Ao vivo, “Programa do Gugu” estreia o quadro “Quer Viajar Comigo?”

Foto: Divulgação/Rede Record
O domingo na Rede Record está pra lá de especial com a volta do Programa do Gugu ao vivo. Isso mesmo, domingo (20), Gugu Liberato comanda o primeiro programa ao vivo de 2013.

Quanto aos destaques do programa, você não pode perder a emocionante história do “Sonhar Mais Um Sonho” em Mairiporã e a estreia do quadro “Quer Viajar Comigo?”, que vai decidir quem acompanha o participante em uma viagem especial, por meio de uma disputa repleta de diversão!

E pra não deixar ninguém parado, MC Naldo vai estar no palco do Programa do Gugu, acompanhado por sua banda, para cantar seus hits. Em mais de dez anos de carreira, o cantor carioca vem conquistando fãs com sucessos como “Exagerado”, “Meu Corpo Quer Você”, “Amor de Chocolate”, “Chantily”, entre outros.

Gostaram das atrações? Então programe-se e não perca, o Programa do Gugu começa as 14h45min.

O PLANETA TV!

Globo inscreverá “O Canto da Sereia” no Emmy de 2014

Sucesso de audiência na TV, “O Canto da Sereia”, série protagonizada por Isis Valverde e Marcos Palmeira, será inscrita no Emmy de 2014.

Quem não conseguiu acompanhar a série na telinha, vai ter outra oportunidade de assistir. A produção será lançada em DVD, provavelmente perto do “Dia das Mães”.

Com informações do jornal O Globo.

Ibope: Nos décimos, Record segue à frente do SBT em São Paulo

O sucesso de “Carrossel”, que alcança mais que o triplo da audiência da Record, não tem garantindo a vice-liderança na média-dia para o SBT.

A emissora de Silvio Santos registrou nesta sexta-feira (18/01), de acordo com a prévia, das 7h às 23h59, uma média de 4,8 pontos. A Record, em segundo, apareceu com 5,0 pontos. A Globo, sempre líder, registrou 13,9 pontos.

Na média mensal, o SBT também está atrás da Record. A diferença, no entanto, é de décimos a favor da vice-líder.

Essas médias são referentes a apuração do Ibope na Grande São Paulo. Cada ponto equivale a aproximadamente 62 mil domicílios.

O PLANETA TV!

Record exibe o filme “Eu Os Declaro Marido e… Larry” em “Tela Máxima”

Saiba a sinopse do filme que a Record exibirá amanhã após o Domingo Espetacular
Eu Os Declaro Marido e… Larry
I Now Pronounce You Chuck and Larry. EUA, 2007. De Dennis Dugan, com Adam Sandler, Jessica Biel, Dan Aykroyd, Ving Rhames, Steve Buscemi. Comédia.
Chuck Levine (Adam Sandler) e Larry Valentine (Kevin James) são o orgulho do Corpo de Bombeiros do Brooklyn, sendo também muito amigos e dispostos a ajudar um ao outro. Chuck é agradecido a Larry por ter salvo sua vida no trabalho e só pensa em curtir a vida. Já Larry é preocupado com o futuro e, devido a problemas burocráticos, não consegue colocar seus dois filhos como beneficiários de seu seguro de vida. Devido a isso Larry pede a Chuck que seja seu parceiro em alguns formulários, sendo que ninguém mais saberá disto. Entretanto um burocrata zeloso desconfia do casal, o que faz com que eles tenham que se revelar para a cidade e improvisar como um apaixonado casal, que vive sob o mesmo teto.

Sem ritmo de jogo, Ceará vence ABC por 1 a 0 pela Copa do Nordeste

O estreante Pingo marcou já nos acréscimos da partida e deu a vitória ao Vovô na abertura da competição

Saiu dos pés do estreante Pingo a primeira vitória do Ceará em jogos oficiais em 2013. Em jogo disputado na tarde deste sábado no Estádio Presidente Vargas, o Vovô venceu o ABC por 1 a 0, em partida válida pela rodada de abertura da Copa do Nordeste.

As equipes mostraram pouco ritmo de jogo – característico deste início de temporada -, mas tentaram vencer na base da vontade. Levou a melhor o Ceará, que conseguiu marcar gol já nos acréscimos da etapa final.

A vitória faz com que o Vovô arranque bem na competição e marque seus primeiros três pontos. Na próxima quarta-feira, o time enfrenta o Itabaiana, no Estádio Presidente Médici. O ABC recebe, no mesmo dia, o Bahia no Frasqueirão.

