Futebol em Santa Catarina vai ter apenas gandulas mulheres em jogos

Gandulas SC Catarinense (Foto: João Lucas Cardoso)Mulheres vão atuar como gandulas em Santa Catarina (Foto: João Lucas Cardoso)

As partidas de futebol em Santa Catarina vão contar com mais charme. No primeiro jogo da final do Catarinense, em que o Criciúma venceu a Chapecoense por 2 a 0, meninas fizeram os trabalhos de gandulas. A medida para conter retardos na reposição de bola ou gerar reclamações entre os clubes passa a valer em todos os jogos realizados no estado. A Federação Catarinense de Futebol (FCF) aprovou a experiência. Tanto que vai fazer valer a escolha para jogos das séries A, B e D do Campeonato Brasileiro e Copa do Brasil também.

FOTOS: Confira a galeria de fotos da participação das gandulas na final do Catarinense

– Fizemos a opção para as finais para conter casos de agressão à gandulas, como ocorreu na semifinal entre Chapecoense e Figueirense e vamos colocar meninas em todos os jogos realizados no estado, inclusive em competições nacionais. Gostaríamos de ter feito isso desde o início deste Campeonato Catarinense.  Fica mais bonito e a torcida gosta – justifica o presidente da FCF, Delfim de Pádua Peixoto Filho.

Um grupo de seis jovens estudantes de universidade e faculdade de Criciúma foram as ‘cobaias’. Estudantes de cursos de Educação Física e amigas que cursam Administração em Comércio Exterior estiveram ao redor do gramado do Heriberto Hülse para entregar a bola aos marmanjos na primeira partida da final do Campeonato Catarinense. O grupo teve Marisa de Sousa à frente. Ela gostou de ser gandula ainda antes de estar em ação.

– Quando me fizeram o convite, topei na mesma hora. Por mais que seja para fazer algo simples, é legal participar, ainda que de uma forma indireta. Antes, até pesquisei sobre a função na internet – conta a estudante da terceira fase de Educação Física da Unesc, de Criciúma.

Gandulas SC Catarinense (Foto: João Lucas Cardoso)

Juliane espera a vez de entrar em cena
como gandula (Foto: João Lucas Cardoso)

Companheira de reposição, Juliane Romagno, de 18 anos, não via dificuldade de exercer a função. Antes do primeiro jogo com a medida, estava ansiosa pela primeira vez como gandula. Ela foi selecionada pela Liga Atlética da Região Mineira (Larm), entidade que representa a federação do estado na região de Criciúma. A moça que estuda Administração em Comércio Exterior e suas colegas estiveram com a atenção voltada ao movimento dentro de campo no decorrer do jogo para não falhar na missão de 90 minutos.

– Enquanto eles jogam, a gente fica atenta. Quando a bola sai, a gente vai e pega a bola. Não tem dificuldade – assegura.

O técnico Vadão aprovou a participação de meninas ainda antes de ela ter sido colocada em prática. Para o comandante do Criciúma, o toque feminino é positivo ao espetáculo. Tanto na parte técnica quanto visual.

– Esse negócio de esconder e sumir com bola, eu não gosto. Acho que está muito certo. Que venham pessoas diferentes, que não estejam ligadas ao clube e que façam o trabalho corretamente. Assim não tem problema e nem polêmica. Espero que as meninas sejam bonitas também – disse o treinador.

O sexteto que também teve Bruno Filastro e Camila Maffioletti, ambas de 18 anos, pode reaparecer no próximo jogo no Heriberto Hülse, no meio de semana. Na quarta-feira, o Criciúma recebe o São Bernardo pela Copa do Brasil. Para o segundo jogo da final do Campeonato Catarinense, meninas de Chapecó serão selecionadas para estar ao redor das quatro linhas do estádio Índio Condá.

Gandulas SC Catarinense (Foto: João Lucas Cardoso)Gandulas exibem expectativa de estar em ação em jogo (Foto: João Lucas Cardoso)

Apesar de goleada, jogadores do Bahia alimentam esperança por título

Tricolor precisa vencer o Vitória por cinco gols de diferença na segunda partida da final do Baianão 2013, no próximo domingo, no Barradão

A goleada sofrida para o Vitória na tarde deste domingo não foi suficiente para acabar com as esperanças dos jogadores do Bahia no título estadual. Apesar da derrota por 7 a 3 na Arena Fonte Nova, os atletas do time comandado por Joel Santana mantiveram vivas as expectativas pela conquista do Campeonato Baiano 2013, mesmo com o Tricolor precisando vencer a segunda partida decisiva, marcada para o próximo domingo, no Barradão, por no mínimo cinco gols de diferença.

