado como mediano, e o reajuste passa a ser de 5%. Desempenho excelente em uma competição e fraco na outra não rende aumento, bem como no caso de desempenho geral fraco.

A performance abaixo do esperado pode acarretar pesadas multas. Se o clube for expulso ou suspenso da CBF ou Conmebol, a Adidas pode reduzir em 50% o pagamento. Caso o Flamengo não se classifique para a Copa Sul-Americana em qualquer ano do contrato, multa de 10%, e, se isso se repetir por dois anos seguidos, o percentual sobe para 25% no segundo ano. A mesma lógica vale para rebaixamento para a Série B do Brasileiro: no primeiro ano, a multa é de 15% e, se a situação se repetir na temporada seguinte, a mordida passa a 50% do valor a ser pago pela Adidas no determinado ano.

O acordo prevê premiações por títulos nos seguintes valores: do primeiro ao quinto ano de contrato, o Carioca valerá R$ 250 mil; Copa do Brasil, R$ 300 mil; Copa Sul-Americana, R$ 400 mil; Brasileiro Série A, R$ 1 milhão; Copa Libertadores, R$ 1,5 milhão; e Mundial da Fifa, R$ 800 mil. Do sexto ao décimo ano de contrato, os valores são ainda mais vultosos: Carioca, R$ 300 mil; Copa do Brasil, R$ 380 mil; Copa Sul-Americana, R$ 500 mil; Brasileiro da Série A, R$ 1,3 milhão; Copa Libertadores, R$ 2 milhões; e Mundial da Fifa, 800 mil.