Record ES lança nova programação e ameniza saída de Amaro Neto

A TV Vitória, afiliada da Record no Espírito Santo, buscou contornar a saída de Amaro Neto e lançou sua nova programação na semana passada.

O evento contou com a participação de toda a alta cúpula local e do ator Victor Fasano, um dos destaques de “Balacobaco”, que estreia nesta quinta-feira (04).

Neste dia também foi anunciado o lançamento da versão local do “Cidade Alerta”. O jornalístico será exibido diariamente a partir das 18h, terá uma hora de duração e antecederá o “Jornal da TV Vitória”. O diretor geral Fernando Machado confirmou que a preparação para a estreia já foi anunciada e que a expectativa é para que o lançamento ocorra em breve.

Machado também buscou amenizar a saída de Amaro Neto, que se transferiu para a Band Minas na semana passada. O diretor garantiu que a emissora está pronta para continuar na liderança com o “Balanço Geral” mesmo sem o apresentador.

“Nos últimos meses viemos acumulando várias vitórias. Mas no início da semana, o Amaro nos procurou para dizer que tinha assinado contrato para sair do Estado. Nós não somos uma andorinha só e no dia seguinte já estávamos com o programa pronto e tenho certeza de que não vamos perder a audiência”. destacou.

Com informações da Folha Vitória.

Saiba onde comprar os ingressos para o show do Grupo Rebeldes em Fortaleza no mês de novembro

O grupo Rebeldes está de volta a Fortaleza em sua turnê de despedida no dia 24 de novembro no Siará  Hall.

Local: Siará Hall
Data: De 24/10/2012 até 24/11/2012
Horário: 20h
Onde comprar: No local e Bilheteria Virtual
Mais info: 85 3278-4888
Endereço: Av. Washington Soares, 3199 – Edson Queiroz
Telefone: (85) 3278.4888
Website : www.siarahall.com.br/

Renato Maurício Prado comenta a vitória do Fluminense no último FLA-FLU de 2012

O Flamengo dominou o gramado, teve muito mais posse de bola, criou inúmeras oportunidades para marcar, mas desperdiçou todas – inclusive um pênalti cobrado por Botinellii e defendido por Diego Cavalieri, que realizou, além desta, pelo menos mais duas grandes defesas.

Não bastasse a soberba atuação do goleiro tricolor, os rubro-negros perderam ainda três outras chances claras de gol, duas com Ibson, uma com Cleber Santana – este, livre, em frente à pequena área. Todas concluídas pra fora.

Ao contrário do Fla, o Flu esbanjou objetividade. Mesmo dominado, conseguiu também criar boas chances e Fred, o artilheiro do campeonato, acabou decidindo, com um golaço de voleio, concluindo um passe preciso e precioso de Deco. Thiago Neves, em cobranças de faltas, acertou ainda duas vezes as traves de Felipe. E assim o Fluminense ganhou o Fla-Flu por 1 a 0, abrindo seis pontos do segundo colocado, o Atlético Mineiro. O tricolor, como de hábito, recuou muito no segundo tempo e por pouco Abel não voltou a ser castigado por trocar um atacante (no caso, Fred) por um volante (Diguinho). Assim como já acontecera, em outra partida deste campeonato, o truculento cabeça-de-área cometeu um pênalti absolutamente desnecessário, já no finalzinho do jogo. Sorte dele, de Abel e do Flu, que Botinelli bateu mal e Cavalieri defendeu bem. O Flu segue com pinta de campeão – ganhando até quando é dominado e recua exageradamente. Ao Fla resta o consolo de ter jogado bem diante do líder absoluto do campeonato. Mas, pra continuar a evolução urge que seus jogadores coloquem o pé na forma. Pra finalizar, uma constatação óbvia: Fred ganhou, com sobras, o duelo com Love. Enquanto o centroavante tricolor marcou um lindo gol e ajudou até a defesa, enquanto teve pernas (saiu sentindo caimbras), o rubro-negro não conseguiu ganhar uma jogada dos zagueiros tricolores, que sempre o desarmavam, sem grandes sustos. Para piorar, num dos últimos lances do jogo, uma bola lhe sobrou, livre, dentro da pequena área, e ele não conseguiu dominá-la – escapou por entre as pernas…