– Temos que manter a cabeça erguida. Quem é Bahia acredita até o final – disse o atacante Adriano Michael Jackson, que entrou no segundo tempo do clássico e marcou o terceiro gol tricolor, já no final da partida.

O zagueiro Titi seguiu a mesma linha de Adriano e destacou que o Bahia foi o maior responsável pela derrota humilhante para um arquirrival. Para o defensor, o time tricolor atuou abaixo do que poderia e, por isso, não conseguiu oferecer resistência ao Vitória.

– Não fomos bem nesse clássico, assim como no da inauguração da Fonte Nova. Atuamos abaixo daquilo que poderíamos. Mas não tem nada perdido ainda. O Vitória foi melhor neste domingo, mas ainda temos a segunda partida – declarou.

Para ficar com o título, o Bahia terá que contrariar o próprio histórico recente. A última vez que o Tricolor venceu uma partida por cinco gols de diferença foi durante o Campeonato Baiano da temporada passada, quando goleou o Itabuna por 7 a 1. Este ano, o máximo que o time conseguiu foi vencer Juazeirense e Juazeiro por 2 a 0.

Mesmo após goleada, Caio Jr. pede pés no chão: ‘Não tem nada ganho’

Treinador do Vitória comemora triunfo por 7 a 3 sobre o Bahia, mas diz que time só deve comemorar a conquista quando acabar o segundo jogo

Bahia 3 x 7 Vitória: Goleada histórica e gritos de 'campeão' na Fonte Nova

O Vitória não perde um Ba-Vi há sete partidas. Venceu o rival nos três clássicos deste ano. No primeiro jogo da final do Campeonato Baiano, deu 7 a 3 no Bahia. Agora, só perde o título estadual se perder por cinco gols de diferença no Barradão. Nem por isso, o técnico Caio Junior quer jogadores e torcedores comemorando um título antecipado.

Depois do jogo deste domingo, Caio Junior demorou bastante no vestiário do Vitória. Quando foi para a coletiva de imprensa, o treinador mostrou tranquilidade para comentar o resultado positivo. O técnico fez questão de enaltecer o rival e pediu para que todos mantenham foco no segundo jogo, que será realizado no domingo, no Barradão.

– Tem que valorizar a vitória. Foi um momento marcante na história do clube. Três vitórias em um clássico na Fonte Nova. Ainda não está ganho porque não terminou. A prova que não terminou é que ninguém esperava um resultado desse. Temos que comemorar só quando acabar e a gente estiver a taça na mão – pediu um precavido Caio Junior.

Para o treinador do Vitória, o Bahia teve momentos importantes dentro de campo, mas Caio Junior lembrou que o Rubro-Negro estava em uma tarde inspirada.

– A gente trabalhou muito como o Bahia ia jogar. Isso foi decisivo na minha opinião. Só que nós tivemos uma tarde bem inspirada. Fizemos gol cedo e uma série de coisas que desanimou o adversário. Queria exaltar que o adversário teve fibra e, em alguns momento do jogo, teve uma reação assustadora. Mas os gols saíram no momento decisivo, inclusive o último. Eu fiquei muito chateado de a gente ter tomado o terceiro gol. Fernandão foi um herói dentro de campo, se superou e fez a jogada do terceiro gol – comentou Caio Junior.

Durante a coletiva, o técnico ainda lembrou que o Bahia deve entrar em campo motivado a reverter o resultado. Por isso, ele reforçou o pedido de cautela ao elenco rubro-negro.

– Não tem nada ganho porque não temos a taça e tem um jogo ainda. Existe um adversário que vai estar com raiva, com gana de reverter. Se você não ganhar tem a critica. Se ganha bem te colocam em uma situação que não existe pra ganhar pressão – finalizou o treinador do Vitória.

O Leão só perde o título baiano se for derrotado por cinco gols de diferença no Ba-Vi do próximo domingo, no Barradão.

 

 

Fifa divulga lista de árbitros da Copa das Confederações sem brasileiros

Ao todo, são 10 trios de arbitragem, sendo a maioria da Europa

Howard Webb juiz jogo Real Madrid Borussia Dortmund (Foto: AP)

Howard Webb em ação no duelo entre Real Madrid
e Borussia Dortmund, na Champions (Foto: AP)

A Fifa divulgou nesta segunda-feira a lista dos árbitros e assistentes que trabalharão na Copa das Confederações, que começa no dia 15 de junho. Ao todo, são 10 trios, sendo dois da Ásia, um da África, um da América Central, dois da América do Sul e quatro da Europa. Não há brasileiros na lista dos escalados para a competição.

