Diretor geral diz que Fox Sports 2 será lançado no segundo semestre de 2013

Em entrevista exclusiva, Gustavo Leme falou sobre o primeiro ano do Fox Sports e adiantou novidades

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130228124344.jpg

Fotos: Divulgação
No início de fevereiro, o Fox Sports completou um ano de Brasil.
Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, o VP Sênior e Diretor Geral da FOX International Channels Brasil, Gustavo Leme, fez um balanço sobre esse período e comemorou o crescimento do canal esportivo.
A emissora estreou em 2012 com o desafio de entrar nas principais operadoras de TV paga do país. No começo foi difícil, mas acabou bem. “Conseguimos garantir a presença em tempo recorde na história da TV por assinatura brasileira”, gaba-se Gustavo.
O diretor classifica o primeiro ano do Fox Sports como sucesso e garante que o canal se consolidou como um dos maiores players do mercado esportivo.
Na entrevista, Gustavo Leme confirmou a existência de negociações com o Band Sports e revelou que o Fox Sports 2 deve ser lançado no segundo semestre deste ano.
Ele ainda falou sobre o acerto com o Sportv na troca de direitos, envolvendo a Copa Libertadores da América e o Brasileirão.
Confira a entrevista na íntegra:
 
NaTelinha – Qual sua avaliação sobre o primeiro ano do Fox Sports Brasil completado em fevereiro? Como está a audiência?
 
Gustavo Leme – Nosso primeiro ano de operações no Brasil foi um grande sucesso. Consolidamos nossa posição entre os maiores players do mercado esportivo e conquistamos índices de audiência muito satisfatórios, além do incremento significativo no faturamento publicitário da FOX International Channels Brasil.
Acreditamos que os próximos anos serão tão, ou mais, importantes no crescimento do canal no país, que vive um momento positivo no setor que atuamos.
NaTelinha – A pressão da Globosat nas operadoras para que elas não carregassem o sinal do Fox Sports foi muito comentado pela imprensa na época. Esse foi o maior desafio na implantação do canal?
 
GL – Nosso maior desafio na implantação do canal foi a entrada no line up das operadoras, mas o canal conseguiu garantir a presença em tempo recorde na história da TV por assinatura brasileira.
NaTelinha – Houve rumores no mercado de que o grupo que controla o Fox Sports tivesse comprado o BandSports, depois a informação foi negada pelo canal. O que de fato aconteceu?
 
GL – O canal está sempre aberto a novas oportunidades de conteúdo no mercado e houve uma conversa inicial, que não teve continuidade.
NaTelinha – Existe o projeto de lançar o Fox Sports 2 e 3, no mesmo exemplo que faz o Sportv? Se houver, qual a previsão de lançamento?
 
GL – Nosso desafio para este ano é a implantação do FOX Sports 2, prevista para o segundo semestre de 2013.
NaTelinha – Neste ano, diferentemente de 2012, a Copa Libertadores da América também está sendo transmitida pelo Sportv. Em contrapartida, o Fox Sports vai transmitir o Campeonato Brasileiro de 2013. Tudo devido ao acordo firmado no ano passado entre Fox e Globosat. Acha que abrir mão de uma competição exclusiva para ter outra de grande importância é válido? Qual exatamente foi a ideia do Fox Sports nesse negócio?
 
GL – A prática de compartilhamento de direitos é natural no caso de grandes eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas, e em outros casos, como Copa do Brasil e campeonatos internacionais de futebol, como a Libertadores e a Sul-Americana, e outras modalidades como o Tênis.
A premissa por trás destes acordos é a crença comum, das duas empresas, de que a concorrência principal é a da qualidade, da criatividade das equipes no uso dos direitos disponíveis.
Aliás, compartilhamos Libertadores e Sul-Americana durante muito tempo, e agora apenas retomamos uma prática consolidada durante muitos anos.

Na foto, Gustavo Leme e Eduardo Zebini, VP do Fox Sports Brasil
NaTelinha – O Fox Sports tem o direito de transmitir o campeonato de Fórmula 1 para toda a América Latina, menos para o Brasil. Este ano, o canal passou a exibir boletins sobre a categoria. Existe uma negociação para transmitir a F1 no país?
 
GL – No momento estamos satisfeitos com nosso portfolio dos direitos de transmissão de eventos esportivos, mas o canal está sempre atento a novas oportunidades no mercado.
NaTelinha – Quais serão os investimentos para 2013? E as novidades que o canal prepara para a cobertura da Copa de 2014?
 
GL – O canal tem como política não divulgar dados relativos a investimentos e faturamento. Em momento oportuno comunicaremos as novidades de programação e produção para o próximo ano.
NaTelinha – Está satisfeito com o time de narradores, comentaristas, apresentadores e repórteres do Fox Sports? Haverá novas contratações em breve?
 
GL – Sim, estamos muito satisfeitos com nossa equipe, que mescla a experiência de profissionais consagrados com a inovação dos novos talentos. O canal está sempre atento a novas oportunidades de contratações.
NaTelinha – Obrigado pela entrevista. Deixe um recado para todos os assinantes do Fox Sports Brasil.
 
GL – Obrigado pelo sucesso e continue acompanhando o melhor do esporte no FOX Sports, a Casa da Libertadores!
natelinha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.