Coluna redigida pelo jornalista Renato Maurício Prado para o jornal O GLOBO

Especial Hebe Camargo: A trajetória da rainha da televisão brasileira

Considerada um dos maiores ícones da TV brasileira junto a nomes como Silvio Santos, Chacrinha, Carlos Alberto de Nóbrega, entre outros, Hebe Camargo nos deixou neste sábado (29) após uma longa e brilhante carreira.

Hebe esteve presente em todos os momentos da história da televisão brasileira. A apresentadora, que nasceu em 1929, em 1950 já estava envolvida no meio. Ela foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da TV brasileira, em São Paulo. Entretanto, ela não pode comparecer e foi substituída por Lolita Rodrigues. 


Hebe Camargo: apresentadora é presente em todas as etapas da TV brasileira
Divulgação
Antes mesmo do convite, Hebe também havia ido até Santos, no litoral de São Paulo, para ajudar o grupo que carregava os primeiros equipamentos para dar início à TV Tupi, a qual participou de vários programas.

Hebe Camargo se casou em 1964 com o empresário Décio Capuano. Da união deles, nasceu Marcelo. O casal se separou em 1971. A apresentadora também foi casada com Lélio Ravagnani. Foram mais de 25 anos de casamento até que a morte separou o casal. Lélio faleceu aos 78 anos em São Paulo, após um período de internação.

“Agradeço o apoio de todos. Infelizmente não posso mais ter Lélio comigo. Jesus o quer ao seu lado”, havia desabafado Hebe em uma terça-feira, 18 de junho do ano de 2000. Vários artistas, políticos e celebridades prestaram apoio a ela, como o cantor Sérgio Reis, Adriane Galisteu, Alexandre Pires, Xuxa, Roberto Carlos, Fausto Silva, Silvia Poppovic e o ex-governador Paulo Maluf.
 

Ainda na década de 60, Hebe assinou com a TV Continental e posteriormente com a TV Record.

A apresentadora também passou pela Band, onde ficou até 1985. A partir deste ano ela passou a integrar o casting do SBT, emissora a qual mais tempo foi funcionária. Foram mais de 25 anos dedicados ao canal de Silvio Santos. 


Hebe Camargo ao lado de Silvio Santos: madrinha do Teleton, Hebe é uma das mais engajadas no projeto
Divulgação/SBT
No SBT, Hebe comandou um programa semanal com o seu nome e passou por outros, como o “Fora do Ar”, além de participações em seriados e em eventos, como o “Teleton”, este inclusive um pedido da loira a Silvio Santos, em 1998.

Já em 2010, insatisfeita com os rumos de sua atração no SBT, que vinha marcando baixa audiência, Hebe assinou com a RedeTV!, de seu então amigo Amílcare Dallevo. Sua estreia ocorreu em 2011, sempre nas noites de terça-feira. 


Hebe Camargo em seu programa na RedeTV!: apresentadora rompe com Silvio Santos após mais de 25 anos em 2010
Divulgação/RedeTV!
Hebe Camargo levou o nome “Hebe” à nova emissora, a qual foi contratada até duas semanas atrás. No dia 17 de setembro, a RedeTV! oficializou a rescisão do contrato com a apresentadora, que já estava sem gravar havia algumas semanas devido ao tratamento médico o qual estava submetida. A última exibição do “Hebe” na RedeTV! foi ao ar no dia 25.

Nesta última quinta-feira (27), Hebe Camargo assinou contrato com o SBT, confirmando seu retorno. Ainda não havia informações relacionadas ao seu novo programa, mas cogitava-se um formato diferenciado, com exibição de duas vezes por mês.

 
Hebe Camargo nos deixa neste sábado, aos 83 anos de idade, vítima de uma parada cardíaca nesta madrugada
Divulgação