Times começam lentos

O jogo começou bem lento. As duas equipes mostrando claramente a falta de ritmo que é comum do início de temporada. O Ceará, dono da casa, buscava ser mais ofensivo e ter iniciativa dentro da partida, mas ambos os times erravam muitos passes.

O primeiro tempo foi sem muitas emoções. Pelo lado do Ceará, Cléo era quem mostrava melhor movimentação. Já no ABC, Walter Minhoca tentava organizar as jogadas do time potiguar.

Aos 24 minutos, em uma jogada pela esquerda, Cléo rolou para Ricardinho, que chegou chutando na entrada da área, mas a bola subiu demais. Aos 31 minutos, foi a vez do ABC assustar. Em cruzamento da direita, Gladstone tentou completar para o gol, num carrinho, mas acabou não conseguindo tocar na bola.

No finalzinho do primeiro tempo, novamente Cléo tentou em jogada individual, entrou na área, mas chutou sem direção.

Ceará vai para o abafa

A segunda etapa do jogo foi mais movimentada. Logo aos 6 minutos, o ABC teve boa chance. Raul cobrou falta da intermediária, mas mandou nas mãos do goleiro Fernando Henrique. Cléo, aos 8 minutos, teve nova chance. Ele recebeu passe de Magno Alves dentro da área e tentou colocar no ângulo do goleiro Andrey com um toquinho, mas mandou forte.

O técnico Ricardinho trocou o meio-campo do Ceará, colocando Geovani na vaga de Fransérgio. A mudança deixou o Vovô mais ofensivo. Aos 20 minutos, Cléo recebeu bola de Geovani e quase marca o gol, não fosse um desvio na zaga potiguar.

Todo no ataque, o Ceará ocupava melhor os espaços, enquanto o ABC apostava em conseguir surpreender nos contra-ataques. Aos 29 minutos, Vicente perdeu a melhor chance do jogo para o Vovô. Ele recebeu sozinho na área, mas o goleiro Andrey saiu bem e fechou o ângulo do chute do lateral.

Aos 36 minutos, Pingo entrou no lugar de Válber e mais adiante acabaria definindo a partida para o Ceará. Antes, porém, Hamilton perdeu grande chance para o ABC. Aos 44, Renato foi até a linha de fundo e cruzou para o volante, mas ele demorou a chutar e acabou desperdiçando.

Aos 47 minutos, em jogada que começou com o próprio Pingo, ele entrou na área, se atrapalhou com a bola, mas no bate-rebate e na confusão, a bola acabou voltando para os pés dele, que fuzilou para o fundo das redes e decretou a vitória do Vovô sobre o ABC.

 

‘NOVO’ SÃO PAULO SOFRE, MAS COMEÇA ANO COM VITÓRIA SOBRE MIRASSOL

Em teste para Libertadores, Luis Fabiano e Jadson garantem triunfo na estreia no Paulistão. Ceni e travessão salvam equipe no segundo tempo

Luis Fabiano comemora gol do São Paulo contra o Mirassol (Foto: William Volcov / Ag. Estado)Luis Fabiano comemora gol do São Paulo contra o Mirassol (Foto: William Volcov / Ag. Estado)

O São Paulo começou a exibir neste sábado sua nova faceta para a temporada 2013. O time que vivia em função da velocidade de Lucas joga agora na cadência de Paulo Henrique Ganso. Com uma bela atuação do maestro no primeiro tempo e grandes defesas de Rogério Ceni no segundo, o Tricolor iniciou o Campeonato Paulista com uma vitória por 2 a 0 sobre o Mirassol, no Morumbi.

O gol marcado por Luis Fabiano no início do primeiro tempo mostrou claramente como Ney Franco quer a equipe. A correria deu lugar aos toques rápidos para envolver a defesa rival. Nisso, Ganso é mestre. De costas, deu um passe genial para Osvaldo cruzar e o Fabuloso finalizar.

O São Paulo, porém, sentiu a falta de ritmo e de entrosamento, principalmente no segundo tempo, quando foi dominado. A equipe chegou a ser pressionada pelo Mirassol, mas se agarrou às defesas de Rogério Ceni e ao travessão para evitar um tropeço logo na primeira partida do ano. Jadson tirou a equipe do sufoco a dez minutos do fim, em jogo que marcou a estreia de Lúcio na zaga – Aloísio entrou no segundo tempo, assim como Cañete, recuperado de lesão.

Apesar do discurso de levar o estadual a sério, a partida serviu como mais um teste para o grande alvo da temporada. Na quarta-feira, o time tricolor estreia na fase prévia da Taça Libertadores, diante do Bolívar, às 22h, também em casa – o decisivo duelo está marcado para dia 30 de janeiro, em La Paz. O vencedor entrará no Grupo 3, com Arsenal, The Strongest e Atlético-MG.

