Lula faz declarações fortes

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em campanha junto ao candidato à prefeitura da de São Paulo, Fernando Haddad (PT), criticou fortemente a TV Globo e a Rede Record por terem desistido de promover debates eleitorais na capital paulista no primeiro turno da eleição municipal. Em “mini-comício” realizado na zona leste da cidade, na noite desta quarta-feira, Lula chamou de “uma vergonha” a atitude das emissoras.

“É engraçado que todas as campanhas em que o PT estava na frente das pesquisas, tinha debate na Globo, tinha debate na Record. (…) E agora que o Fernando Haddad está doido por um debatezinho na Globo, por um debatezinho na Record, não vai ter debate dessa vez. É uma vergonha! A cidade mais importante do Brasil não ter debate no primeiro turno, isso é uma vergonha”, atacou Lula, em discurso sobre um carro de som ao lado de Haddad. “É crime ser pequeno?”, continuou Lula, ao defender os candidatos “nanicos” que fizeram questão de participar do debate na Globo, o que inviabilizou o evento.
Lula ainda lembrou a campanha para a Presidência em 2006, quando a TV Globo promoveu um debate mesmo sem a presença dele, que tentava a reeleição e liderava as pesquisas eleitorais, mas que deixou uma cadeira vazia onde sentaria o candidato petista.
Durante o comício, que durou cerca de uma hora e meia, Lula e Haddad miraram nos indecisos e pediram para que a população se mobilizasse para convencer quem ainda não sabe em quem votar. O ex-presidente e o ex-ministro da Educação também aproveitam para atacar os adversários José Serra (PSDB) e Celso Russomanmo (PRB), atrelando o tucano ao prefeito Gilberto Kassab (PSD), e criticando Russomanno por se recusar a ir aos debates, segundo os petistas, por estar “despreparado”.
Mensalão
O comício aconteceu no mesmo dia em que o Supremo Tribunal Feder começou a julgar o núcleo político do PT – entre eles o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu – acusado de gerenciar o suposto esquema conhecido como mensalão. Haddad se recusou a comentar o caso, segundo ele, por não estar “acompanhado” o julgamento. Lula também não tocou no assunto, mas negou que o fato atrapalhe o desempenho do PT nas eleições.
“Para mim não (atrapalha), porque eu estou acompanhando as eleições e fazendo comício. (…) Eu tenho eleição para fazer, meu filho! Não estou preocupado com isso não”, declarou Lula.
Falta de acordo com a Justiça eleitoral inviabilizou debate na Globo
A Rede Globo decidiu não realizar o debate entre os candidatos à prefeitura de São Paulo por não entrar em acordo com a Justiça Eleitoral. A Globo queria limitar o número de participantes do evento. “A emissora acredita que seis é o número máximo de participantes para a realização de um debate produtivo e, em São Paulo, não houve acordo entre os candidatos”, afirma a nota divulgada para a imprensa.
Levy Fidelix (PRTB) havia entrado com recurso no TRE-SP para participar do debate entre candidatos à prefeitura que a Rede Globo promoveria no dia 4 de outubro. A corte aceitou pois entendeu que, como o partido do prefeiturável tem representação na Câmara dos Deputados, devia poder participar do encontro.

Noticias do Terra

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.