Renato Maurício Prado comenta contusão de Fred e primeira vitória de Felipão no comando da seleção

 

No dia em que o Brasil conseguiu a primeira vitória da nova era Scolari, goleando a frágil Bolívia, em Santa Cruz de la Sierra (ou seja, sem enfrentar os problemas da altitude),  a pior notícia para a seleção pode ter acontecido no Rio de Janeiro, no jogo em que o Fluminense bateu o Resende por 2 a 0 e garantiu sua classificação para as semifinais da Taça Rio, eliminando de vez o Flamengo, que, um pouco antes, penara para empatar com o Caxias.

Fred, artilheiro tricolor e do time de Felipão, sofreu uma contusão no joelho, deixou o campo carregado e retornou imediatamente de Volta Redonda para ser avaliado no Rio, pelos médicos do Flu. Caso seja necessária uma cirurgia, o centroavante pode ficar fora até da Copa das Confederações, que será disputada de 15 a 30 de julho.

Mesmo que não seja necessária a operação, Fred deve desfalcar o Fluminense nos próximos jogos decisivos da Libertadores (Grêmio e Caracas) e talvez fique fora até da semifinal e de uma eventual final da Taça Rio.

Na partida em que o goleador deixou o campo com poucos minutos, Rhayner, enfim fez um gol, ainda que sem querer – cruzou, da linha de fundo e o goleiro do Resende desviou a bola para dentro. A festa, porém, não foi completa pra ele, pois também se machucou e teve que sair (sentiu um músculo). Michael, que entrou no lugar de Fred, fez o outro gol, o primeiro na vitória por 2 a 0.

No inútil amistoso do Brasil com a péssima Bolívia (penúltima colocada nas eliminatórias), Neymar fez dois gols, Leandro Damião, um e Leandro, do Palmeiras, outro. No primeiro tempo, quando forçou o jogo, a seleção poderia ter marcado muito mais. No segundo, com várias alterações e o triunfo garantido, pouco produziu.

No sofrido empate do Fla com o Caxias (1 a 1, com o gol de Cléber Santana sendo marcado já nos acréscimos do segundo tempo), uma vez mais, o rubro-negro evidenciou a fraqueza de seu elenco e a necessidade da contratação de muitos reforços para o Campeonato Brasileiro. Jorginho parece perdido e nem mesmo a anulação de dois gols de Hernane (ambos por impedimento milimétrico, sendo que o segundo o tira-teima mostrou que não existiu) serve como desculpa por mais uma atuação desastrosa.

Coluna redigida pelo jornalista Renato Maurício Prado para o jornal carioca O GLOBO no dia 06 de abril de 2013

Leão faz dois, mas toma o empate

Tricolor permite reação do Tiradentes no Castelão, mas, mesmo assim, é líder nos critérios de desempate

O Fortaleza tinha tudo para ter saído da Arena Castelão com uma vitória tranquila diante do Tiradentes ontem à tarde. O Leão chegou a abrir 2×0, mas relaxou na segunda etapa e acabou cedendo o empate para o Tigre da PM.

Apesar de ter sido melhor no jogo, Tricolor esmoreceu no segundo tempo FOTO: KID JÚNIOR

Com o resultado, o Fortaleza assumiu a liderança da segunda fase do Campeonato Cearense, com 19 pontos, porém com um jogo a mais que o Icasa, vice-líder com a mesma pontuação do Leão. O time do Cariri perde apenas no confronto direto.

O jogo começou com o Fortaleza tentando pressionar o Tiradentes em seu campo de defesa. O goleiro Fábio Lima evitou duas chances de gol tricolores.

O Fortaleza insistia nas jogadas pelas laterais e foi assim que saiu o primeiro gol. Aos 26, Marinho Donizete fez a fila na defesa do Tiradentes e chutou. Fábio Lima espalmou e, no rebote, Édson Sousa abriu o placar.

Cinco minutos depois, o Leão ampliou o placar, mais uma vez pelos lados. O lateral Édson Sousa cruzou na cabeça de Édson Santos, que apenas escorou para as redes, marcando o seu segundo gol na partida.

O segundo tempo começou da mesma forma do primeiro: Fortaleza pressionando e o Tiradentes se defendendo. Porém, aos dez minutos, o Tigre acordou. Dico cobrou falta com maestria e diminuiu a desvantagem do time bicolor.

Após o gol sofrido, o Fortaleza passou a ceder espaços para o adversário e acabou levando o empate. Aos 23 minutos, Thiaguinho cruzou da esquerda e França deixou tudo igual na Arena Castelão: 2×2.

Após o empate, o Fortaleza passou a buscar o gol de qualquer forma. Aos 44, Assisinho marcou, mas o árbitro assinalou impedimento do atacante, no último lance de perigo da partida.

Juazeiro 40 graus

Num calor de 40º C, Icasa e Horizonte empataram em 1 a 1, ontem, no Romeirão, em Juazeiro do Norte. Com o resultado, o Verdão foi aos 19 pontos e divide a liderança com o Fortaleza.

Quem saiu na frente foi o Icasa, logo aos 14 minutos, de pênalti, com Elanardo. A resposta horizontina veio aos 20, em um golaço de Airton Júnior.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 2

João Carlos; Edson Souza, Ciro Sena e Charles; Jackson Silva (Lúcio),

Marinho Donizete, Lucas (Edinho), Esley e Edson Santos (Vinícius);

Lúcio e Assisinho.

Técnico: Hélio dos Anjos

TIRADENTES 2

Fábio; Tiaguinho, Marcelo, Ribamar e Rômulo; Pedro Bambu, César

Sampaio, Leandro Mineiro (João Neto) e Manuelzinho; Dico e França (Diego).