O Mirassol tentará reagir em sua primeira partida em casa. O clube recebe o União Barbarense, quinta-feira, às 19h30m.

Gol no início facilita para o Tricolor

A postura defensiva do Mirassol, todo recuado em seu campo, permitiu que o São Paulo tivesse uma amostra do que possivelmente enfrentará diante dos bolivianos. O time do interior do estado tentou travar o meio de campo para impedir que os dois armadores do Tricolor criassem.

Jadson e Ganso, porém, agradaram de maneira geral. Depois de alguns lances em que embolaram o posicionamento e se confundiram, a dupla se acertou aos poucos. O baixinho nem de longe tem o mesmo poder de Lucas para abrir a defesa pelo lado direito, mas a troca de passes rápidos com Paulo Henrique gerou espaços.

O gol teve a cara do novo São Paulo, aos 12 minutos. Ganso recebeu de Luis Fabiano e de costas acertou um impensável passe de calcanhar para Osvaldo. Na velocidade, o atacante invadiu a área pela esquerda e cruzou para o Fabuloso desviar no canto direito do goleiro Diego.

O Mirassol tentou reagir, chegou a aparecer algumas vezes na área, mas em nenhuma com chance clara para marcar. Lúcio passou segurança na defesa, errando muito pouco. De quebra, ainda arriscou uma subida ao ataque aparecendo como um centroavante.

O São Paulo, contudo, diminuiu o ritmo depois de ficar em vantagem. A melhor chance veio novamente com o camisa 9, que perdeu o equilíbrio a driblar o goleiro após belo passe de Osvaldo.

Ganso na partida do São Paulo contra o Mirassol (Foto: Leandro Martins / Futura Press)

Ganso, na partida do São Paulo, contra o Mirassol
(Foto: Leandro Martins / Futura Press)

Mirassol cresce na etapa final

A desvantagem fez o Mirassol se arriscar mais e dar trabalho ao São Paulo na etapa final. Com as peças mais adiantadas, a equipe vestida de amarelo passou a dominar. Jadson e Ganso caíram de rendimento e não conseguiram tirar o Tricolor do campo defensivo.

Não fosse Rogério Ceni, que completará 40 anos na terça-feira, o jogo teria se complicado para o time da capital. Primeiro, ele fez grande defesa em chute de Rodrigo Possebon na área. Em seguida, evitou o gol de empate em forte cabeçada de Gian.

Percebendo a dificuldade para segurar a bola no ataque, Ney Franco optou por sacar Luis Fabiano e Ganso para colocar Aloísio e Cañete, respectivamente. Antes mesmo de a troca fazer efeito, o Mirassol, mais uma vez, quase igualou o placar. Alex Silva acertou uma bomba no travessão.

O cansaço também chegou aos visitantes. São Paulo conseguiu equilibrar a partida nos 15 minutos finais. Cañete, que já havia pedido pênalti em toque de mão de Welton Felipe em um lance anterior, acertou a trave esquerda com um forte chute. Aos 35, Jadson assegurou o triunfo ao receber de Denilson e bater rasteiro no canto direito de Diego.

SUBSTITUTO DE LOVE FAZ DOIS GOLS NA VITÓRIA DO FLA SOBRE O QUISSAMÃ

O Flamengo estreou com vitória no Campeonato Carioca de 2013. Na tarde deste sábado, no Engenhão, batizou o Quissamã com triunfo de 2 a 0. Foi o primeiro jogo da história do adversário rubro-negro na elite estadual. Hernane, candidato a substituir Vagner Love, marcou os dois gols no Engenhão, ambos de cabeça.

– Atacante vive de gols. A torcida pode não confiar muito no Hernane, não dar valor, mas a gente vê o esforço dele. Hoje ele foi feliz, decisivo, e quem sabe ele não deslancha. No ano passado ele foi artilheiro do Paulista, o estadual mais forte do Brasil. Esperamos que ele seja o Hernane daquele campeonato – analisou o goleiro Felipe.

Com rendimento mediano na partida, o Flamengo foi mal no primeiro tempo e cresceu na etapa final, mas não conseguiu um placar mais elástico. Diante de um adversário muito tímido, no entanto, teve controle quase absoluto. Não atuaram os quatro reforços (Elias, Gabriel, João Paulo e Wallace), os oito jogadores que continuam fazendo pré-temporada (Thomás, Renato, Alex Silva, Cleber Santana, Airton, Camacho, Muralha, González) e Adryan e Mattheus, que estavam com a seleção brasileira eliminada no Sul-Americano Sub-20.

O Rubro-Negro volta a campo na quarta-feira, às 17h, fora de casa, contra o Madureira. O Quissamã, no mesmo dia, recebe o Resende.

Hernane comemora gol do Flamengo contra o Quissamã (Foto: André Portugal / Vipcomm)Hernane comemora gol do Flamengo contra o Quissamã (Foto: André Portugal / Vipcomm)

Fla pula cedo na frente

O Flamengo esteve longe de jogar bem no primeiro tempo. Mas fez o suficiente para largar com vantagem. E graças a uma jogada de bola parada. Cedo, logo com três minutos, Rodolfo bateu escanteio da esquerda e viu Hernane subir alto, acima da zaga, entre dois marcadores, e martelar de cabeça. Foi quase um chute com a testa: forte, certeiro.

O gol influenciou no clima da etapa. O Flamengo, dominador, se permitiu o luxo de não ter pressa. Com três jogadores por vezes exageradamente isolados na frente (Nixon, Hernane e Rafinha), acabou mais girando em campo do que criando novas oportunidades. Poderia ter ampliado em apenas dois momentos: um chute fraco de Nixon e uma investidade de Hernane pela esquerda, em lance afastado pela zaga. Sorte rubro-negra que a contrapartida do Quissamã foi quase nula. No único esboço de chance do oponente do Fla, Ramon apareceu bem para cortar.

Mais um de Hernane

Melhorou muito o desempenho do Flamengo no segundo tempo. Em dez minutos, o time de Dorival Júnior produziu mais do que em toda a etapa anterior. Foi por detalhes que o segundo gol não saiu já na largada do período. Sucederam-se chances, e as melhores resultaram em toque para fora de Hernane, encobrindo o goleiro, e em chute na trave de Nixon, após passe matemático de Ibson.

Com o passar do tempo, o Quissamã conseguiu reduzir a pressão flamenguista. Os rubro-negros seguiram superiores, mas com chegadas mais esporádicas ao ataque. Dorival resolveu testar Romário na equipe e chamou Luiz Antônio para dar solidez ao meio-campo. A entrada do primeiro foi decisiva. Ele apareceu bem na direita e mandou na cabeça de Hernane, decisivo: 2 a 0.

Antes do fim do jogo, o lateral-esquerdo Ramon, muito mal na partida, conseguiu ser expulso ao levar o segundo amarelo. Ele estava pendurado desde os 17 minutos do primeiro tempo.

Primeira semana do “BBB13” tem audiência menor que anos anteriores

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130119153037.jpg

Divulgação/TV Globo
De acordo com informações da coluna Zapping, do jornal “Agora São Paulo”, a primeira semana da décima-terceira edição do “Big Brother Brasil” fechou com audiência baixa, se comparada com os dois anos anteriores.
Diferente do “BBB 11” e “BBB 12”, quando o programa conseguiu média de 29 pontos nos seis primeiros dias de confinamento, a nova temporada registrou somente 23,5 pontos de média geral até agora, dados que não animam a Globo.
Apesar disso, a atração apresentada por Pedro Bial não perdeu nenhuma parte de seu prestígio frente ao mercado publicitário e continua sendo um dos produtos mais rentáveis para a TV Globo nesta época do ano.
natelinha

Casados, Mateus Solano e Paula Braun estarão na nova novela das nove

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130118163333.jpg

Foto: Revista Contigo!
Os atores Mateus Solano e Paula Braun, que se casaram no final de 2011, viverão um momento especial em suas vidas. Os dois atuarão juntos na próxima novela de Walcyr Carrasco, “Em Nome do Pai”, que substituirá “Salve Jorge” no segundo semestre.
Paula se dedicou à sua filha, de dois anos, nos últimos tempos. Em entrevista à jornalista Patrícia Kogut, ela contou que será fácil fazer a mesma novela do marido, pois eles não serão do mesmo núcleo.
“Mateus apoia minha volta ao trabalho. O lado bom de estarmos na mesma novela é que vamos poder tirar férias juntos. Não somos do mesmo núcleo. Soube que, quando é assim, as pessoas quase não se veem. Acho que vamos tirar de letra”, contou.
Ela comentou ainda sobre o fato de Mateus ser muito assediado pelas fãs e revelou não ter esse tipo de ciúmes: “É um tipo de ciúme que nunca tive, acho muito primário. Meu ciúme é aquele bobo, que todo mundo tem um pouquinho”.
natelinha