Chuva traz apreensão e esperança ao Ceará

Em Icapuí, foram registrados 180mm. Fortaleza também teve a maior chuva do ano, com 62mm

Fortaleza/Icapuí/Aracati/Canindé A madrugada foi de muita chuva, em todo o Estado. Segundo informações da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme), foi registrada a maior chuva do ano, de 180mm, em Icapuí, litoral leste do Estado. Em Fortaleza, a chuva de 62mm, também a maior registrada neste ano, causou 19 ocorrências, de acordo com informações da Defesa Civil de Fortaleza.

Em Fortaleza, três casas desabaram no Autran Nunes, de um total de 19 ocorrências registradas. Em Canindé, a sangria de um pequeno açude fez a alegria dos moradores da comunidade Barra do Bento Fotos: Natinho Rodrigues/Antonio Carlos Alves

Segundo o coordenador da Defesa Civil, Cristiano Férrer, as mais graves ocorreram na Rua Hipólito Pamplona, no Autran Nunes, com o desabamento de três casas; na Rua Coronel Patrício, Parque Santa Maria, onde desabaram duas casas e no Conjunto São Cristóvão, que teve transbordamento de canal na esquina das avenidas Castelo de Castro e Tomás Coelho. “No Autran Nunes, as casas ficavam próximas à ponte. Duas delas ficaram totalmente destruídas e uma, parcialmente. Os moradores estão hospedados com familiares. No Parque Santa Maria, as casas não ficavam próximas a rios ou mananciais”, explica.

No Autran Nunes, ficou desabrigada a dona de casa Maria Elenir Mendes Sampaio e as filhas com suas famílias. “Eu estava nessa casa há 35 anos, mas nós construímos em cima há dois anos. Ainda bem que escutamos os ruídos, às 4h30 da madrugada e conseguimos sair”, conta. Ela ficará hospedada, por 20 dias, com os vizinhos e depois, poderá entrar no programa Aluguel Social, da Defesa Civil.

No Conjunto São Cristóvão, também houve registros. “O canal transbordou e rompeu a lateral, o que causou alguns transtornos no trânsito da área”, informou o coordenador da Defesa Civil de Fortaleza.

Segundo a Funceme, choveu em 110 municípios cearenses. Os maiores registros foram nas cidades de Icapuí (180mm), Aracati (142mm), Fortim e Itaiçaba (ambos com 118mm), todas no litoral leste. Outros 11 municípios registraram precipitações acima de 50 mm (São Gonçalo do Amarante, Umirim, Beberibe, Pindoretama, Redenção, Acarape, Ocara, Ipaporanga, Quixadá, Madalena e Quixelô).

De acordo com a Funceme, as chuvas foram causadas pela elevada umidade relativa do ar associada à atuação de um sistema meteorológico chamado de Cavados de Altos Níveis.

A previsão para este domingo é de céu variando entre nublado e parcialmente nublado, com chuvas em todas as regiões do Estado. Segundo os meteorologistas, a chuva permanece, mas não tão intensa.

Interior

Em Icapuí, no Litoral Leste, a chuva começou às 18h da sexta-feira e veio acompanhada de fortes trovões e relâmpagos, deixando os moradores apreensivos. “Aqui, é difícil ter chuvas muito fortes e, quando acontece, todo mundo fica com medo”, comenta a dona de casa Maria Josiane do Nascimento. Durante a chuva, a cidade ficou sem energia, restabelecida na manhã de sábado. A assessoria de imprensa da Coelce informou que a suspensão no fornecimento de energia, em alguns locais na Região Jaguaribana, foi por conta de raios, mas o fornecimento está voltando aos poucos. Já em Aracati, algumas ruas do Centro foram afetadas, mas não houve relatos de alagamentos. “Sempre que chove, não tem como a água escorrer muito rápido e as ruas ficam alagadas”, diz a vendedora Ana Araújo.

Açude

Em Canindé, na comunidade Barra do Bento, um açude com capacidade de 4 milhões de metros cúbicos, construído em 2009 está sangrando com uma lâmina de 78 centímetros. De acordo com a presidente da Associação dos Moradores de Barra do Bento, Raimunda de Sousa, a chuva que caiu na região, na tarde de quinta-feira, marcou no pluviômetro da comunidade 108 mm, o suficiente para que o reservatório atingisse sua cota máxima. “Agora o carro-pipa foi abolido por muito tempo e teremos água de qualidade e, o que é mais importante, tratada, porque nosso sistema de abastecimento garante água nas torneiras de 30 famílias´´, afirma.

 

Diário do Nordeste -Cidade- 21 de abril de 2013

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.