Técnico: Danilo Augusto

Campeonato Cearense 2013

Estádio: Arena Castelão (Fortaleza/CE)

Data: 6 de abril de 2013

Árbitro: Cleuton Lima

Assistentes: Arnaldo Souza e João Lucas

Gols: Edson Santos (26 e 31min/1ºT), Dico (10min/2ºT) e França (23min/2ºT)

Cartões amarelos: Vinícius (FOR), Leandro Mineiro e Ribamar (TIR)

Classificação

CAMPEONATO CEARENSE-2013

Clubes PG J V

1º FORTALEZA 19 10 6

2º ICASA 19 9 6

3º TIRADENTES 14 9 4

4º CEARÁ 13 8 4

5º GUARANY (S) 13 8 4

6º HORIZONTE 12 10 2

7º GUARANI (J) 9 8 3

8º FERROVIÁRIO 4 8 1

 

Diário do Nordeste – 06 de abril de 2013-JOGADA

No rastro das estrelas

Seleções que vêm a Fortaleza para o torneio já definiram onde vão ficar hospedadas e os locais de treinamento

A exatos 71 dias da abertura da Copa das Confederações 2013, os torcedores locais já têm a oportunidade de saber onde cada seleção que virá ao Ceará para o torneio irá treinar, descansar e por quantos dias ficará pela capital cearense.

Fortaleza vai receber três partidas da competição que tem servido como evento-teste da Fifa. Dois desses confrontos já estão definidos: Brasil x México (em 19 de junho) e Nigéria x Espanha (23 de junho) e, portanto, as federações das equipes envolvidas já escolheram seus hoteis e onde realizarão seus treinos.

O Brasil, de Fred, vai passar 5 dias na Capital e ficar no Seara Hotel. Já “Chicharito” Hernandez e seus colegas mexicanos ficarão no Luzeiros, mesmo hotel da Espanha. A Nigéria, de Victor Moses, treinará no PV Fotos: Reuters

Fontes ligadas ao evento internacional informam que a Seleção Brasileira vai passar cinco dias em Fortaleza, devendo chegar aqui, vinda de Brasília (local da estreia, contra o Japão), no dia 16 e rumar para Salvador (para duelo com a Itália) no dia 20, logo após a partida frente os mexicanos. O time de Felipão ficará sediado no Seara Praia Hotel, no Meireles, e vai treinar no Presidente Vargas.

Fúria

Outra gigante que passará pelo Estado, a Espanha deverá vir do Rio (onde joga contra o Taiti) em 20 de junho, e ficará na Capital até o dia 23, data em que encara a Nigéria, no Castelão. Xavi, Iniesta & Cia ficarão hospedados no Hotel Luzeiros e vão se preparar para o jogo no Centro de Treinamento Esportivo do Nordeste (Ceten), em Itaitinga.

Em datas diferentes, o México terá programação similar à da Fúria – Luzeiros e Ceten – e ficará na Capital por 4 dias, enquanto os nigerianos seguirão os passos do Brasil, só que passarão um dia a menos (4) aqui.

Diário do Nordeste – Ceará – 06 de abril de 2013

BRAMEX

NGA  ESP

 

Seleções que vêm a Fortaleza para o torneio já definiram onde vão ficar hospedadas e os locais de treinamento

A exatos 71 dias da abertura da Copa das Confederações 2013, os torcedores locais já têm a oportunidade de saber onde cada seleção que virá ao Ceará para o torneio irá treinar, descansar e por quantos dias ficará pela capital cearense.

Fortaleza vai receber três partidas da competição que tem servido como evento-teste da Fifa. Dois desses confrontos já estão definidos: Brasil x México (em 19 de junho) e Nigéria x Espanha (23 de junho) e, portanto, as federações das equipes envolvidas já escolheram seus hoteis e onde realizarão seus treinos.

 O Brasil, de Fred, vai passar 5 dias na Capital e ficar no Seara Hotel. Já “Chicharito” Hernandez e seus colegas mexicanos ficarão no Luzeiros, mesmo hotel da Espanha. A Nigéria, de Victor Moses, treinará no PV Fotos: Reuters

Fontes ligadas ao evento internacional informam que a Seleção Brasileira vai passar cinco dias em Fortaleza, devendo chegar aqui, vinda de Brasília (local da estreia, contra o Japão), no dia 16 e rumar para Salvador (para duelo com a Itália) no dia 20, logo após a partida frente os mexicanos. O time de Felipão ficará sediado no Seara Praia Hotel, no Meireles, e vai treinar no Presidente Vargas.

Fúria

Outra gigante que passará pelo Estado, a Espanha deverá vir do Rio (onde joga contra o Taiti) em 20 de junho, e ficará na Capital até o dia 23, data em que encara a Nigéria, no Castelão. Xavi, Iniesta & Cia ficarão hospedados no Hotel Luzeiros e vão se preparar para o jogo no Centro de Treinamento Esportivo do Nordeste (Ceten), em Itaitinga.

Em datas diferentes, o México terá programação similar à da Fúria – Luzeiros e Ceten – e ficará na Capital por 4 dias, enquanto os nigerianos seguirão os passos do Brasil, só que passarão um dia a menos (4) aqui.

C´est fini-A Vida de Rafinha Bastos já tem data de estreia definida-Flávio Ricco volta amanhã às 12h00 de Fortaleza

 

 

A Fox definiu a estreia da série “A Vida de Rafinha Bastos” no canal FX para julho, começo do mês. Falta apenas definir em que dia. O programa já está inteiramente gravado e conta com as participações de Dourado e Eliéser – ex-BBBs, Lucas – do Fresno, os atores Nico Nicolaievsky, Camila Raffanti, Togun e Fabio Helford, além dos comediantes Marco Gonçalves e Maira Charken.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery