OlharTV: Pegadinha de muito mau gosto

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121129161910.jpg

No último domingo (25), o “Programa Silvio Santos” exibiu uma pegadinha que, curiosamente, virou febre nas redes sociais, veículos de comunicação e tabloides estrangeiros como o francês “Melty Buzz”, o inglês “The Sun”, o britânico “The Telegraph”, o irlandês “Independent.ie” e o espanhol “Huffington Post”.
A câmera escondida mostra candidatos a uma vaga de trabalho entrando no elevador. No meio do percurso, as luzes se apagam e assim que a iluminação retorna, surge uma menininha-fantasma segurando uma boneca, assustando, através de gritos, quem está lá dentro.
Como o esperado, as pessoas se apavoram, choram e entram em pânico diante da cena.
Onde está a graça?
De tanto ouvir falar a respeito, acabei assistindo o vídeo e, sinceramente, me pergunto onde está a graça.
Respeito a opinião do telespectador, mas ao meu ver essa pegadinha é de extremo mau gosto, uma vez que expõe pessoas a momentos tensos e angustiantes. Inclusive, de idade avançada. E eu não consigo rir do sofrimento alheio.
No entanto, os números, sim, são assustadores! No YouTube foram mais de 7 milhões de visualizações em uma única conta. Enquanto que compartilhamentos e comentários no Facebook se destacaram durante toda a segunda-feira pós exibição do quadro.
O resultado: a “pegadinha do elevador” fez tanto sucesso que surgem rumores de uma continuação, ainda sem previsão de exibição. Desta vez, a “fantasminha nem um pouco camarada” aparece sentada em uma cadeira de rodas.
Então tá, né!
Tatiana Bruzzi é colunista do NaTelinha e editora dos blogs:
 
 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.