Entre os escolhidos, destacam-se o inglês Howard Webb, árbitro da final da última Copa do Mundo, e o português Pedro Proença, que comandou o apito nas finais da última Liga dos Campeões e da Euro 2012.

Os escolhidos estão há quase dois anos sendo orientados pelo ex-árbitro Massimo Busacca, que agora é chefe do Departamento de Arbitragem da Fifa. Para Busacca, todos os escolhidos para o torneio deste ano são candidatos em potencial para trabalhar na Copa do Mundo de 2014 e inspiram confiança.

– Nós nos preparamos como um time de futebol, como os jogadores. Damos especial atenção aos seguintes critérios: uniformidade e regularidade, desportividade, proteção dos atletas e abordagem tática. É hora de implementarmos tudo isso para este importante torneio, que terá a participação de alguns dos melhores jogadores e equipes de classe internacional. Trabalharemos principalmente aspectos técnicos e táticos. Essa preparação é fundamental e necessária para antever e prevenir eventuais problemas. O posicionamento no lugar certo na hora certa é um dos nossos principais objetivos – afirmou Busacca.

Confira a lista dos trios de arbitragem da Copa das Confederações:

AFC (Ásia):

– Ravshan Irmatov (Uzbequistão), auxiliado por Abdukhamidullo Rasulov (Uzbequistão) e Bakhadyr Kochakarov (Quirgistão)
– Yuichi Nishimura (Japão), auxiliado por Toru Sagara (Japão) e Toshiyuki Nagi (Japão)

CAF (África):

– Djamel Haimoudi (Algéria), auxiliado por Redouane Achik (Marrocos) e Abdelhak Etchiali (Algéria)

Concacaf (Américas do Norte e Central:

– Joel Antonio Aguilar Chicas (El Salvador), auxiliado por William Torres Mejia (El Salvador) e Juan Francisco Zumba Galan (El Salvador)

Conmebol (América do Sul):

– Diego Hernan Abal (Argentina), auxiliado por Hernan Maidana (Argentina) e Juan Pablo Belatti (Argentina)
– Enrique Osses (Chile), auxiliado por Francisco Mondria Carvajal (Chile) e Carlos Astroza Cardenas (Chile)

Uefa (Europa):

– Felix Brych (Alemanha), auxiliado por Mark Borsch (Alemanha) e Stefan Lupp (Alemanha)
– Pedro Proença (Portugal), auxiliado por Bertino Cunha Miranda (Portugal) e Jose Tiago Garcia Bolinhas Trigo (Portugal)
– Bjorn Kuipers (Holanda), auxiliado por Sander van Roekel (Holanda) e Erwin Zeinstra (Holanda)
– Howard Webb (Inglaterra), auxiliado por Michael Mullarkey (Inglaterra) e Darren Cann (Inglaterra)

 

Nota do blog : A Rádio Verdes Mares vai transmitir a Copa das Confederações ao vivo ! Não perca !

Brasil 0 x 3 França por uma ótica francesa

 

Se Felipão não tomar cuidado , é capaz desse chocolate se repetir no Maracanã no ano que vem ! Nessa época , eu tinha 10 anos de idade .

José de Abreu processa sete usuários do Twitter

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/f1dbdf0b0c7d981174edf2b3ba1ef977.jpg

O ator José de Abreu está processando sete usuários do Twitter, segundo informações do jornal “O Globo” desta segunda-feira (13).

Os usuários da rede social agridem José de Abreu diariamente, informou o ator ao jornal.

Ainda de acordo com a publicação, Abreu acaba de renovar seu contrato com a TV Globo por mais três anos.

NaTelinha

Record cancela última apresentação da banda Rebeldes e chateia fãs

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/5883814849799e3a5afafed664c72e46.jpg

Neste último sábado (11), era para ter acontecido o último show da banda Rebeldes, em Fortaleza, no Ceará. Era, pois o show foi cancelado.

Avisados de última hora, os fãs ficaram tristes e comentaram sobre o cancelamento até a manhã deste domingo (12).

“Muitos contavam com esse show para vê-los, inclusive eu. Estou triste até agora”, disse a internauta Bianca Juliana no Twitter. Segundo a revista “Caras”, este show aconteceria no dia 16 de março, porém, foi adiado por problemas de logística e de pequenas irregularidades no palco da apresentação.

A assessoria de imprensa da Record Entretenimento ainda não se pronunciou sobre o cancelamento. Um dos motivos cogitados é a saída de Sophia Abrahão da Record, já que ela foi demitida do canal por não aceitar fazer a novela “Pecado Mortal”, de Carlos Lombardi.

Após isso, ela move um processo contra a emissora.

NaTelinha